15 abr20:12

Mulher morre em acidente na BR 282 em Xanxerê

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Uma colisão frontal na manhã do sábado, dia 14, tirou a vida da farmacêutica Gleyce Andreia Ruas Lubi, 36 anos. Casada e mãe de dois filhos, Gleyce trabalhava na Prefeitura de Bom Jesus e seguia para Chapecó onde cursava pós-graduação. Ela foi enterrada na tarde do domingo em Xanxerê.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal – PRF, o acidente foi por volta das 8h da manhã no Km 506, da BR 282 em Xanxerê. Gleyce, que fazia o sentido Xanxerê-Chapecó, conduzia um veículo Passion 207 e foi atingida por uma caminhonete Frontier, placas de Abelardo Luz. O condutor, de 27 anos, e o carona, de 31, da caminhonete voltavam de Chapecó. Chovia na hora do acidente.

Com o impacto da colisão Gleyce morreu no local. Os ocupantes do outro veículo saíram ilesos. O Corpo de Bombeiros de Xanxerê atendeu a ocorrência.

Após o acidente a PRF fez teste de bafômetro e constatou que o motorista da caminhonete estava embriagado. O exame apontou 0,93 mg/L, o máximo permitido é 0,10mg/L. O carona se recusou a realizar o bafômetro mas, os policiais constataram sinais de embriaguez.

Os dois foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de Xanxerê. De acordo com o delegado Albino Souza de Araújo, o motorista negou em depoimento que estava dirigindo. O delegado disse ainda que quando a PRF chegou ao local ambos estavam fora do veículo. – Diante de um fato grave como esse não poderia deixar o envolvido impune, pois poderia causar uma revolta popular – disse o delegado.

O carona foi liberado. O condutor foi preso em flagrante e encaminhado para o Presídio Regional na manhã do sábado. Por volta das 21h ele pagou fiança e foi liberado.

A Polícia Civil seguem as investigações.


Por

Comentários