17 abr18:46

Escolas fechadas ou sem algumas aulas no Oeste

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Enquanto os professores realizavam sua assembleia em Florianópolis em Chapecó algumas escolas tiveram algumas aulas suspensas ou até fecharam completamente. As escolas Marechal Bormann e Bom Pastor não tiveram aulas.

Na escola Marechal Bormann 996 alunos ficaram sem aula. – Os professores decidiram paralisar hoje (ontem) mas a maioria não deve aderir à greve – afirmou o diretor René Ternus.

Na escola Zélia Scharff, o diretor Jubilei Dalcin disse que apenas uma turma teve aula ontem, de 1,8 mil alunos. Na escola Bom Pastor, apenas seis professores não compareceram, segundo a direção. Os alunos tiveram que ficar no pátio da escola. A sétima série não teve aulas de Artes e Matemática. –A gente fica conversando com os colegas- disse Luis Henrique Balbinot Paludo, de 13 anos. Ele afirmou que os professsores tem direito de reivindicar melhor salário, mas que a greve atrapalha o ensino.

– No ano passado quando voltaram da greve os professores explicavam pela metade – argumentou. – A gente se ferra no final- completou Keythleen Ambrósio, 13 anos, que aproveitava o tempo ocioso para ouvir música. Ela disse que a única coisa que não muda é seus colegas incomodando.

Lara Debona, 12 anos, manifestou que não pretende enfrentar outra greve. – É muito ruim, vou para um colégio particular- ameaçou. Letícia Dalla Vecchia, lembrou que sua irmã estava terminando o Ensino Médio e perdeu conteúdo que caiu no vestibular. Ou seja na briga entre Governo e professores novamente os alunos novamente levam a pior.

Por

Comentários