22 abr09:07

Janga relembra primeiro título contra o Avaí

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O ex-jogador da Chapecoense, Janga (Jandir Moreira dos Santos), 58 anos, jogou na Chapecoense de 1976 a 1986 e disputou a final de 1977. Atualmente é dono de uma lanchonete em Chapecó. Ele relembrou o primeiro título contra o Avaí.

clicRBS Chapecó – O que você lembra da decisão contra Avaí?

Janga – Lembro que nós tínhamos que ganhar o jogo e o Jaime fez o gol da vitória nesta trave (da Ala Sul). Acho que ele tentou cruzar e encobriu o goleiro. Foi uma festa na Avenida Getúlio Vargas. Foi o primeiro título da Chapecoense. O estádio estava cheio. Tinha arquibancadas de madeira no lado Leste. Onde hoje é as sociais havia um barranco de terra. Os dois times eram bons. O meio-campo do Avaí tinha Balduíno, Renato Sá e Almir. No ataque tinha o Lico, que depois foi para o Flamengo. Eu jogava com a 5 e marcava o Renato Sá. Nosso time tinha jogadores habilidosos como o Sérgio Santos e o Valdir.


clicRBS Chapecó – Como era o time taticamente na época?

Janga - Jogávamos no 4-3-3. O time tinha Luís Carlos; Cosme, Décio, Carlos Alberto e Zé Carlos; Janga, Valdir e Sérgio Santos; Jaime, Jorge e Eluzardo.


clicRBS Chapecó – Que recado você dá para os jogadores neste domingo?

Janga - Eles devem fazer o que estão fazendo, honrando a camisa do clube. Eles estão demonstrando isso. A característica da Chapecoense sempre vai ser de um time que sua a camisa. Pode até perder, mas sempre lutando.


clicRBS Chapecó – A evolução da Chapecoense está completa ou há espaço para voos maiores?

Janga – A Chapecoense tem tudo para ser campeã do estado novamente e conseguir o acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro. Com o crescimento da cidade e a estruturação do clube já poderia estar na B. Há dois anos seguidos que disputamos a Série C e está na hora de subir.


Por

Comentários