02 mai07:59

Tensão na aldeia

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Polícia Federal de Chapecó está monitorando o possível deslocamento de indígenas para a aldeia de Toldo Chimbangue, em Chapecó. De acordo com o delegado Oscar Biffi, há rumores de que índios de outras terras poderiam se deslocar para Chapecó, em virtude de uma briga ocorrida no final da tarde de domingo, que resultou em uma morte, um baleado, uma pessoa com a mão decepada e vários feridos.

Nesta terca-feira um grupo de lideranças do Toldo Chimbangue foi até a Polícia Federal e ao quartel do 2º Batalhão de Polícia Militar solicitar medidas de segurança e proteção.

A briga ocorreu numa festa da comunidade, que além de comemorar a passagem do Dia do Índio, ocorrida no dia 19 de abril.

O conflito teria iniciado entre simpatizantes do cacique eleito, Idalino Fernandes, que já estavam na festa, e simpatizantes do candidato derrotado, Valmir Fernandes, que teriam chegado por volta das 17h30. No conflito foi morto Araci Fernandes, 21, anos irmão do candidato derrotado, Valmir Fernandes, que era o cacique anterior. A eleição foi realizada no dia 15 de abril por sugestão da Justiça Federal, em virtude de uma disputa de poder que já havia na comunidade.

Uma nova reunião na Justiça Federal de Chapecó está agendada para esta quarta-feira, às 14 horas, com lideranças indígenas e representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai).


Por

Comentários