07 mai16:21

Rinite é a enfermidade de maior prevalência entre as doenças respiratórias crônicas

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 30% a 40% da população mundial sofre de doenças alérgicas, sendo que 300 milhões de indivíduos têm asma e 400 milhões são afetados anualmente por rinite alérgica, fator de risco para a asma.

A poluição ambiental, a fumaça do cigarro e as infecções virais atuam como fatores agravantes de crises alérgicas em portadores de asma e rinite. Esta última, a enfermidade de maior prevalência entre as doenças respiratórias crônicas, acomete cerca de 29,6% dos adolescentes e 25,7% dos estudantes de escolas brasileiras, segundo o Estudo Internacional de Asma e Alergias na Infância.

É preciso ter atenção, pois o retardo na identificação das doenças alérgicas pode resultar em maior número de complicações e a consequente necessidade de internação. Para alertar a população, a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai) promove a Campanha de Prevenção das Doenças Alérgicas, que tem como marco o dia 7 de maio.

De acordo com a especialista em alergia e imunologia Regina Watanabe Di Gesu, presidente da Asbai Regional RS, as características climáticas do Rio Grande do Sul colaboram para a incidência de alergias.

— A localização geográfica do Rio Grande do Sul, com estações climáticas bem definidas, facilita a proliferação dos ácaros da poeira domiciliar e dos fungos que são responsáveis pela maior frequência das crises alérgicas respiratórias no outono e inverno, além de possibilitar maior contato com os pólens na primavera — afirma Regina.


Saiba mais

:: As doenças alérgicas, como as anafilaxias, alergias alimentares, asma, rinite e conjuntivite podem em alguns casos ocorrer no mesmo indivíduo.


:: Há também as reações adversas aos medicamentos e as reações a picada de insetos (abelhas, marimbondos e formigas). O diagnóstico e tratamento especializado são recomendados, pois em algumas situações podem ser potencialmente fatais, como no caso das alergias ali mentares, das anafilaxias e da asma grave.


:: A reação anafilática é uma reação generalizada, que se inicia por manchas vermelhas na pele com coceira, inchaço nos olhos ou lábios, vômitos, tosse e dificuldade respiratória. Seu início é súbito e apresenta potencial risco de vida.


:: As principais causas da reação anafilática são os alimentos, os medicamentos, as picadas de insetos.


:: A rinite se caracteriza por crises de espirros, secreção nasal aquosa, entupimento nasal e coceira, muitas vezes afetando também os olhos.


:: Para o diagnóstico da rinite alérgica, a história clínica deve ser complementada pela pesquisa de sensibilização aos substância capaz de desencadear reações alérgicas, por meio de testes cutâneos ou dosagem de anticorpos específicos no sangue do paciente.


:: Pode ser confundida com resfriado comum ou gripe, que, de modo geral, apresentam comprometimento do estado geral com dores no corpo, febre ou dores de garganta.


:: Embora existam dúvidas em relação ao aumento observado das doenças alérgicas nos últimos anos, estudos científicos reforçam, como forma de prevenção, a orientação para que o aleitamento materno exclusivo seja orientado e incentivado nos primeiros meses de vida.

VIDA E SAÚDE



Por

Comentários