27 mai17:26

Agricultores assentados comemoram 27 anos de Reforma Agrária em Abelardo Luz

Uma grande festa marcou o aniversário de 27 anos de reforma agrária e da primeira ocupação do MST em Santa Catarina, na sexta-feira, dia 25 de maio, no assentamento José Maria, interior de Abelardo Luz. O município concentra o maior número de assentamentos do estado, com 22 no total, ocupando uma área de 20,1 mil hectares de terra, onde vivem 1.448 famílias de pequenos agricultores.

O evento festivo foi marcado com a inauguração do Centro de Eventos da comunidade, o primeiro de múltiplo uso a ser construído no interior do município. A obra recebeu investimento de R$ 427.609,10, sendo R$ 390 mil repassados pelo Governo Federal, através do Ministério do Turismo, e o restante contrapartida do Governo Municipal.

O espaço tem 704,67 metros quadrados de área física e conta com auditório para 150 pessoas, salas de reuniões, refeitório, cozinha, banheiros e sala de administração. A estrutura será usada na realização de atividades em diferentes áreas, especialmente para fomentar o desenvolvimento da educação, da cultura e do turismo rural sustentável.

A programação iniciou, por volta das 11h, com a encenação do episódio do “fogo na ponte do Rio Chapecó”, que relembrou a chegada das famílias e a ocupação em 1985 da então “Fazenda Papuan”, hoje assentamento Papuan. O pároco Padre Genuíno Begnini celebrou uma missa e após o ato inaugural aconteceu o tradicional almoço festivo seguido com tarde dançante.

O ato inaugural contou com a presença de autoridades municipais, representantes do INCRA e lideranças do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

- São 27 anos de lutas e conquistas. Esse Centro de Eventos é mais uma conquista do povo. É um espaço para produção de conhecimento, da arte e da cultura que nossas famílias poderão usufruir – relatou o membro da direção nacional do MST, Altair Lavratti.

O prefeito Dilmar Fantinelli enfatizou que a chegada das primeiras famílias em 1985, organizadas pelo MST, foi importante para o desenvolvimento de Abelardo Luz. – Os assentamentos fizeram a diferença em Abelardo Luz. Nesses 27 anos, as famílias tiveram grandes dificuldades, mas também muitas conquistas em todas as áreas – destacou.


Produção

Em Abelardo Luz, hoje os assentamentos servem de referência na produção de alimentos integrando as cadeias produtivas do pescado, do leite e de grãos. As ações são coordenadas pela Cooperativa de Produção Industrialização e Comercialização Edson Adão Lins (Coopeal) e Cooperativa Regional de Comercialização do Extremo Oeste (Cooperoeste), ambas administradas pelos próprios agricultores assentados.

Os assentamentos do município recebem atenção especial, com apoio financeiro do Governo Federal, em especial do INCRA, que em parceria com a prefeitura, investe significativamente na manutenção das estradas para melhorar o escoamento da produção agrícola.


Por

Comentários