12 jun15:10

Embrapa Suínos e Aves completa 37 anos em Concórdia

A Embrapa Suínos e Aves, empresa de pesquisa agropecuária vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), completa nesta quarta-feira, dia 13 de junho, 37 anos de atuação. A unidade, instalada em Concórdia, já disponibilizou mais de 400 tecnologias e vive um momento de crescimento.

- Aumentamos nossa produção científica, temos vários projetos em parceria com a iniciativa privada e investimos recentemente R$ 4,8 milhões em melhorias de estrutura – disse o chefe geral da Embrapa Suínos e Aves, Dirceu Talamini.

A trajetória da Embrapa Suínos e Aves começou em 1975, quando lideranças catarinenses iniciaram uma campanha para trazer a unidade dedicada à suinocultura para Concórdia. No dia 13 de junho de 1975 foi publicada a resolução que criava o Centro Nacional de Pesquisa de Suínos. Em outubro de 1978, a Unidade recebeu também a incumbência da pesquisa em avicultura e passou a se chamar Embrapa Suínos e Aves.

A contribuição da Unidade foi estudada pelo professor Antônio Pinheiro, da Universidade de Évora, de Portugal. Ele chegou à conclusão que 40% do progresso técnico da suinocultura a partir de 1975 deveu-se à Embrapa. Na avicultura, a contribuição com o progresso técnico chega a 20%.

Ao longo dos anos, a Embrapa Suínos e Aves teve papel fundamental no controle de doenças, aperfeiçoamento de rações, melhoria da qualidade genética dos animais, preservação do meio ambiente e desenvolvimento de equipamentos para a suinocultura e avicultura. Fez ainda um trabalho imprescindível em conjunto com outros órgãos do governo, da indústria e dos produtores para superar as restrições às exportações de carne suína e de frango.

A Unidade conta com 213 empregados, destes 50 são pesquisadores. Em 2011 recebeu seis prêmios ligados a sua produção científica.


Por

Comentários