17 jun11:49

Encerram neste domingo o Salão do Imóvel e Feirão Caixa em Chapecó

Como saber se o imóvel atende a expectativa? Como identificar a qualidade do material utilizado na construção? Quais os cuidados que devem ser tomados antes de comprar produtos imobiliários? Essas e outras dúvidas que envolvem materiais de construção e contratos habitacionais podem ser esclarecidas no 7º Salão do Imóvel e no 8º Feirão Caixa da Casa Própria. Os eventos encerram neste domingo, dia 17, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes.

Neste ano acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo, da Unochapecó vão auxiliar os visitantes dos eventos sobre as possibilidades e novidades na área dos materiais de construção. Também estão previstos esclarecimentos com universitários do curso de Direito sobre a compra e venda, condomínios e código de defesa do consumidor.


Eventos

O 7º Salão do Imóvel e o 8º Feirão Caixa da Casa Própria é uma promoção do Sindicado do Mercado Imobiliário (Secovi/Oeste) com apoio da Caixa Econômica Federal, Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci), Prefeitura de Chapecó e Unochapecó.

Os eventos reunem 15 imobiliárias e atraem mais de 10 mil visitantes/compradores. Os cerca de 9 mil imóveis ofertados têm um valor de mercado da ordem de R$ 1 bilhão e 500 milhões de reais.

O Secovi/Oeste estima que aproximadamente 12% serão comercializados durante o período e até 90 dias após, o que deve atingir 1.100 imóveis. O valor médio será de R$ 140 mil reais por imóvel, o que totalizará R$ 160 milhões de reais.

Integram o evento as imobiliárias: ABBA Imóveis, Base Sul, Casa Imóveis, Cauduro Imóveis, Empreender, Fênix Imobiliária, Katedral, Mapa Imóveis, Markize Imobiliária, MKZ, Padra, Tucumã, Santa Maria, Sim! Imóveis e Viver Imóveis.

Em relação ao Salão e ao Feirão de 2011, o Secovi/Oeste prevê que o desempenho deste ano terá um incremento de 51% no número de visitantes/compradores, de 50% no número de imóveis vendidos e de 40% no valor das transações totais. Em 2011, foram ofertados 5.000 imóveis e comercializados 730 (130 na feira e mais 600 após o evento) no montante de R$ 115 milhões de reais.


Por

Comentários