09 jul17:34

Greve continua e caixas seguem sem dinheiro em Santa Catarina

Em audiência realizada agora à tarde, em Itajaí, não houve acordo entre os sindicatos trabalhista e patronal das empresas transportadoras de valores.

Em contato com o tesoureiro da Sintravesc, Júlio Maranhão, ele disse que não houve acordo porque a proposta dos patrões foi mantida. O Sindicato das Empresas de Segurança Privada de Santa Catarina (Sindesp) oferece aumento de 4%, e a classe trabalhista reivindica 14,88% (que é o INPC mais aumento real de 10%), mais o retorno do vale-alimentação nas férias, além de resjuste do valor de 15,90 para 18 reais, e ainda plano de saúde integral.

>> Dicas para driblar a falta de dinheiro e pagar contas

Sem o acordo, os sindicatos encaminham documentação para o Tribunal Regional do Trabalho, em Florianópolis. Segundo o Sintravesc, os trabalhadores só vão voltar ao serviço no momento que for marcado o julgamento deste caso.

A paralisação começou no dia primeiro de julho, e prejudica o abastecimento de cédulas nos caixas eletrônicos que ficam fora das agências bancárias.

Semana passada, o Procon estadual autou 10 bancos que, com a falta de dinheiro, por limitar o saque feito na boca do caixa, o que vai contra o Código de Defesa do Consumidor. Houve filas nas lotéricas, e algumas chegaram a fechar mais cedo. Uma equipe da RBS TV flagrou, inclusive, funcionários de uma empresa transportando malotes com valores em carro comum, o que é proibido.


DIÁRIO CATARINENSE



Por

Comentários