19 jul10:32

Claro é proibida de vender novas linhas de celular em Santa Catarina a partir de segunda

A operadora de celular Claro está proibida de vender novas linhas de celular em Santa Catarina a partir de segunda-feira. A decisão foi tomada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que fez um levantamento baseado em três critérios: interrupção de chamadas, reclamação de clientes e capacidade da rede.

Foi criado um coeficiente com base nestes quesitos e a empresa com pior avaliação em cada estado brasileiro foi proibida de comercializar novas linhas. Em Santa Catarina, a Claro tem 1,68 milhão de clientes e ocupa a terceira posição entre as operadoras com 20,7% do mercado.

>> Anatel suspenderá vendas de uma operadora em cada Estado

A proibição vale para todos o Brasil e em cada estado uma empresa foi barrada. A mais punida foi a TIM, que não pode vender novas linhas em 19 estados. A Oi está fora do mercado em cinco estados. A Vivo passou incólume.


Contraponto

A Claro informa que foi surpreendida pela suspensão temporária de novas linhas em Santa Catarina. Alega que faz fortes investimentos no Brasil, sendo R$ 3,5 bilhões apenas em 2012, e, como resultado, apresenta um dos melhores indicadores de rede medidos pela própria Anatel.

A operadora acrescenta que apresentará prontamente seu plano de investimentos que busca manter a constante excelência do serviço. Informa que o critério que impactou essa determinação da Anatel está relacionado a problemas pontuais na central de atendimento, cujas ações de melhorias já apresentaram resultados nos indicadores de junho.


DIÁRIO CATARINENSE



Por

Comentários