26 jul15:19

Hospital Regional de São Miguel do Oeste implanta sistema de identificação

Com o objetivo de intensificar os cuidados a pacientes que necessitam de maior atenção da equipe de enfermagem, visando assim à segurança do paciente, o setor de internação do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste, implantou, na última semana, um novo processo de cuidado.

O processo de avaliação de risco no setor de internação é pautado pela Resolução COFEN Nº293/2004 e visa, também, atender normas ISO e ONA, já que a instituição passará por auditorias em busca da certificação ISO 9001:2008 e acreditação ONA, nos próximos meses.

De acordo com a enfermeira, Priscila Britto, o paciente recebe uma pulseira no momento da internação e todos os dias o enfermeiro avalia o cuidado necessário através das cores da fita, que é colocada no pulso da pessoa.

- Esse processo melhora a qualidade nos serviços e no cuidado aos pacientes – disse Priscilla.

A diretora de qualidade, Carolina Pagliarin Brüggemann, explica que por meio desse processo a pessoa internada, que precisa de um cuidado semi-intensivo, fica sendo monitorada pela equipe diante da necessidade.

- Com isso, pensamos em dois nortes: melhoria da qualidade assistencial e ainda monitoramos os riscos assistenciais, o que chamamos de Gestão de Risco – disse.

As cores são divididas em azul, laranja e vermelho e os pacientes podem ser classificados com a necessidade de cuidados mínimos, cuidados intermediários ou semi-crítico.


Por

Comentários