26 jul09:25

IFSC suspende começo do segundo semestre letivo em Chapecó e mais 14 campi

A decisão de adiar o retorno das aulas veio depois de uma reunião feita na última terça-feira, quando foi mostrada a situação dos campi do IFSC, que com a greve dos técnico-administrativos e docentes, não tinham condições de começar o segundo semestre. Cada campus seguia um calendário, e as aulas iniciariam entre 25 e 30 de julho.

A justificativa dada pela reitora, Maria Clara Kaschny Schneider, em nota oficial, foi a de que medida pretende evitar maiores prejuízos aos estudantes. Ela esclareceu ainda que a decisão respeita a situação apresentada por cada um dos campi durante esta última semana e que em alguns lugares o primeiro semestre nem chegou a ser encerrado. A resolução completa pode ser lida aqui.

Os campi de Caçador, Criciúma, Lages e Urupema não terão alteração no início das aulas, mantendo assim, o calendário acadêmico já previsto.

Reuniões serão feitas no dia 30 deste mês e 1º de agosto, nas quais será reavaliada a decisão de suspensão do início das aulas.

Na terça-feira, o Conselho Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina também adiou o começo do segundo semestre.


DIÁRIO CATARINENSE



Por

Comentários