27 jul08:54

Caminhoneiros fecham a BR-282 em Catanduvas

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

Cerca de 100 caminhoneiros trancaram a BR-282 durante duas horas na noite desta quinta-feira em Catanduvas, no Meio-Oeste catarinense. O tráfego foi liberado por causa da neblina e do perigo de acidentes. Mas, a rodovia será trancada novamente a partir das 7h desta sexta-feira.

A paralisação deve marcar as reivindicações da categoria, que pede a revisão das normas e regras estabelecidas pela Agência Nacional doe Transporte Terrestre (ANTT), que incluem o cumprimento de intervalo de 30 minutos a cada quatro horas ao volante, incluindo punições para quem desobedecer a ordem.

Os caminhoneiros devem permanecer no trevo de acesso a Catanduvas por tempo indeterminado, até que as negociações com a ANTT avancem. Somente carros e motos serão autorizados a trafegar pelo local, através de uma estrada paralela à BR-282.

O bloqueio está sendo organizado pelos próprios motoristas uma vez que o Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos (Sindicam) do Estado não aderiu à mobilização incentivada pelo Movimento União Brasil Caminhoneiro (MBCU), que começou ainda na quarta-feira mas teve baixa adesão nas estradas catarinenses.

O Sindicam está orientando as transportadoras a segurarem seus caminhões, já que não há previsão de liberação do tráfego na rodovia, que é uma das principais do Estado e o maior corredor de ligação entre o Oeste e o Litoral.

Entre os argumentos da categoria, também estão a falta de pontos seguros para descanso nas estradas, o que facilitaria o roubo de cargas e a violência contra os motoristas. Os caminhoneiros alegam que precisariam gastar para fazer as paradas exigidas pela ANTT, já que a maioria dos locais é privada, incluindo postos de gasolina que cobram pelos serviços.

Por

Comentários