30 jul09:31

Aprenda três passos para manter o corpo e a pele bem cuidados no inverno

Praticar exercícios, cuidar da pele e evitar exageros na alimentação são os principais desafios durante o inverno. Pensando nisso, o Centro de Bem-Estar Levitas preparou dicas essenciais para manter ou criar uma rotina de atividades físicas e investir nos cuidados com o corpo e a alimentação, apesar do frio.


1. Insista na prática de exercícios

Existe uma explicação lógica para a resistência que criamos na prática de atividades físicas durante o inverno, pois o nosso organismo é o primeiro a sentir as mudanças da estação. No frio, é comum perdermos calor e mobilidade do corpo, sem falar que as baixas temperaturas provocam uma relativa queda no metabolismo, assim como na pressão arterial e frequência respiratória.

O mais importante é deixar a preguiça de lado e não ficar parado, pois o corpo precisa estar em movimento o ano todo. Na estação mais fria, o corpo exigirá aquecimentos prolongados e alongamento mais intensos, para evitar lesões, estiramentos, entorses e cãibras.

— Muitas atividades físicas entram em baixa no inverno, como os esportes aquáticos e as corridas ao ar livre, por conta das condições climáticas, mas podemos contornar essa situação facialmente e substituir os treinos externos por atividades dentro de casa, na academia ou em qualquer outro lugar coberto — garante o orientador físico Everton Casagrande.

Para evitar situações de hipotermia, quando a temperatura do ambiente é inferior à do corpo e o indivíduo sofre resfriamento geral do organismo, o especialista recomenda uma alimentação com mais carboidrato, manter-se sempre aquecido, cobrindo as extremidades que são responsáveis pela perda de mais de 50% de calor, além das recomendações básicas de hidratação, aquecimento e alongamento.


2. Mantenha a pela hidratada

Com a chegada do frio, a pele tende a ficar mais ressecada e exige hidratação constante, no mínimo duas vezes ao dia. Atenção para o tempo em banhos quentes, pois a temperatura elevada da água retira toda a oleosidade natural da pele e pode causar ressecamento.

— A dica vale tanto para pessoas com a pele seca quanto para quem possui a pele oleosa, pois a hidratação é fundamental. Abuse de hidratantes e óleos, sem nunca esquecer do protetor solar — aconselha a fisioterapeuta dermato-funcional Renata Klein.

No inverno, é comum reduzirmos a ingestão de água, o que diminui naturalmente a hidratação da pele, fazendo-a perder um pouco da sua função protetora contra as agressões externas. É importante fazer um esforço para beber de dois a três litros de água todos os dias.

Aproveite as vantagens da estação que implica menor exposição ao sol e aposte em tratamentos mais delicados para pele, como o peeling, aplicações de lasers e cremes a base de ácido retinido. A finalidade destes tratamentos é estimular a produção de colágeno.

Ao contrário do que dizem, a esfoliação da pele também é indicada nesse período. Feita uma vez por semana, ela ajuda na retirada de células mortas e na penetração de cremes para tratamento. O tipo de sabonete utilizado merece atenção especial, é importante sempre verificar na embalagem do produto o nível de pH, que deve estar perto de 5,5, o mais compatível com a pele. Os que possuem fórmulas hidratantes são extremamente indicados.


3. Alimente-se de forma saudável

É verdade que sentimos mais fome no inverno, pois estamos em busca de mais energia para estabilizar a temperatura do corpo. Apesar de não ser uma tarefa fácil, essa é a hora certa de reavaliar a alimentação e evitar excessos que podem provocar doenças como hipertensão e obesidade, além de aumentar as chances de problemas cardiovasculares.

Para isso, não é necessário abrir mão de delícias da estação. Veja algumas dicas úteis para deixar os pratos menos calóricos e, portanto, mais saudáveis:

:: Alimentos ricos em fibras proporcionam uma sensação maior de saciedade, portanto abuse dos integrais (pão, arroz, aveia, farelo de trigo, granola, etc.).

:: Na sopa, mantenha as verduras e saladas de costume nas refeições, mas aproveite para prepará-las refogadas ou a vapor e com temperos naturais.

:: No café da manhã ou no fondue, substitua os chocolates quentes tradicionais por versões light, de preferência com leite desnatado.

:: Nas massas, evite molhos brancos e escolha os tipos mais simples, de tomate ou bolonhesa.

:: Na sobremesa, substitua os doces açucarados por opções a base de frutas.

:: Para acompanhar, escolha bebidas como os chás verde, branco e vermelho, pois possuem propriedades antioxidantes, assim como o vinho tinto.


BEM-ESTAR



Por

Comentários