03 ago09:47

Policiais federais de SC podem aderir à greve nacional a partir da próxima semana

Os policiais federais que atuam em Santa Catarina realizam na manhã desta sexta-feira, sete assembleias para discutir a adesão à greve nacional da categoria a partir da próxima terça-feira. Caso se confirme, serviços como a emissão de passaporte, atendimento a estrangeiros e registro de armas, por exemplo, devem ser afetados diretamente.

Conforme o presidente do sindicato dos policiais federais no Estado, Luiz Carlos Mayora Aita, o indicativo é pela adesão e o resultado da categoria em SC deve ser conhecido até o fim do dia. Na pauta de reivindicações estão a reestruturação de cargos, a redefinição de atribuições da Polícia Federal e o reajuste salarial da categoria.

Depois que todos os Estados definirem se aderem ou não, devem ser discutidos que serviços serão afetados e de que forma será mantido 30% do efetivo, explica Aita. Apenas o plantão e o atendimento a casos de emergência devem permanecer.

De acordo com os dados do Sinpofesc, há 510 policiais na função e inativos sindicalizados. As sete delegacias da Polícia Federal no Estado ficam em Dionísio Cerqueira, Chapecó, Lages, Criciúma, Itajaí e Joinville, além de Florianópolis, que também concentra a Superintendência estadual.


DIÁRIO CATARINENSE





Por

Comentários