07 ago10:56

Homem acusado de estelionato foi preso em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Antonio Carlos Lucas, de 39 anos, foi preso em flagrante acusado de estelionato na tarde da segunda-feira, dia 6 de agosto em Chapecó. Ele oferecia para agricultores de São Carlos farelo de soja no valor de R$ 45 a saca, enquanto o preço do produto no mercado custa em média R$ 75. Antonio está no Presídio Regional de Chapecó.

Um agricultor ligou para a Polícia Militar e explicou a situação para os policiais. A vítima contou ainda que o acusado dizia ser representante de uma cooperativa da cidade. O agricultor foi orientado e recebeu acompanhamento da PM para fechar negócio com o golpista.

Antonio teria exigido pagamento à vista de R$ 12 mil e marcado encontro em frente a uma empresa, no acesso Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó. A promessa era que assim que o dinheiro fosse entregue a carga seria liberada para entregue.

Os agricultores entregaram R$ 5 mil, dinheiro que foi recuperado pela polícia após a prisão em flagrante. Segundo os policiais o produto não existia.

Este não foi o único caso. Na semana passada outro produtor, também de São Carlos, perdeu R$ 9 mil reais na compra de uma carga de milho que também não foi entregue.

A PM orienta os consumidores que tenham dúvidas sobre oferta de produtos com valores muito abaixo de mercado ou com suspeita de golpes, entrem em contato com a Polícia Militar.

Antonio tem 12 passagens registradas no Sistema Integrado de Segurança Pública, entre elas ameaça contra homem e contra mulher, além de estelionato praticado na cidade de São Carlos e Águas de Chapecó.


Por

Comentários