09 ago10:36

Cinco pessoas são presas por roubo a lotérica em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

No final da tarde da quarta-feira 10 pessoas foram conduzidas pela Polícia Militar de Chapecó para a Delegacia da Polícia Civil. Fabio Arruda, 18 anos, Pascoal Diequer Esteiner, 29, Cleverson Soares de Camargo, 21, Sergio Eduardo Moreira, 37 e Lucas Campos, de 19 anos, foram presos acusados de roubar uma lotérica no Bairro São Cristovão. Eles estão no Presídio Regional de Chapecó. As demais pessoas, entre elas a mãe e a irmã de um dos presos, foram ouvidas e liberadas.

Segundo informações da PM o assalto foi por volta por das 16h30. O proprietário do estabelecimento contou que dois homens armados entraram na lotérica e deram um tiro para o alto. Um dos assaltantes agarrou uma senhora que estava na fila pelo pescoço. Minutos depois mais dois disparos foram efetuados, um contra o vidro dos caixas e outro para o alto.

No momento da ocorrência um policial, que estava de folga e utilizava os serviços do local, saiu e conseguiu derrubar a moto dos assaltantes. A motocicleta estava ligada com uma chave micha. Sem poder fugir com a moto, os assaltantes entraram em uma EcoSport, com placas de Quedas do Iguaçu/PR. No automóvel estavam três pessoas que davam apoio ao assalto. Eles levaram aproximadamente R$ 5 mil em dinheiro.

Uma testemunha seguiu o veículo usado na fuga e informou a localização para a polícia. Guarnições da PM avistaram o a EcoSport no Bairro Bela Vista e foi iniciada uma perseguição até o Bairro Alvorada onde os dois homens foram abordados e presos.

Os outros três envolvidos na ocorrência haviam desembargado do veículo e entraram em uma casa no Bairro São Cristovão. Na casa os policiais localizaram uma bolsa, contendo aproximadamente 5 mil reais, provenientes do roubo, um revólver calibre 38, com 6 munições, sendo 2 deflagradas, um revólver calibre 32, com 6 munições, sendo 1 deflagrada, seis munições calibre 22, três munições calibre 38, uma lanterna tática, um canivete, e um carregador de rádio HT, que copia a frequência da Polícia Militar.

A moto utilizada no assalto havia sido roubada próxima a casa do Cleverson Soares de Camargo. Ele, que estava em liberdade condicional, já tinha passagens por roubo, tentativa de homicídio, furto de veículo entre outros. Fabio Arruda era foragido da justiça.


Por

Comentários