13 ago16:38

Orgulho de Sophia

Darci Debona| darci.debona@diario.com.br

Mesmo antes de iniciar a partida no domingo, dia 12, contra o Oeste a Chapecoense já tinha seu herói, que iria marcar o gol da vitória aos 32 minutos do segundo tempo.  No dia em que comemorava seu primeiro Dia dos Pais como homenageado, Eliomar foi o responsável pelos três pontos que garantiram à Chapecoense a terceira colocação no Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro.

Ao comemorar, Eliomar chorou de alegria. Eram lágrimas de quem sofreu muito nos últimos meses para poder ser chamado de pai. Sua esposa teve complicações na gravidez e o parto de Sophia, com 35 semanas de gestação, foi de risco.

Eliomar chegou a ficar oito dias sem treinar e dois jogos sem atuar. E a Chapecoense sentiu a falta do “curinga” do time, pois perdeu uma e empatou a outra. Mas nesses dois jogos Eliomar tinha outra missão: estar perto de sua esposa e sua filha, que ficou internada 27 dias e chegou a ficar na UTI.

Assim como Eliomar a torcida da Chapecoense também sofreu durante a partida contra o Oeste,antes de poder sorrir. Desde o início o time paulista “catimbou” a partida, atrasando reposição de bola. O goleiro Jaílson chegou a levar cartão amarelo. Aos 20 minutos de jogo, o atacante visitante Serginho deu um carrinho no goleiro Nivaldo, que revidou com um soco. Os dois foram expulsos.

Como o técnico Itamar Schulle teve que tirar um zagueiro para colocar outro goleiro, Juliano, Eliomar teve que ajudar mais na marcação.

Mas, no segundo tempo, como o jogo não saía do 0 a 0, ele começou suas investidas ao ataque. Aos 30 minutos, quase marcou, de cabeça, mas o goleiro espalmou. Dois minutos depois ele pegou a bola em velocidade pelo meio, tirou o zagueiro e chutou forte no canto direito do goleiro.

Todo o estádio vibrou com o pai de Sophia. Ontem ela completou um mês e meio de vida. Ela ainda não pôde assistir ao jogo  e  à comemoração, mas um dia vai saber que, no dia 12 de agosto de 2012, seu pai fez muitos outros pais felizes. E que ela foi uma das homenageadas pelo gol. –Estou muito feliz- disse Eliomar, ao final da partida. Ele já tem quatro gols na Série C. E domingo, contra o Madureira, no Índio Condá, pode dar sequência às homenagens.

Por

Comentários