15 ago17:01

Seis mulheres foram vítimas de tentativa de homicídio em Chapecó

[Atualizado 19h20]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Seguem internadas no Hospital Regional do Oeste em Chapecó, quatro, das seis vítimas da tentativa de homicídio da madrugada da quarta-feira, dia 15, na Linha Água Amarela, interior de Chapecó. O veículo onde elas estavam foi atingido por mais de 40 disparos de pistola calibre 380. Até o final desta quarta-feira nenhum suspeito pelo crime havia sido preso.

De acordo com a delegada da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso, Isabel Fauth, o caso está ainda com algumas informações desencontradas.

- Existem contradições nos relatos das vítimas – disse a delegada que ouviu o depoimento de duas mulheres e conversou com as demais no hospital.

Isabel disse ainda que as vítimas relataram não conhecer os suspeitos pelo crime. As investigações seguem com o apoio da Divisão de Investigação Criminal e do delegado Fabio Baja.

Cinco vítimas, sendo três adolescentes, uma de 12, uma de 14 e outra de 17 anos, e duas de 27 anos foram encaminhadas pelo Corpo de Bombeiros de Chapecó para o Hospital. Quatro passaram por cirurgia e seguem internadas em recuperação. A adolescente de 17 anos foi atendida e liberada ainda pela manhã.

Uma sexta vítima conseguiu fugir e se escondeu no mato.


Por

Um Comentário »

  • Gilmar disse:

    A primeira pergunta que a polícia deveria fazer não é “quem deu os tiros” e sim “o que as duas mulheres de 27 estava fazendo com menores de 12 e 14 anos no meio do mato as 4 da manhã?…”

Comentários