17 ago08:59

Operação Ágata fiscalizou 16 mil veículos

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Cerca de 16 mil veículos foram vistoriados em 11 dias da Operação Ágata 5 somente em Santa Catarina.

A Operação está sendo feita pelo Exército nas faixas de fronteira dos três estados do Sul e Mato Grosso do Sul. Em Santa Catarina são 350 militares e outras 50 pessoas da Polícia Durante a operação já foram aprendidos 40 metros cúbicos de madeira ilegal, em Maravilha; R$ 40 mil em notas falsas, em São Lourenço do Oeste, além de dois revólveres, pequena quantidade de maconha e cocaína além de mercadorias de contrabando e descaminho vindas do Paraguai.

Foram montados postos fixos de fiscalização na BR 163, em Dionísio Cerqueira, na SC 468, em São Lourenço do Oeste, e na BR 282, em Xanxerê.

Além da fiscalização o exército fez atividades sociais em Maravilha e Iporã do Oeste, com prestação de serviço médico e odontológico. Estão sendo utilizados um helicóptero e oito blindados na operação. De acordo com a capitã Beatriz Fragnan, do setor de Relações Públicas do 14º Regimento de Cavalaria Mecanizada de São Miguel do Oeste, a atuação das forças de segurança inibiu a passagem de mercadorias ilícitas pela região. O trabalho ainda não tem data para encerrar.

A operação Ágata é realizada pelo segundo ano consecutivo em Santa Catarina. Ela faz parte do Plano Estratégico de Fronteiras, ação do Governo Federal para coibir crimes transnacionais.


Por

Comentários