25 ago00:00

Chapecó: Capital do Oeste completa 95 anos

Darci Debona/darci.debona@diario.com.br

Considerada a “Capital do Oeste”, Chapecó completa hoje 95 anos de emancipação político e administrativa. Quando foi criado, o município abrangia uma área de 17 mil quilômetros quadrados, abrangendo praticamente todo o Oeste, com exceção do Meio Oeste, que ficou para Joaçaba, criada no mesmo dia.

A região que antes do século XX era povoada por índios, caboclos e tropeiros, passou a receber famílias vindas do Rio Grande do Sul a partir da colonização. Inicialmente teve sua sede no atual distrito de Marechal Bormann, foi um período para Xanxerê e, a atual sede, foi implantada em 1931. Devido ao planejamento do coronel Ernesto Bertaso as ruas são largas e organizadas. Ele já vislumbrava que a cidade iria crescer. Até a década de 50, as ruas eram de chão batido e os pinheiros ainda dominavam a paisagem onde atualmente proliferam os edifícios.


Sirli Freitas/Agencia RBS


Em 1950 a cidade registrou um episódio que repercutiu negativamente, que foi o Linchamento de quatro pessoas. A partir disso o município procurou apagar aquela imagem. Vieram as agroindústrias, como a Chapecó, a Sadia e Aurora. A cidade cresceu e se desenvolveu. Atualmente a taxa de crescimento é superior a 2% ao ano. No censo do IBGE de 2010 somou 183 mil habitantes. E caminha a passos largos para os 200 mil.

Há três anos, recebeu a reitoria da primeira universidade federal do interior de Santa Catarina, a Universidade Federal da Fronteira Sul. No ano passado, teve inaugurado seu primeiro shopping. E o time da cidade, a Chapecoense, tenta subir para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Tem como símbolo o monumento O Desbravador, de Paulo de Siqueira, e a Catedral Santo Antônio. Conta também com um belo pôr-do-sol, ruas floridas, o atraente Vale do Rio Uruguai e uma população acolhedora e empreendedora. Aos índios, caboclos, italianos, gaúchos, alemães e poloneses já se juntaram paulistas, paranaenses, paraibanos, cearenses, japoneses, libaneses e americanos, entre outros. A Capital do Oeste ainda é jovem e caminha para se tornar uma cidade grande.


Por

Comentários