28 ago08:32

Painel sobre os rumos do ensino marca lançamento de campanha do Grupo RBS

Um encontro entre autoridades e especialistas da área da educação vai marcar o início de uma busca por respostas para os principais dilemas da educação brasileira.

A realização de um painel para debater os desafios do ensino no país dará início na manhã de desta terça-feira (28) à nova campanha institucional do Grupo RBS, que pretende mobilizar a sociedade para esse tema, fiscalizar e cobrar ações eficazes do poder público e destacar exemplos positivos que podem inspirar outras iniciativas exitosas.

A nova bandeira institucional tem como mote a procura por soluções para os principais obstáculos à aprendizagem de qualidade. Por isso, tem como slogan A Educação Precisa de Respostas. Nos próximos meses, todos os veículos da RBS — jornais, TVs, rádios e sites — vão se debruçar sobre seis questões específicas que, uma vez respondidas, serão capazes de iluminar problemas pouco conhecidos do ensino no Brasil e apontar possíveis caminhos para a melhoria dos indicadores. Para iniciar essa busca, especialistas foram consultados e aderiram à campanha, contribuindo com suas respostas.

As perguntas, que procuram despertar a reflexão, foram elaboradas por uma equipe multidisciplinar a partir das metas de qualidade definidas pela ONG Todos pela Educação. O primeiro passo dessa busca por uma melhor qualidade nas escolas, já que o Brasil ocupa uma constrangedora 88ª posição no ranking mundial da educação elaborado pela Unesco, será dado às 9h desta terça-feira (28) com a realização de um Painel RBS sobre educação. Deverão estar presentes o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, os secretários estaduais do Rio Grande do Sul, Jose Clovis de Azevedo, e de Santa Catarina, Eduardo Deschamps, a secretária municipal do Rio de Janeiro, Claudia Costin, e o conselheiro do movimento Todos Pela Educação Mozart Neves Ramos.

Primeira pergunta da campanha questiona posição brasileira em ranking internacional

Como parte dessa mobilização, Zero Hora e os demais veículos deverão publicar séries de reportagens envolvendo temas como a formação e valorização dos professores, a participação das famílias no universo escolar e o baixo aproveitamento dos alunos ao final dos níveis Fundamental e Médio. A campanha também inclui a veiculação de anúncios em que especialistas de todo o país avaliam o cenário nacional. A logomarca do projeto tem como símbolo um dedo erguido, gesto habitual de quem quer fazer uma pergunta.

A questão a servir como ponto de partida para reportagens e debates é “Por que, mesmo sendo a sexta economia do mundo, o Brasil ainda está no 88º lugar no ranking mundial da educação?”.

O Painel RBS será transmitido para o Rio Grande do Sul e para Santa Catarina pela TVCOM. O evento também poderá ser acompanhado por rádio ou pela internet. Zero Hora e Diário Catarinense trarão a cobertura no site dos jornais e na edição impressa do jornal de quarta-feira (29).


AS SEIS PERGUNTAS

1 — Por que, mesmo sendo a sexta economia do mundo, o Brasil ainda está no 88º lugar no ranking mundial da educação?

2 — Por que 34,5% dos alunos do Ensino Médio não estão na série correspondente à sua idade?

3 — Por que é importante os pais participarem da vida escolar dos seus filhos?

4 — Por que apenas 2% dos estudantes querem seguir a carreira de professor?

5 — Por que 89% dos estudantes chegam ao final do Ensino Médio sem aprender o esperado em matemática?

6 — Por que a maioria dos alunos matriculados no último ano do Ensino Fundamental não aprende o mínimo considerado adequado?


Participantes do painel

Aloizio Mercadante: Ministro da Educação, bacharel em Economia pela USP. Foi deputado federal, senador e ministro de Ciência e Tecnologia. Em janeiro, foi nomeado para a pasta da Educação.


Claudia Costin: Secretária municipal de Educação do Rio, é graduada em Administração Pública, com doutorado em Gestão. Foi ministra da Administração e secretária da Cultura de São Paulo.


Eduardo Deschamps: Secretário estadual de Educação de SC, tem graduação, mestrado e doutorado em Engenharia Elétrica. Está credenciado como docente avaliador do Inep.


Jose Clovis Azevedo: Secretário estadual de Educação do RS, é doutor em Educação pela USP. Lecionou na rede pública, foi dirigente do Cpers e secretário municipal da Educação de Porto Alegre.


Mozart Neves Ramos: Conselheiro do movimento Todos Pela Educação e professor da Universidade Federal de Pernambuco. Eleito Educador Internacional do Ano em 2005.


Os especialistas

Profissionais ligados à área participam da primeira fase da campanha, respondendo às seis perguntas:

Antônio Elízio Pazeto, doutor em Educação e professor da Universidade do Estado de SC (Udesc)

Cláudia Costin, secretária municipal de Educação do Rio, ex-ministra da Administração do governo FH

Fernando Becker, doutor em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e professor da UFRGS

Gustavo Ioschpe, economista e especialista em educação

Helena Sporleder Côrtes, doutora em Educação e professora da Faculdade de Educação da PUCRS

Jorge Gerdau Johannpeter, empresário, presidente do Conselho de Administração da Gerdau e do Conselho de Governança do Todos pela Educação

José Francisco Soares, professor da Faculdade de Educação da UFMG, com pós-doutorado em Educação

José Paulo da Rosa, diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) no RS

Lourival José Martins Filho, diretor de Ensino do Centro de Ciências Humanas e da Educação da Udesc e presidente do Conselho Municipal da Educação de Florianópolis (SC)

Maria Amabile Mansutti, pedagoga, coordenadora técnica no Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec)

Miriam Abramovay, socióloga com doutorado em Ciências da Educação, coordenadora do projeto Violência e Convivência nas Escolas Brasileiras

Mozart Neves Ramos, professor e conselheiro do movimento Todos pela Educação

Nássara Scheck, formada em Magistério e em Educação Física, é diretora da Escola Estadual Aurélio Reis, em Porto Alegre

Priscila Fonseca da Cruz, diretora executiva do movimento Todos pela Educação

Silvia Colello, doutora em Pedagogia, professora da USP e coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Alfabetização e Letramento

Simon Schwartzman, doutor em Ciências Políticas, presidente do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade no Rio de Janeiro

Viviane Senna, empresária, presidente do Instituto Ayrton Senna e conselheira do Todos pela Educação


Como acompanhar

Terça-feira (28), das 9h às 11h


Pela TV

Transmissão pela TVCOM no RS e em SC


Pelo rádio

Rádio Gaúcha (RS), CBN Diário (SC)


Pela internet

Por meio dos seguintes sites:

www.painelrbs.com.br

www.zerohora.com

www.g1.com.br/rs

www.diario.com.br


O projeto na web

Confira informações sobre o projeto no site www.precisamosderespostas.com.br


ZERO HORA


Por

Comentários