28 set07:55

Chapecoense contrata atacante “The Flash”

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Henrique, o novo reforço no ataque da Chapecoense, foi apresentado na tarde desta quinta-feira na Arena Condá. O atacante de 23 anos veio por empréstimo do Cianorte/PR, onde participou de seis partidas na Série D. Ele fica no clube até o final da Série C.

José Henrique da Silva Dourado é natural de São Paulo e está em Chapecó com a esposa Samylle e o filho de oito meses, Vinicius. Ele já passou por equipes como União São João e Santo André.

De acordo com o diretor de futebol da Chapecoense, Mauro Stumpf, o jogador tinha também propostas de equipes do Paraná e do Nordeste.

- Estou muito feliz em vestir essa camisa e quero mostrar aqui o que fiz nos outros clubes que passei – disse Henrique.

O atacante fez o gol mais rápido da Série D, em apenas 15 segundos. Foi contra o Concórdia, no dia 22 de setembro. Após a saída a bola foi tocada para trás, o zagueiro do Cianorte deu um chutão para o ataque, a zaga do Concórdia afastou mal e os meias entraram tabelando e cruzaram na segunda trave onde Henrique chegou concluído de cabeça para a rede.

Veja o Gol “The Flash”

Henrique que estava no ritmo de treinos poderá estar a disposição do técnico Gilmar Dal Pozzo para a partida de domingo, contra o Duque de Caxias/RJ, em casa. Para isso o nome dele precisa estar inscrito no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

- Até o final desta sexta deve estar no BID – disse Stumpf. Após a apresentação o novo atacante já treinou com a equipe.


Perfil:

José Henrique da Silva Dourado, Henrique

23 anos (15/08/89)

Natural de São Paulo/SP

Altura: 186 cm

Peso: 80 Kg


Ping-pong

Diário Catarinense – Por quais clubes já passou?

Henrique – Iniciei minha carreira em 2007 no Flamengo de Guarulhos/SP. Depois passei pelo Lemense, União São João e Santo André, onde fiquei até o ano passado quando fui para o Cianorte. Atuei em seis partidas com o clube na Série D.


DC – Conhecia a equipe da Chapecoense?

Henrique – Sim. No ano passado, ainda quando estava no Santo André, participei de uma partida contra a equipe pela C. Também conheço o Rafael Mineiro. Jogamos juntos no Cianorte.


DC – O que a torcida do Verdão pode esperar de ti?

Henrique – O que me trouxe aqui foi a vontade de jogar e ajudar os outros jogadores para conseguirmos o acesso. E quero mostrar para a torcida tudo de bom que fiz nos outros clubes que passei.




Por

Comentários