23 out17:11

Chapecó é tricampeão do Circuito Oeste

O maior município do oeste confirmou no fim de semana porque é um dos principais polos de tênis de mesa em Santa Catarina. A equipe da Prefeitura de Chapecó/Unoesc/Nord Eletric/Aurora conquistou a quarta e última etapa do Circuito Oeste de Tênis de Mesa 2012, disputada em Pinhalzinho, e de quebra garantiu o título geral da temporada.

 “Vencemos as quatro etapas do ano e confirmamos boas colocações em praticamente todas as categorias. E é esse trabalho, em todas as classes de idade, que faz a diferença”, explica um dos técnicos da PMC/Unoesc/Nord Eletric/Aurora, Giancarlo Valentini.

O resultado deu aos chapecoenses o tricampeonato do Circuito Oeste – 2010, 2011 e 2012. Chapecó somou no Troféu Eficiência do ano 464 pontos contra os 326 pontos do segundo colocado, Abelardo Luz. Em terceiro ficou Pinhalzinho com 283 pontos.

Etapa final

A etapa decisiva reuniu 168 atletas de oito cidades do oeste: Abelardo Luz, Chapecó, Descanso, Guaraciaba, São Miguel do Oeste, Maravilha, São Domingos e Pinhalzinho; e outras duas do Rio Grande do Sul: Palmeiras das Missões e Erechim. A delegação de Chapecó confirmou o título da etapa com 03 medalhas de ouro, 01 de prata e 08 de bronze e somou 73 pontos.

A segunda colocação da etapa ficou com Abelardo Luz que somou 68 pontos e conquistou 05 medalhas de ouro, 01 de prata e 02 de bronze. Pinhalzinho terminou em terceiro com 01 de ouro, 03 de prata e 03 de bronze e 48 pontos. Em quarto lugar ficou Maravilha com 32 pontos e 03 medalhas de prata e 02 de bronze. A ATMEX, que reúnes atletas de Descanso, Guaraciaba e São Miguel do Oeste, somou 19 pontos e ganhou 01 medalha de prata e 02 de bronze. Os gaúchos de Palmeiras das Missões ficaram com 01 ouro e 01 bronze na sexta colocação.

Segundo o vice-presidente da Federação Catarinense de Tênis de Mesa (FCTM), Cleberson Silva, o Circuito Oeste provou mais uma vez que é uma das competições mais organizadas do estado e a cada ano se fortalece com novos clubes. “Temos um evento com mais de 160 atletas de média por etapa e com um nível técnico subindo ano a ano. E é desse evento que já surgiram campeões estaduais e atletas de seleção catarinense. Tenho certeza que novos talentos aparecerão”, comemora o vice-presidente da FCTM.

Por

Comentários