01 nov20:46

Chapecoense mais perto da Série B

 

A Série B está mais perto da Chapecoense. A vitória por 3 a 0 ontem, no Índio Condá, garantiu boa vantagem para o jogo de volta, no dia 8 de novembro, em Lucas do Rio Verde-MT. Lá o time catarinense poderá perder por até dois gols de vantagem. E, se fizer pelo menos um, pode até perder por três gols que garante a vaga. Se perder por 3 a 0 a decisão vai para os pênaltis.

O jogo não foi tão fácil como o placar sugere. No início o Luverdense mostrou porque tinha a segunda melhor campanha da Série C na primeira fase. Mas a Chapecoense não queria deixar escapar a vaga pelo terceiro ano consecutivo, sempre na segunda fase. Em 2010 faltou um gol contra o Ituiutaba (Boa). Em 2011 faltou uma vitória contra o Ipatinga.

Por isso o time da casa sabia que precisava criar uma boa vantagem no Condá. E ela começo a ser construída aos 22 minutos, numa cobrança de escanteio de Neném. A bola foi para área e o volante Julio Terceiro cabeceou contra o próprio gol. O lance lembrou o gol do título do Catarinense de 2011, contra o Criciúma, em que Neném cobrou falta e o volante Carlinhos Santos fez contra. –Foi bem parecido-lembrou. Neném..

Faltava aparecer o atacante Henrique, o The Flash, que fazia um gol a cada 36 minutos. Mesmo demorando um pouco mais, ele surgiu no segundo tempo.

Aos 15 minutos, numa disputa de bola, ele foi mais rápido que os zagueiros e só foi parado com falta de Dão, que acabou sendo expulso. Aí foram só mais sete minutos até o Henrique The Flash marcar o seu, o quinto em cinco jogos.

Jô também entrou na onda e, rapidinho, aos 27 minutos fez o terceiro. E só não foram mais porque os reflexos do goleiro Willian Alves também estavam em dia. Ao final da partida a torcida saiu confiante de que, desta vez, a Série B pode se tornar realidade.


FICHA TÉCNICA


CHAPECOENSE-3


Nivaldo


Fabiano (Souza)

André Paulino

Rafael Lima

Gilton


Wanderson

Paulinho Dias

Athos (Dudu F.)

Neném


Rodrigo Gral (Jô)

Henrique


Técnico: Gilmar Dal Pozzo


LUVERDENSE- 0


Willian Alves


Régis

Dão

Zé Roberto

Raul Prata


Júlio Terceiro

Gilson

Carlos Alberto

Rubinho


Valdir Papel (Fio)

Rafael Tavares (Tiago Garça)


Técnico: Dado Cavalcanti


Gols: Julio Terceiro, contra, aos 22 minutos do primeiro tempo. Henrique (C), aos 22 e Jô (C), aos 27 minutos do segundo tempo.

Arbitragem: Guilherme Cereta de Lima, auxiliado por Rogério Pablos Zanardo e Bruno Salgado Rizo Cartões amarelos: Zé Roberto (L)

Expulsão: Dão (L), aos 15 minutos do segundo tempo

Local: Estádio Índio Condá, em Chapecó

Público e renda: não divulgados

Por

Comentários