29 nov09:15

Gramado da Arena Condá é trocado em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O gramado da Arena Condá, testemunha de quatro títulos catarinenses e, recentemente, do acesso para a Série B, começou a ser retirado na manhã desta quarta-feira. Duas patrolas fazem a retirada do gramado antigo, que recentemente foi alvo de muitas críticas em virtude de buracos e desnível.

Segundo o proprietário da empresa responsável pelas obras, Alcedir Fiorini, devem ser retirados cerca de 200 caminhões carregados com a grama antiga. A destinação dos 11.700 metros quadrados de grama ficará por conta da empresa.

- Se o tempo colaborar essa etapa deve ser concluída em três dias – disse Fiorini. O empresário disse ainda que se o trabalho fosse realizado manualmente demoraria quase 15 dias.

Após a retirada completa do gramado inicia o trabalho de nivelamento do terreno. De acordo com a engenheira agrônoma, Maristela Kuhn, essa é uma das partes mais importantes do projeto e que vai garantir um bom gramado. Maristela é a responsável pelos gramados na nova Arena do Grêmio e do estádio Beira Rio.

Nessa fase inicia também a implantação do sistema de drenagem e irrigação. A etapa seguinte será a colocação de uma camada de argila, uma de brita e duas camadas de areia para melhorar a compactação e o plantio da grama do tipo Bermuda Tifway.

A plantação está prevista para o dia o dia 25 de janeiro e após isso o campo pode ser liberado para jogo em 45 dias. A expectativa é que o novo gramado seja estreado pela Chapecoense na partida do dia 10 de março, contra o Joinville, no returno do Campeonato Catarinense 2013.

Depois de pronto o campo, que tinha 100x70m, ficará com as dimensões recomendadas pela Fifa, de 105x68m, e ficará 45 centímetros mais alto do que está agora. Devem ser investidos no projeto R$ 639 mil.


Por

Comentários