30 nov09:45

Chapecoense mantém setor defensivo

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Vai ser difícil fazer gol na Chapecoense em 2013. O clube renovou com a defesa menos vazada da Série C: o goleiro Nivaldo e os três zagueiros titulares, Fabiano, André Paulino e Rafael Lima. O protetor da defesa, o volante Wanderson, também continua. O sexto titular que permanece é o meia Neném. O clube ainda negocia com outros titulares, o meia Athos, o volante Paulinho Dias e os atacantes Henrique e Rodrigo Gral. Destes a situação mais difícil é do atacante Henrique, que está emprestado do Cianorte-PR.

Outro jogador que atuou várias partidas como titular, o atacante Jô, também interessa, mas necessita renovar o empréstimo com o Cruzeiro-RS. O lateral Gilton foi dispensado, assim como outros jogadores que não vinham sendo aproveitados, como o zagueiro Dema, campeão Catarinense em 2011.

Dos jogadores que a direção interessa só não ficaram o meia-atacante Eliomar, que acertou a ida para o Figueirense, e o zagueiro Leonardo, que vai para o interior paulista.

De acordo com o vice-presidente de futebol do clube, João Carlos Maringá, os dois receberam propostas bem melhores. Ele afirmou que a Chapecoense deve manter a faixa salarial dos R$ 12 mil mensais, apostando em contratos por um ano e a disputa para a Série B.

Claro que alguns jogadores ganham mais. Mas a intenção da Chapecoense é não inflacionar a folha, que foi de R$ 257 mil durante a Série C. Quatro reforços devem ser anunciados nos próximos dias.

A Chapecoense também manteve o departamento de futebol que conquistou o acesso para a série B, com Maringá e os diretores Cadu Gaúcho e Mauro Stumpf. Os três e o presidente Sandro Pallaoro foram aclamados na noite de quarta-feira para mais um mandato de dois anos. Pallaoro disse que os objetivos são chegar entre os quatro melhores no catarinense, manter o time na Série B, implantar escolinhas na região, implantar consulados, aumentar os sócios de cinco mil para oito mil, melhorar os campos e a infraestrutura do Centro de Treinamento da Água Amarela, buscar certificação de formação de atletas e profissionalizar o departamento jurídico.



Por

Comentários