20 dez16:03

Éder Popiolski não é mais o técnico da Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora

De saída, mas sem sair. A partir desta quarta-feira (19), Éder Popiolski não é mais o técnico da Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora. O treinador multicampeão deixa a equipe de futsal feminino para assumir a coordenação das categorias de base da Chapecoense, clube de futebol da cidade que está na Série B do Brasileirão. 

A decisão estava tomando forma há cerca de um mês. Éder já tem ligações com a Chapecoense, sendo o atual coordenador da escolinha de futebol do clube, no projeto denominado Futuros Campeões. Agora, frente ao bom andamento deste projeto, o presidente Sandro Pallaoro convidou-o para assumir a formação de atletas profissionais de campo.

 Entretanto, o treinador não se afastará totalmente da Female Futsal, ficando como coordenador assim como na base do Verdão do Oeste. Ainda não há novo técnico. Nomes estão sendo avaliados, bem como propostas. Havendo uma definição, o clube anunciará o novo comandante. 

 * Histórico mais que vencedor

 Éder Popiolski está à frente da equipe de futsal feminino desde 1999, somando 14 temporadas de trabalho. Quando começou, o clube ainda se chamava Popiolski FC, sendo fundado por sua família. Embora a modalidade já era praticada, prevalecia o caráter amador. Foi a partir de seu comando que começou uma estruturação caminhando para o profissionalismo.

 O seu trabalho ímpar no aspecto tático e o bom planejamento organizacional resultaram em conquistas. Veio o tetracampeonato do Circuito Catarinense, o tri do Campeonato Catarinense oficial e a conquista da primeira edição do futsal feminino nos Jogos Abertos de Santa Catarina em 2003. Depois, houve um intervalo de títulos adultos, preenchido com ouros na base.

 Em 2008, dois anos após o clube adquirir a nomeclatura atual, as conquistas voltaram, e Chapecó passou a dominar o cenário nacional e mundial da modalidade. Veio o penta da Liga Futsal, o tetra da Taça Brasil Adulta, o tri da Copa das Nações (Mundial Interclubes) e o título do primeiro Sul-Americano de Clubes. Isso tudo sem esquecer o cenário estadual, aumentando a conta para seis Catarinenses e seis Jogos Abertos de Santa Catarina.

 Como reconhecimento, Éder chegou ao comando de seleções nacionais e estaduais. Foi duas vezes técnico da Seleção Brasileira Universitária, vencendo em ambas o mundial da categoria. E também comandou a Seleção Catarinense Sub 20 em duas oportunidades, sendo uma em conjunto com Edvaldo Erlacher, sagrando-se bicampeão do Brasileiro de Seleções.

 São números expressivos que certifica o nível de seu trabalho. Para Éder, as conquistas são resultado de uma boa preparação, na qual a qualidade deve sempre ser priorizada. Ele segue na Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora na função de coordenador, mas o seu nome já está gravado na história como um grande vencedor.

 * Principais conquistas

 Pelo clube:

Tetracampeão do Circuito Catarinense (1999 a 2002)

Hexacampeão catarinense (2001 a 03; 2009 a 11)

Hexacampeão dos Jogos Abertos de Santa Catarina (2003, 07, 09 a 11)

Pentacampeão da Liga Futsal Feminina (2008 a 12)

Tricampeão da Copa das Nações – Mundial Interclubes (2009 a 11)

Campeão do Sul-Americano de Clubes (2012)

 Por Seleções:

Bicampeão Mundial Universitário (2010/12)

Bicampeão Brasileiro de Seleções Sub 20 (2007/09)

Por

Comentários