25 dez17:38

"Sou feliz em Chapecó", disse Rodrigo Gral

Sirli Freitas – sirliane.freitas@diario.com.br

Rodrigo Gral acertou a permanência na chapecoense em 2013. O atacante que chegou aos 500 gols nesta temporada, acertou contrato até o fim do Campeonato Catarinense, e se não tiver lesões, estenderá o acordo para a série B. A apresentação do atacante e demais jogadores ocorre no dia 26 de dezembro, quando inicia a pré- temporada do clube. De férias em Porto Alegre, e feliz com o acerto, o atleta conversou com nossa equipe por telefone.

Diário Catarinense Como foi o acerto com o clube e porque demorou tanto para sair?

Rodrigo Gral – A diretoria tinha a opção de 6 meses e não me agradava porque eu tinha outras equipes interessadas tanto no Brasil como fora com contratos maiores. Eu sempre manifestei minha vontade de permanecer e conseguimos chegar num acordo financeiro, como ano passado eu tinha patrocinadores e não cobrava honorários do clube, esse ano o contrato foi firmado sem passar o teto estipulado pelo clube. Eu estou muito feliz e ganhei meu presente de natal antecipado com este acerto.

DC - A Chapecoense vai lutar pelo título, ou há outro favorito?

Gral – Eu já me imagino em campo no primeiro jogo contra o Palmeiras pela série B e o torcedor fazendo aquela festa, mas primeiro vou me empenhar ao máximo no Catarinense, além disso é um sonho disputar o Catarinense e buscar o título.

DC- A lesão que o atrapalhou na reta final da Série C do Brasileiro está totalmente superada?

Gral –Estou ansioso e preparado para voltar a jogar. Agradeço muito ao médico Mendonça e ao preparador físico Anderson Paixão que me ajudaram muito, sei da minha instabilidade mas sei também dos objetivos que quero  alcançar no próximo ano e isso é muito importante para mim.

DC- Como será competir com centroavantes como Lima e Zé Carlos no Estadual?

Gral – São dois grandes atacantes e artilheiros, o Lima vem se destacando no Joinville a algumas temporadas e fazendo muitos gols e o Zé Carlos não preciso nem comentar, o número de gols que ele fez este ano deixa claro sua qualidade de artilheiro. Vai ser uma ótima disputa espero que no final a Chapecoense saia vencedora.

DC- Você se vê como um líder dos atletas, escolhido pelo torcedor?

G ral– Estou muito feliz com a cidade e o torcedor que me abraçou. Chapecó é minha cidade, é o meu time do coração e isso pesou muito na minha decisão em permanecer.  Sei que vamos receber muito bem os novos contratados. Formamos uma família para conseguir o acesso e agora precisamos trabalhar mais forte, foi apenas um objetivo alcançado temos o catarinense e a série B pela frente.

DC- Um recado de fim de ano para o torcedor do Verdão.

Gral – Feliz natal para todos os chapecoenses e para minha família. Em 2013 ficamos entre os 40 melhores times do Brasil e vai ser um ano diferencial para nós torcedor e especialmente para mim como atleta. Obrigado pelo carinho que demonstraram por mim.

Por

Comentários