28 dez12:16

Cursos oferecem novas possibilidades de produção agropecuária

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), promove neste mês de janeiro 249 cursos gratuitos em todo o território catarinense. A meta é beneficiar mais de 3.984 produtores rurais.

“Os treinamentos propõem novas alternativas de renda às famílias rurais. São maneiras de aperfeiçoar o conhecimento dos produtores sobre as atividades que já desenvolvem ou de oferecer novas possibilidades de produção agropecuária para ampliar os ganhos das propriedades e garantir melhor qualidade de vida para quem vive no campo”, realça o superintendente do Senar/SC, Gilmar Zanluchi.

        Mensalmente, o Senar/SC oferece treinamentos voltados à formação profissional rural (FPR) e promoção social (PS). As ações na linha de FPR envolvem atividades de apoio agrossilvipastoril, pecuária, agroindústria, agricultura, atividades relativas à prestação de serviços, silvicultura e aquicultura. Na linha de promoção social, as atividades possuem caráter educativo e preventivo como educação, artesanato, cultura, esporte e lazer, alimentação e nutrição, saúde e organização comunitária.

TREINAMENTOS

Entre as capacitações oferecidas no norte do Estado estão a de arte culinária em Caçador, de beneficiamento e conservação de pescado em Campo Alegre, de produção caseira de pães em Canoinhas, de inclusão digital rural em Lébon Regis e aplicação de agrotóxicos em Mafra.

No Vale do Itajaí o treinamento de boas práticas de manipulação de alimentos para agroindústrias reunirá produtores em Agrolândia, de primeiros socorros em Braço do Trombudo, de pintura em tecido em Aurora, de pintura em emborrachado em Itajaí, de cortes, assados e empanados de frango em Ituporanga e de produção de própolis em José Boiteux.

Na região sul ocorrem os cursos de reformas e pequenas costuras em Gravatal, beneficiamento e transformação de peixes e frutos do mar em Biguaçu, olericultura orgânica em Palhoça, conservas de hortaliças e temperos em Florianópolis, cultivo de plantas medicinais em Imaruí e confecção de camisola e pijama em Imbituba.

No Planalto Serrano, estão previstas as capacitações de turismo rural em Alfredo Wagner, de manejo de colméia em Anita Garibaldi, de crochê em Bom Jardim da Serra, de doma racional de eqüídeos em Bom Retiro, de projeto leite em Bocaína do Sul e confecção de bermuda, saia e calça em Campo Belo do Sul.

A região do meio oeste contará com os cursos de bordado com patchcolagem em Salto Veloso, operação e manutenção de colheitadeiras automotrizes em Água Doce, controle de qualidade no transporte do leite em Treze Tílias, de ensilagem em Campos Novos, de produção caseira de pães em Brunópolis e de conservas de frutas em Ouro.

No oeste, entre os treinamentos estão os de produção caseira de massas para congelamento em Abelardo Luz, cortes e assados de carne suína em Cordilheira Alta, de beneficiamento e conservação de pescado em Ipira, de bordado com fita em Ipumirim e de tratamento de madeira em Seara. 

Entre os cursos que serão desenvolvidos no extremo oeste estão o de confecção de tapetes em Campo Erê, de tratores agrícolas em Saltinho, de doces de leite e iogurte em São Bernardinho, de queijos e industrialização de soro em São Miguel da Boa Vista e de jardineiro em  Descanso.

Os demais treinamentos podem ser encontrados no site do Senar/SC (www.senar.com.br), que traz as especificidades, carga horária, local e data de realização. Para participar, o produtor deve procurar o Sindicato Rural do município. Outras informações podem ser obtidas também pelo telefone (48) 3333-0322.

Por

Comentários