23 out19:08

Prefeito de Xaxim é afastado

O prefeito de Xaxim, Gilson Vicenzi, está afastado do cargo desde a tarde de segunda-feira por decisão liminar do juiz Christian Dalla Rosa, da 2ª Vara da Comarca de Xaxim. O motivo teria sido a suspensão de alguns serviços públicos após a eleição de 7 de outubro, onde Vicenzi era candidato à reeleição e foi derrotado pelo candidato da oposição, Idacir Orso (PMDB).

Na semana passada o juiz já havia determinado a retomada de serviços que estavam prejudicados após a eleição, em que o magistrado entendeu ocorrer retaliação política do administrador pelo resultado negativo do pleito. O juiz comparou a ação à postura de monarcas medievais.

Na oportunidade o juiz determinou o reestabelecimento do atendimento às condições anteriores à eleição, sob pena de multa diária de R$ 5 mil.

As decisões partiram de ação civil pública encaminhada pelas promotoras da comarca de Xaxim, Fabiana Mara Silva Wagner e Diana da Costa Chierighini. Elas argumentaram que houve denúncias de interrupção no transporte escolar, no Pronto Atendimento de Saúde, exames médicos, fisioterapia domiciliar e no convênio com o Hospital Frei Bruno, situado no município.

Como a situação não foi normalizada a promotoria encaminhou uma Ação de Improbidade Administrativa, por entender que o prefeito dava mostras de desprezo pelos poderes instituídos. –O objetivo foi garantir o bom andamento dos serviços e reestabelecer a ordem pública- explicou a promotora Diana da Costa Chierighini. Ela afirmou que os atos de Vicenzi volavam os princípios que regem a administração pública.

E afirmou que o vice, Adacir Araldi, que assumiu o executivo, pode ser responsabilizado judicialmente se não retomar a normalidade dos serviços. Araldi informou através de assessoria de imprensa de que não iria se pronunciar até se interar melhor da situação.


COTRAPONTO


O prefeito afastado de Xaxim, Gilson Vicenzi, disse que está recorrendo da decisão judicial e está confiante em voltar ao cargo. –Houve uma falta de entendimento- argumentou. Vicenzi reconheceu que houve redução dos cargos comissionados, embora não lembre quantos, e de convênios.

Mas nega que tenha ocorrido paralisação de atendimento em represália ao resultado negativo nas urnas. Ele afirmou que as medidas foram tomadas para se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal, que não permite aos administradores deixarem dívidas para seus sucessores.

-Não houve nenhuma paralisação na saúde, educação, transporte escolar ou no atendimento no hospital de Xaxim- argumentou.

1 comentário
23 out14:31

Dezesseis municípios já comunicaram a Defesa Civil Estadual

A Defesa Civil do Estado já recebeu comunicado extraoficial de 16 municípios que tiveram prejuízos com os temporais registrados entre segunda e terça-feira. Uma frente fria chegou ao estado na segunda-feira e causou instabilidade no clima. De acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, até o início da tarde não houve nenhum comunicado oficial.

Os municípios atingidos são: Ilhota (granizo), Blumenau (granizo e alagamento), Gaspar (granizo), Lages (granizo e alagamento), Santo Amaro da Imperatriz (alagamento), Correia Pinto (vendaval), Guaramirim (granizo e vendaval), Caçador (granizo e vendaval), Matos Costa (granizo e vendaval), Calmon (granizo e vendaval), São João do Itaperiu (granizo), Pirabeiraba (alagamento), Ituporanga (alagamento), Chapecó (vendaval e alagamento), Rio do Sul (granizo), Itaiópolis (vendaval e granizo).

O município de Concórdia também teve vendaval e alagamento mas não tinha comunicado a Defesa Civil até o início da tarde.

Comente aqui
23 out13:55

Dia de reconstruir os telhados e limpar a casa

Darci Debona|darci.debona@diario.com.br


A segunda-feira foi dia de limpeza e reconstrução para as famílias atingidas por um temporal, ocorrido no final da tarde de segunda-feira, no distrito Marechal Bormann, em Chapecó.

Cerca de 200 pessoas, de 60 residências, foram afetadas na maior cidade do Oeste. Ontem elas tentavam arrumar o estrago. A maioria das famílias é de baixa renda e enfrenta dificuldade para comprar as telhas. A Defesa Civil do município fez um levantamento e vai tentar auxílio do órgão estadual.

Janete Teixeira está desempregada e não tem dinheiro para cobrir a casa, que ficou completamente destelhada. –Vou pedir ajuda das pessoas pois não tenho condições- declarou. Ela mora sozinha com o filho, de 10 anos. Na hora do temporal, estava sozinha em casa. –Só me ajoelhei e pedi proteção de Deus- lembrou.

As marcas do temporal ainda estavam presentes no final da manhã desta segunda-feira. O chão molhado, água no fogão, roupa molhada no sofá e lonas cobrindo o pouco que restou seco. Janete dormiu numa vizinha. Ela calcula em R$ 6 mil o prejuízo. –Para nós que somos pobres é bastante- afirmou.

Artimiro Rodrigues também aguarda um auxílio da Defesa Civil. Na sua casa foram 42 telhas de cimento amianto danificadas. Só sobrou um quarto seco, onde a família dormiu à noite. A exemplo de Janete, ele não tem seguro. –O seguro é trabalhar- afirmou.

Sua mulher, Lena, passou o dia varrendo os cacos das telhas e tentando limpar o barro e a água que ficaram acumulados no piso. Eles só ligaram a energia elétrica na manhã de hoje. E ontem nem jantaram.

A filha Graziela Rodrigues, que estava em casa na hora do temporal, lembrava do ocorrido. –Foi menos de cinco minutos- calculou. O vento empurrou a porta e quebrou os vidros. Graziela teve um corte leve no pé, em virtude dos cacos.

Na casa vizinha, Ivonete e Ivonei de Almeida estavam trabalhando quando receberam por telefone a notícia de que a casas deles tinha sido atingida pelo vento. –Cheguei em casa e o cachorro latia apavorado como se quisesse contar o que tinha acontecido- lembrou.

Quando abriram a casa, estava tudo molhado e objetos caídos. Ivonei dormiu no carro e Ivonete foi com a filha dormir numa vizinha.

Hoje Ivonei pegou 30 telhas de cimento amianto para pagar posteriormente e começou a recontruir o telhado. O prejuízo passa de R$ 2 mil. Ivonete tentava ajeitar o que podia mas ainda aguardava o sol para secar as roupas e objetos da casa. Hoje eles ainda devem dormir fora.

Comente aqui
23 out11:52

Concórdia teve 53 ocorrências devido ao temporal

Os Bombeiros Voluntários de Concórdia finalizaram na manhã desta terça-feira os atendimentos em virtude do temporal que caiu na cidade no final da tarde de segunda-feira.

Foram 53 chamados de ocorrência em virtude de destelhamentos, árvores caídas e alagamentos. Os bairros atingidos foram Nações, Estados, Imigrantes e Santa Cruz. De acordo com o Líder do Dia dos Bombeiros, Armindo da Silva, ontem foram entregues 15 lonas. Hoje pela manhã foi realizado o corte de uma árvore que ameaçava cair sobre uma casa na rua 29 de Julho.

Nenhuma família teve que deixar sua casa. -Agora a chuva parou e a situação está tranquila- aifrmou Silva.

A Prefeitura também trabalhou na desobstrução de bueiros que entupiram durante o temporal.

Comente aqui
22 out22:07

Chapecoense na obrigação

Uma classificação que parecia fácil, ficou complicada. A Chapecoense está na obrigação de vencer o Tupi, no próximo sábado, às 16 horas, no Índio Condá, para garantir uma das quatro vagas do Grupo B para a próxima fase da Série C.


Tudo por causa das duas derrotas consecutivas fora de casa, contra Oeste (1×0) e Madureira (2×1). Com os resultados a Chapecoense perdeu a vice-liderança e caiu para o quinto lugar, fora da zona de classificação. Os catarinenses foram ultrapassados pelo Oeste (28 pontos), Caxias (27 pontos) e Duque de Caxias (os mesmos 26 pontos da Chapecoense mas oito vitórias contra sete da Chapecoense).
Mesmo assim a Chapecoense só depende das próprias forças porque o Duque de Caxias e o Caxias se enfrentam na última rodada. Outro problema da derrota para o Madureira é que, mesmo classificando, o time de Gilmar Dal Pozzo dificilmente ficará em primeiro ou segundo lugar do grupo. Os dois primeiros garantem o segundo jogo do “mata-mata” em casa. O líder Macaé, 29 pontos, e o vice líder Oeste, com 28, jogam em casa.
O mais provável é que a Chapecoense classifique em terceiro ou quarto, decidindo a vaga na Série B fora de casa. Se ficar em quarto provavelmente pega o Fortaleza.
O técnico Gilmar Dal Pozzo reconheceu que o time jogou mal fora de casa mas está confiante, pois o time depende apenas de suas forças e joga em casa. –Temos uma chance boa, na nossa casa e com a nossa torcida- avaliou.
Ele espera um bom público para ajudar o time a garantir a vaga na segunda fase. –Temos que mobilizar a torcida para o último jogo. Para o técnico não é momento de ficar pensando na derrota para o Madureira. –Se ficarmos lamentando vai influenciar no jogo de sábado- concluiu.
O presidente do clube, Sandro Pallaoro, lamentou que o time desperdiçou as chances de classificação antecipada. –Agora é tudo ou nada- declarou. O presidente disse que é hora de dar um puxão de orelha mas também passar tranquilidade- afirmou. Afinal o time precisa apenas repetir o que vinha fazendo nos últimos jogos em casa, onde goleou Caxias (4 a 0), Duque de Caxias ( 3 a 1) e Brasiliense (3 a 0).

Comente aqui
22 out20:07

Cerca de 60 casas destelhadas no Oeste

Darci Debona|darci.debona@diario.com.br

Cerca de 60 casas foram destelhadas por um vendaval, ocorrido no final da tarde de ontem, no Distrito Marechal Bormann, em Chapecó. De acordo com informações dos bombeiros foram duas rajadas de vento forte, que ocorreram entre 17h30 e 18 horas. –A segunda rajada veio acompanhada de chuva, o que dificultou o trabalho de auxílio às famílias- disse o soldado Ewerton Luiz Oliveira.

Foram distribuídos dois mil metros quadrados de lona. De acordo com o secretário de Defesa do Cidadão do Município, Sérgio Wallner, não há registro de feridos, desabrigados ou desalojados. Hoje os trabalhos de retirada de árvores prosseguem. Cerca de 20 árvores caíram. A Defesa Civil deve fazer hoje um levantamento dos prejuízos. A intenção é buscar auxílio para reposição das telhas das famílias carentes atingidas.

Comente aqui
20 out17:34

Tarifas de ônibus coletivo sobem de 8 a 10%

A tarifas de transporte coletivo urbano em Chapecó terão aumento de 8 a 10% a partir deste domingo. A passagem comprada antecipada nos pontos de venda passa de 2,03 para R$ 2,20. Quem pagar na hora terá que desembolsar R$ 2,50. A tarifa para estudante passa de R$ 1,00 para R$ 1,10.

O decreto que aumentou as passagens foi publicado na sexta-feira, pela Prefeitura. De acrodo com nota divulgada pela assessoria de imprensa o motivo do reajuste foi a defasagem entre o valor praticado e os custos de manutenção. O reajuste anterior havia sido em 2009.

1 comentário
20 out16:59

Chapecoense vacila novamente

Darci Debona|darci.debona@diario.com.br


Pela segunda vez consecutiva a Chapecoense vacilou fora de casa e novamente foi derrotada, desta vez por 2 a 1, para ao Madureira, neste sábado, em Madureira. Com o resultado a Chapecoense mantém os 26 pontos e pode perder a vice-liderança até o final da rodada.

O início do primeiro tempo foi equilibrado, com poucas chances de gol. Apesar de ter três atacantes a Chapecoense quase não levou perigo ao gol adversário. Uma das poucas chances de marcar foi com Fabiano, de cabeça, aos 31 minutos, mas a bola foi para fora. No final do primeiro tempo o Madureira passou a dominar a partida. Derlei teve uma chance de marcar, mas também errou.

Aos 45 minutos, Paulinho Dias entrou de carrinho em Carlinhos e cometeu pênalti. Já nos descontos, Derlei cobrou e abriu o marcador.

O Madureira continuou melhor no início do segundo tempo. Rafael Lima evitou o segundo gol do time da casa, que aos 19 minutos ficou com um jogador a menos, pela expulsão de Patrick. Mesmo com um jogador a menos o Madureira ampliou aos 21 minutos, num chute de fora da área de Jean.

Somente aos 33 minutos a Chapecoense fez valer a vantagem numérica. Dudu Figueiredo fez boa jogada e tocou para Henrique marcar. Mas faltou força para buscar o empate. Agora fica tudo para a última rodada, sábado, contra o Tupi, no Condá.



FICHA TÉCNICA


MADUREIRA-2: Cléber, Patrick, Zé Carlos, Roberto Jr e Zeca; Gilson, Rodrigo, Michel Santos, Carlinhos (Paulo Vítor); Jean (Vitor Silva) e Derlei. Técnico: Luiz Cláudio


CHAPECOENSE-1: Nivaldo, Fabiano, André Paulino (Souza), Rafael Lima e Gilton (Dudu Figueiredo); Wanderson, Paulinho Dias e Neném; Cristiano (Henrique), Rodrigo Gral e Jô. Técnico: Gilmar Dal Pozzo


Gols: Derlei (M), aos 46 minutos do primeiro tempo. Jean (C), aos 21 minutos, Henrique (C), aos 33 minutos

Arbitragem: Gilberto Rodrigues Castro Júnior, auxiliado por Marcos Vinícius Gomes e Wesley Moreira de Carvalho

Cartões amarelos: Roberto Jr, Cléber, Vitor Silva e Rodrigo (M); Gilton, Paulinho Dias e Souza (C).

Expulsão: Patrick (M), aos 19 minutos do segundo tempo.

Local: Estádio Aniceto Moscoso, em Madureira-RJ

Público: 378 pessoas

Renda: R$ 2.240

1 comentário
20 out14:53

Colégio Logosófico mostra trabalhos sobre ética

A “A Ética e seu poder transformador” foi o tema escolhido pelo Colégio Logosófico de Chapecó para a 7a Feira do Conhecimento, realizada neste sábado.

Durante o ano os alunos do Infantil 1  (menores de 2 anos), até o 5o Ano realizaram diversos estudos e projetos envolvendo os conceitos que formam a ética.

Durante a feira eles apresentaram trabalhos quem remontam ao conceito de ética na Grécia Antiga, os pensamentos que influenciaram a humanidade, o cultivo da amizade, o valor do exemplo e a escolha de palavras e atitudes que proporcionem o bem comum. O estímulo ao estudo e à pesquisa era um dos desafios. De acordo com a diretora, Luciana Balbinott Paludo, o objetivo da escola ao propor o tema foi que crianças colocassem em prática na vida o que estavam aprendendo durante o ano. Também foi uma oportunidade para que os familiares refletissem sobre os conceitos trabalhados.  

Comente aqui
20 out14:15

Seara faz prevenção contra câncer

A Secretaria da Saúde de Seara realiza neste sábado mais uma campanha do dia “D” do Preventivo, com coleta de material para exame de prevenção do câncer de colo uterino e câncer de mama.

A ação iniciou pela manhã e vai até 16 horas no Posto de Saúde do Bairro São João e na Rede Feminina de Combate ao Câncer. As mulheres recebem atendimento gratuito, além de orientações dos profissionais de fisioterapia, nutrição e enfermagem. Pela manhã houve caminhada de conscientização pelas ruas do centro com as integrantes da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

-O câncer de colo de útero tem cura quando diagnosticado com antecedência, por isso a importância de se prevenir- disse o secretário da Saúde, Odair Felippe.

Comente aqui