Fotos

28 nov09:16

Mãe e irmã lembram infância do ministro em Faxinal dos Guedes

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Na varanda da casa de imbuia construída há mais de 30 anos, em Faxinal dos Guedes, onde o ministro Teori Albino Zavascki gosta de tomar chimarrão nas suas férias, a irmã, Delci Zavascki Salvatori, e a mãe, Pia Zavascki, receberam o Diário Catarinense para contar sobre a infância do mais novo membro do STF.

Elas moram numa chácara do bairro Oselame, no limite entre a zona urbana e a zona rural. É um lugar tranquilo, com belo gramado, onde o ministro gosta de fazer caminhadas. Duas vezes por ano ele vai para Faxinal dos Guedes. Uma delas é em maio, quando sua mãe, que está com 97 anos, faz aniversário.

Apesar da idade, ela está bem lúcida.

– É um pouco longe, a gente vai se ver pouco, mas fico feliz pois ele está lá em cima – disse Pia.

>> Ministro Teori Zavascki descarta participar do julgamento do mensalão

Ela lembrou que, quando era pequeno, Teori brincava de fazer arapucas, que são armadilhas para pegar passarinho. Ele e a irmã desciam ladeiras se equilibrando em cima de tonéis. Mas o futuro ministro tinha uma atenção especial para os estudos.

– Quando ele estava estudando, queria silêncio – lembra Delci. Segundo a mãe, ele sempre foi bem humorado e inteligente.

–Ele decorava uma vez e não esquecia mais – disse Pia Zavascki.

Nas datas comemorativas, como Sete de Setembro, Dia das Mães, era ele quem fazia os discursos. E, segundo a irmã, Teori ainda declama nas festas da família.

Mãe e filha pegam avião no meio-dia desta quarta-feira em Chapecó, com destino a Brasília, para acompanhar a posse no Supremo Tribunal Federal. Emocionada, Delci lembra que nos julgamentos do mensalão já prestava atenção na cadeira vazia.

– Essa é a cadeira do Teori – falava, com orgulho do irmão, que será o segundo catarinense a ocupar uma vaga no STF.


Comente aqui
28 nov09:10

Blog da Atântida: Will.i.am cancela vinda ao Brasil

Quem comprou ingressos para os shows da cantora Madonna no Brasil incluindo no pacote o show de abertura de Will.i.am terá que se contentar com DJs brasileiros. O cantor e DJ não poderá vir por conflitos na Agenda.

Leia a nota completa no Blog da Atlântida Chapecó.

E mais: Depois de passar o fim de semana com Rihanna, Chris Brown manda SMS para outra ex-namorada.


Comente aqui
28 nov08:51

Expectativa para a venda de frigoríficos movimenta o Oeste

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A crise da Diplomata, que foi afastada na semana passada da administração da unidade de Xaxim, reacendeu a discussão sobre a atuação da massa falida da Chapecó Alimentos, que chegou a figurar entre as quatro maiores agroindústrias do país. O afastamento da Diplomata, inclusive, foi dado após ação judicial encaminhada pelo síndico da massa falida, Alexandre Brito de Araújo.

O responsável por administrar os ativos e passivos da Chapecó Alimentos, que suspendeu as atividades em 2003 e teve a falência decretada em 2005. No ano em que a empresa suspendeu as atividades, as cinco unidades frigoríficas da Chapecó Alimentos — nas cidades de Chapecó, Xaxim, Santa Rosa (RS), Cascavel (PR) e Amparo (SP) — foram arrendadas com opção de compra pelas arrendatárias.

Araújo disse, na semana passada, que pretende encaminhar a venda das unidades em 2013. O negócio não seria feito no formado de leilão, e sim uma “venda extraordinária”. As unidades seriam oferecidas preferencialmente para os arrendatários, que teriam que obedecer a alguns critérios.

Eles teriam que pagar, no mínimo, o valor das avaliações feitas em 2009 corrigidas pelo INPC. Feito o cálculo, o patrimônio estaria avaliado em R$ 615 milhões. A venda seria feita em lotes separados por unidade produtiva.

O negócio também teria que ser aprovado pelos detentores de 2/3 dos créditos da falência. Os maiores credores, em valores de 2005, são o BNDES, com R$ 283 milhões, o IFC, com R$ 99 milhões, e o Banco do Brasil, com R$ 52 milhões.


Proposta de venda está em análise pelos credores

A proposta de venda já foi encaminhada para os credores e está sob análise. O síndico da massa falida estima que bastam cinco ou seis dos principais credores aprovarem para encaminhar a negociação. Das cinco unidades, somente a de Amparo (SP), que foi arrendada pela Frango Forte, que também está em processo falimentar, não está produzindo. Neste caso, a oferta seria feita para outro grupo.

O mesmo vale para a unidade de Xaxim, arrendada pela Diplomata, que está com dificuldades e opera somente com metade da capacidade até 21 de dezembro, quando interromperá a produção. Nessa data, a Diplomata também deve deixar a unidade, segundo decisão judicial. A massa falida da Chapecó Alimentos negocia com a Aurora para que assuma o frigorífico na cidade.

A Aurora já arrenda o frigorífico de Chapecó e tem interesse em adquirir a unidade definitivamente. As outras unidades, de Santa Rosa, operando com a Alibem e a de Cascavel, que foi assumida pela Globoaves, estão abatendo normalmente. As duas empresas não se manifestaram sobre possível negociação das unidades.


Patrimônio total da Chapecó Alimentos: R$ 615 milhões

Total de dívidas da empresa: R$ 1 bilhão


A história da Chapecó

— A Chapecó Alimentos iniciou suas atividades em 1952, em Chapecó;

— Em 1999, o controle acionário passou para a Alimbras, do grupo argentino Macri, após dificuldades financeiras;

— No auge da empresa, ela chegou a ter 5 mil funcionários, a abater 5 mil suínos e 490 mil aves por dia;

— Em 2003, a empresa enfrentou falta de capital de giro e milhares de frangos morreram. As unidades foram paralisadas;

— Houve negociação para venda, mas sem acordo final. A solução foi arrendar as unidades com opção de compra.


O que aconteceu com as unidades da empresa:

— De Chapecó: arrendada para a Aurora, tem 1.723 funcionários. Incluindo granjas, está avaliada em R$ 167 milhões;

— De Xaxim: arrendada para a Diplomata, tem 1,1 mil funcionários. O lote que inclui a unidade, os incubatórios, granja e fábrica de ração, está avaliado em R$ 187 milhões;

— Santa Rosa (RS): arrendada para a Alibem, tem 1,5 mil funcionários, abate 3 mil suínos por dia. O lote, que inclui o frigorífico, a fábrica de ração e granjas, tem custo estimado de R$ 124 milhões;

— Cascavel (PR): arrendada para a Globoaves, tem 1,2 mil funcionários. O frigorífico, junto com incubatório e fábrica de rações no Distrito de Marechal Bormann, em Chapecó, está avaliado em R$ 96 milhões;

— Amparo (SP): arrendada para a Frango Forte, que, em 2008, entrou em pedido de recuperação judicial, está parada. A unidade está avaliada em R$ 30 milhões;

— Outros bens da Chapecó Alimentos: filiais comerciais (R$ 10 milhões), marca (não avaliada).


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
27 nov12:50

Inicia troca do gramado na Arena Condá

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Os trabalhos de troca do gramado na Arena Condá em Chapecó já começaram. Nesta terça-feira a engenheira agrônoma, Maristela Kuhn, esteve no local para dar início os trabalhos. Após a retirada do gramado inicia o trabalho de nivelado, colocação de uma camada de argila, uma de brita e duas camadas de areia para melhorar a compactação. Em seguida será colocada a grama do tipo Bermuda Tifway.

Segundo a engenheira, a planta desenvolvida nos Estados Unidos é híbrida e se adapta bem ao clima do Brasil. As plantas, que vem da cidade gaúcha de Santo Antonio da Patrulha, devem ser colocadas em rolos.

De acordo com o diretor técnico de obras públicas da Prefeitura de Chapecó, Fábio Eckert, a retirada do atual gramado da Arena deve iniciar ainda nesta quarta-feira, dia 28.

- Com a troca o gramado ficará 45 centímetros mais alto do que está agora – destacou o diretor.

Segundo Eckert a grama deve ser plantada até o dia 25 de janeiro. Após o plantio o campo pode ser liberado para jogo em 45 dias.

A expectativa da diretoria do clube é que o campo seja estreado no returno do Campeonato Catarinense 2013, na partida contra o Joinville, no dia 10 de março.

O gramado terá as dimensões exigidas pela Fifa 105x68m. No projeto que prevê ainda sistema de drenagem e irrigação automática, devem ser investidos R$ 639 mil.


Características do gramado

- Tem crescimento rápido, principalmente quando é arrancada pela chuteira dos jogadores;

- Não é preciso ser cortada toda semana, pois ela cria uma espécie de trama;

- É mais densa que as demais;

- Diminui a incidência de ervas daninhas e ajuda a evitar lesões nos jogadores.


Foto oficial do Acesso

Na tarde desta terça-feira os jogadores da Chapecoense se reapresentam na Arena Condá e fazem a foto oficial do elenco que garantiu o acesso do time para a Série B do Campeonato Brasileiro 2013.


Comente aqui
26 nov20:26

Chapecoense vai manter Fabiano e Nivaldo

Darci Debona|darci.debona@diario.com.br

O zagueiro Fabiano e o goleiro Nivaldo estão entre os nomes que devem continuar na Chapecoense em 2013. O zagueiro tem contrato com o clube até o final do ano que vem e ainda terá prorrogação. O goleiro Nivaldo também deve continuar. De acordo com o vice-presidente de futebol, João Carlos “Maringá”, há interesse tanto do clube, quanto do goleiro, que deve ir para seu sétimo Catarinense defendendo a Chapecoense.

A diretoria também pretende manter outros jogadores do setor defensivo. Maringá disse que o maior problema é com jogadores emprestados, como os atacantes Jô e Henrique, os volantes Paulinho Dias e Dudu, o ala Gilton, o meia Dudu Figueiredo e o atacante Thuram.

Maringá confirmou o interesse nos atacantes Jô e Henrique. Também há interesse em renovar com Rodrigo Gral. Mas aí dependeria do acerto com os patrocinadores do atleta.

Os meias Neném e Athos tem interesse em continuar no clube.

Quem dificilmente fica é o meia Eliomar. Ele tem outras propostas, inclusive do Figueirense. A direção da Chapecoense gostaria de contar com o jogador mas sabe que ele deve ter propostas melhores, pois seu empresário nem encaminhou proposta. O ala Willian também está deixando o clube.

Nesta terça-feira está programada a reapresentação, às 16 horas. Depois, deverão ser anunciadas dispensas e férias.

Comente aqui
26 nov10:12

Blog da Atlântida: Hit Gangnam Style supera Justin Bieber no YouTube

O hit Gangnam Style, do Psy, que está no ‘Livro dos Recordes’ como o detentor do vídeo mais curtido no YouTube, quebrou mais uma marca: o astro sul-coreano ultrapassou Justin Bieber e é dono do vídeo mais assistido na história do site.

Assista o vídeo o Blog da Atlântida Chapecó.


1 comentário
26 nov09:31

Dois jovens morrem após veículo sair da pista e cair em barranco na BR-282 em Xanxerê

[Atualizada 17h07]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Dois jovens morreram após o veículo que eles estavam sair da pista e cair em um barranco. O acidente foi por volta das 2 horas da madrugada desta segunda-feira, na BR 282 em Xanxerê. O motorista do veículo Gol, placas de Xanxerê, Fernando Bielinki, 29 anos e o passageiro David Alves dos Santos, 22, não resistiram ao impacto da colisão e morreram no local.

Os ocupantes Renato Rodrigues, 21 anos, e Márcio Quintino de Moraes, 24, foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros de Xanxerê e encaminhados para o Hospital São Paulo de Xanxerê.

De acordo com Assessoria do Hospital, Renato segue internado na Unidade de Terapia Intensiva e Márcio teve alta no início da tarde desta segunda.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Xanxerê.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê os jovens faziam o sentido Faxinal dos Guedes – Xanxerê.


Comente aqui
26 nov08:49

Luis Lopes é o repórter doceiro

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Quando ele chega na redação da RBS TV em Chapecó com uma sacola ou um pote todo mundo já abre um sorriso e pensa: – Oba, o Luis trouxe doce.

Todos param o que estão fazendo para conferir qual a guloseima que o editor do RBS Notícias, Luis Lopes, preparou desta vez. Tem aqueles que ficam ansiosos para experimentar, outros querem repetir. Funcionários de outros setores vão até a redação para fazer “integração”.

Há cinco meses em Chapecó, ele causou surpresa ao revelar talento na cozinha e generosidade com os colegas. No começo alguns até ficaram desconfiados. Será que ele estava fazendo algum experimento?

O certo é que a iniciativa de Luis Lopes criou um clima de descontração na redação e serviu para integrar mais outras editorias. Ele recebeu encomendas e até chantagem de colegas, que só passam informações e imagens para ele em troca de algum doce.

Para Luis, fazer doces é um hobby. Sua paixão mesmo, que surgiu na infância, é o jornalismo. Formado pela Universidade de Cruz Alta, em 2006, foi contratado pela RBS de Blumenau em 2008. Na época ele até pensava em seguir carreira acadêmica. Para alegria de seus colegas em Blumenau, Caxias do Sul e agora Chapecó, ele seguiu no grupo RBS.

Assim, enquanto o público em geral degusta suas matérias na televisão, seus colegas têm versões ainda mais saborosas da notícia.


Entrevista

Quando você começou a fazer doces?

Luis Lopes: Quando eu tinha nove anos, meu pai cozinhava e a gente brincava de cada dia fazer um prato diferente. Ele fazia uma batata com sardinha e dizia que era um prato português. Eu gostava mais de doce. Ele me incentivava a descobrir sabores diferentes. Ele dizia: mistura pra ver o que da e la ia eu inventar alguma coisa….


Você contou uma vez que começou a carreira profissional como vendedor de paçoquinhas, é verdade?

Luis Lopes: Com 10, 11 anos eu já vendia rapadurinha, pastel e era o melhor vendedor de uma mulher que fazia cocada. Mas aí ela parou de fazer e eu comecei a comprar paçoca e revender. Só que teve uma época que a paçoca sumiu do mercado. Aí tive que aprender a fazer paçoquinha para continuar com a renda.


Como surgiu essa iniciativa de levar doces para o trabalho?

Luis Lopes: Aos 14 anos fui contratado como menor aprendiz na Prefeitura de Cruz Alta. Na secretaria de Educação tinha uma colega, chamada Elizabeth, que tinha costume de levar lanches. Achei aquilo muito legal pois todo mundo se reunia. Acabava sendo um happy hour, um momento de integração. Quando saí da prefeitura fui aprender a cortar cabelo, no mesmo local onde mais tarde me tornei instrutor.Duarnte as aulas já era costume levar doces para os alunos. Continuei o costume, agora, na RBS. Acredito que a comida integra e para mim é um hobby.


Tem algum segredo nos teus doces?

Luis Lopes: De tanto experimentar aprendi que mistura chocolate com leite condensado é melhor que usar Nescau. O chocolate tem que ser meio amargo.


Como são as tuas receitas, você tem anotado ou faz tudo de cabeça?

Luis Lopes: A base do brigadeiro serve para muitas receitas. A partir disso vou inventando, colocando creme de leite, mousse de limão…misturando sabores doces com acidos O que vem depois crio na hora. Não anoto nada. Tenho tudo na cabeça. Minhas medidas também são a olho.


Quando que você cozinha?

Luis Lopes: Geralmente faço à noite, em casa. Às vezes é uma hora da manhã e estou cozinhando. É um hobby mesmo.


Como faz para não engordar?

Luis Lopes: Minha dica e a seguinte: Doce engorda…então raramente como, às vezes pego uma colher, duas.


Como é a reação das pessoas quando você chega com os doces?

Luis Lopes: É muito legal ver a reação das pessoas. Desde pequeno aprendi com o pai a observar os comportamentos. É como um “teste de qualidade” do produto. Gosto de saber se ficou bom, se ficou muito doce ou não. Normalmente o retorno e sempre muito bom.


E o jornalismo, como surgiu?

Luis Lopes: Era um sonho de infância.Aos 21 anos eu não tinha nem o ensino fundamental completo (parei de estudar porque optei pelo curso técnico) e retomei quando decidi fazer faculdade. Fiz supletivo e aos 22 consegui juntar dinheiro cortando cabelo para pagar a matricula no curso de Jornalismo. Comecei na RBS em 2008 com freelancer, seis meses depois fui contratado e enfreitei meu primeiro grande desafio como repórter: A cobertura da primeira grande tragédia climatica do pais.Foi uma experiência muito siguinificativa para a carreira. Na época, a equipe conquistou o prêmio “Você surpreendeu” do Jornal Hoje. Em 2010 fui promovido e tranferido para Caxias do Sul onde atuei como editor do RBS Noticias. Há 5 meses estou em Chapecó.



1 comentário
24 nov17:57

Mãe e filha morrem em acidente na BR-282 em Vargeão

Uma colisão frontal entre um Gol, placas de Xaxim, e um caminhão, placas de Rio do Sul, tirou a vida de Clezia Margarete dos Santos, 30 anos, que conduzia o veículo, e da filha dela, Iara dos Santos Oliveira, de 4 anos. Jussara de Ramos, de 24 anos, amiga da família teve ferimentos graves e segue internado em estado grave na UTI do Hospital Regional do Oeste em Chapecó.

O acidente foi por volta das 10h10 deste sábado, na BR-282, em Vargeão.

O condutor do caminhão, Valdir Marsani, de 50 anos, não teve ferimentos e foi liberado.

A Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê investiga as causas do acidente.



Comente aqui
24 nov17:20

Diretoria define na segunda destino dos jogadores

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A temporada 2012 terminou para a Chapecoense. Depois de chegar na semifinal do Campeonato Catarinense o Verdão se despede da Série C, também na semifinal. Mesmo com a terceira posição na competição o time conquistou o objetivo: a conquista inédita da vaga para a Série B em 2013.

Na tarde deste sábado os jogadores desembarcaram no Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso em Chapecó. Mesmo com o empate em 0 a 0 com o Oeste em Itápolis/SP, o semblante dos jogadores era de dever cumprido.

- Alcançamos o nosso objetivo e agora é pensar em 2013 – disse o presidente do clube, Sandro Pallaoro.

Agora os atletas e comissão técnica têm folga no final de semana e se reapresentam a partir da segunda-feira, dia 26, no clube. E é a partir desta data que o destino dos jogadores será traçado.

- Quem fica, quem sai, será decidido na reunião da diretoria – disse Pallaoro. A reunião está marcada para iniciar as 10h.

- Quem fica, quem sai, será decidido na reunião da diretoria – disse Pallaoro. A reunião está marcada para iniciar as 10h.

Além do técnico Gilmar Dal Pozzo, o zagueiro Fabiano, que tem contrato com o clube, está confirmado na temporada 2013. Os goleiros também devem permanecer na equipe.

- Ainda não temos o número certo de quantos jogadores devem ter o contrato renovado – disse o diretor de futebol, Cadu Gaúcho.

Dos 26 atletas que compõem o grupo, sete são empréstimos e seis estão no Departamento Médico.


Comente aqui