Fotos

05 set11:41

Nascimentos: Francisco Lazzaretti

Francisco Lazzaretti Dori nasceu às 8h15 do dia 4 de setembro de 2012 no hospital da Unimed em Chapecó.

Filho de Carlos Pace Dori e Gabriela Lazzaretti, o menino veio ao mundo com 3,9 kg e 52 cm.







A foto do seu filho(a), sobrinho(a), neto(a), também pode aparecer na seção Nascimentos. Encaminhe um email para participe@clicrbschapeco.com.br.



Comente aqui
05 set11:34

Confira dicas para otimizar o tempo no trabalho

A capacidade de organizar bem o tempo de trabalho, produzindo adequadamente dentro dos horários de expediente, evitando horas extras e dando os retornos necessários, desafia trabalhadores nas diversas atividades profissionais.

— O ritmo alucinante das mudanças, a avalanche de dados e informações, a pressão do mercado para se produzir mais, com menor custo e tempo possíveis, reforçam a necessidade de gestão compartilhada e produtiva do tempo para garantir lucratividade, empregos bons e estáveis com qualidade de vida — diz Ricardo Barbosa, diretor de uma empresa de consultoria organizacional.

Segundo ele, alguns pontos potencializam essas dificuldades:

— Ausência de foco: o colaborador acumula várias obrigações e deseja resolver tudo ao mesmo tempo, o resultado é que nenhuma das obrigações é feita;

— Falta de concentração na tarefa em execução: o colaborador leva para empresa problemas pessoais, além de conversas paralelas que faz com que o resultado fique prejudicado;

— Ausência de planejamento: não sabendo se planejar, ocorre confusão e não se estabelece prioridades;

— Acomodação que gera desmotivação: muitos colaboradores não buscam fazer um trabalho diferenciado, criando um ciclo vicioso na relação acomodação e desmotivação;

— Procrastinação: deixar tudo que se pode fazer hoje para o amanhã;

— Refém de ferramentas tecnológicas: as pessoas ficam apegadas ao celular e ao uso de e-mail de forma errada, como checar a caixa de correspondência toda hora.


Uma forma eficaz, segundo Barbosa, é utilizar o quadrante do tempo, onde você irá separar suas atividades em: Crises, o que é importante e urgente; Urgências, o que é urgente mas não importante; Planejamento, o que é importante mas não urgente; e Rotina, nem importante e nem urgente.

— A pessoa estabelecendo bem esta relação com o tempo terá muito mais tempo para sua vida pessoal, caindo com o mito de que o colaborador dedicado é o que só pensa no trabalho. Só pensar no trabalho não é bom, pois afeta diretamente a nossa saúde, família e qualidade de vida. Quando planejamos nossas atividades, conseguiremos ser produtivos — alerta o consultor.


Veja as principais dicas para otimizar seu tempo de trabalho:

:: Estabelecer prioridades;

:: Disciplinar reuniões;

:: Disciplinar horários para conversas;

:: Estabelecer código de conduta telefônica e para eletrônicos;

:: Classificar atividades que são importantes e urgentes;

:: Evitar acumular funções que não sejam suas.


BEM-ESTAR



Comente aqui
05 set10:26

Nivaldo fora dos próximos três jogos

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O goleiro Nivaldo não poderá atuar pela Chapecoense nos próximos três jogos, contra Vila Nova, Caxias e Macaé. O goleiro foi julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), na noite da terça-feira, dia 4, e foi condenado por revidar uma agressão do atacante Serginho, do Oeste.

Na partida conta o time paulista, no dia 12 de agosto, um jogador do Oeste chutou cruzado, Nivaldo fez uma defesa parcial e em seguida conseguiu segurar a bola. Nisso o atacante Serginho chegou de “carrinho” e atingiu o ombro do goleiro. Nivaldo levantou e deu um soco no ombro do atacante. O goleiro foi levado ao hospital e ficou com o ombro roxo por três semanas. Serginho recebeu oito jogos de suspensão, o dobro de Nivaldo.

Para os próximos três jogos Itamar Schulle tem como opções o goleiro Juliano, que entrou contra o Oeste e também atuou contra o Madureira, ou o goleiro Vanderlei, contratado recentemente.

A partida contra o Vila Nova é sábado, em Goiás.


1 comentário
05 set09:11

Palestra da Logosofia sobre o futuro da humanidade reuniu 700 pessoas em Chapecó

O que eu espero do futuro e o que o futuro espera de mim? Estes foram os questionamentos que encerraram a palestra “Que futuro espera a humanidade?”, que reuniu cerca de 700 pessoas no Centro de Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó, na noite de terça-feira.

O evento foi promovido pela Fundação Logosófica de Chapecó, em comemoração aos 25 anos da Logosofia na cidade. A palestrante Maria Anzanello Fontes, que é médica e reside em Florianópolis, fez uma retrospectiva da história da humanidade, desde a conquista do fogo, da roda, da escrita e da imprensa.

Ela ressaltou que todo esse avanço foi por meio do conhecimento. No entanto, ela mostrou que o homem avançou muito na parte física e tecnológica, mas que em muitos aspectos ainda está numa era primitiva. Exemplo disso é a violência que ainda perdura atualmente. A palestrante comparou o homem primitivo que usava tacape ao homem moderno aperta um botão para lançar um míssil. Outro exemplo é a depressão cada vez mais comum, numa sociedade em que as pessoas têm cada vez mais conforto.

Para a palestrante, o que falta para o ser humano é desenvolver o mundo interno. Para isso é necessário conhecer-se a si mesmo. Essa já era uma aspiração desde a antiguidade e que, de acordo com a palestrante, é possível graças a um método desenvolvido pela Logosofia.

Mariza Fontes afirmou que a Logosofia traz um método de estudo que permite identificar componentes internos como os pensamentos, sentimentos, faculdades mentais e o espírito que anima cada ser.

Citou que os pensamentos tem vida própria e passam de uma mente para outra. Lembrou que é comum as pessoas serem induzidas por um pensamento de consumo mostrado numa propaganda ou então reproduzindo ideias de outras pessoas como se fossem suas. Mariza Fontes citou o seguinte pensamento da Logosofia: “A vida é um espelho onde se reflete o que o ser pensa e faz, ou o que os pensamentos próprios ou alheios o levam a fazer”.

Para a palestrante, o ser humano precisa identificar suas falhas para corrigi-las e assim ser uma pessoa melhor e mais feliz no futuro. Lembrou que no início de seus estudos de Logosofia, o primeiro pensamento que identificou na sua mente estava ligada à impulsividade. Disse que se fosse levada por essa característica psicológica iria cometer um equívoco, que seria irremediável. Ou seja, a impulsividade é uma das deficiências do ser humano que causa aborrecimentos e mal estar. Por isso precisa ser controlada.

Mariza Fontes disse que cada ser humano pode herdar a si mesmo. Para isso basta semear boas sementes, bons pensamentos, trabalhando valores positivos que vão dar um resultado no futuro. Ou seja, cada um vai ser no futuro o que está plantando hoje.

Ela destacou a importância de buscar um mundo melhor para nossos descendentes. E encerrou com o seguinte pensamento do criador da Logosofia, Carlos Bernardo González Pecotche:

“Conseguir que as gerações futuras sejam mais felizes do que a nossa será o prêmio mais grandioso a que se possa aspirar. Não haverá valor comparável ao cumprimento dessa grande missão, que consiste em preparar para a humanidade futura um mundo melhor”.



Comente aqui
04 set16:54

33 municípios seguem em situação de emergência em Santa Catarina

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Dos 152 municípios catarinenses que encaminharam decreto de situação de emergência devido à estiagem, 48 solicitaram prorrogação por mais 90 dias e 33 estão vigentes.

Segundo a Defesa Civil do Estado 826.815 mil pessoas foram afetadas com a estiagem, que durou cerca de setes meses em Santa Catarina. Conforme avaliação de danos da Defesa, os prejuízos na agricultura e pecuária passaram de R$ 728.292 milhões.




Rios em Belmonte, no Extremo-Oeste, estavam com nível baixo em janeiro deste ano. (12/01/2012)



Agosto seco no Oeste

Chapecó nunca registrou um mês de agosto tão seco quanto o de 2012. Além do calor acima do normal foram registrados apenas 2,3 milímetros de chuva, bem distante da média histórica para o mês, que é de 146 milímetros.

A estiagem já prejudica a agricultura no Oeste, que responde por 37% do valor bruto da agropecuária catarinense. A situação, que se estende desde novembro de 2011, é preocupante e pode comprometer a economia da região.

De acordo com o gerente da Epagri em Chapecó, Ivan Baldissera, a estiagem afeta a cultura de trigo, as pastagens de inverno, do milho e a produção leiteira.

- O milho começaria a ser plantado nos próximos dias, mas a orientação é que os produtores não façam, pois o solo está praticamente seco – disse Baldissera.


Chuva só depois do dia 15

A primeira semana de setembro vai se configurando mais seca do que o normal no estado. De acordo com o levantamento feito pela Epagri/Ciram,órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina, os volumes de chuva devem ficar próximo da média climatológica até o final do mês.

Na região Oeste a chuva está prevista somente para depois do dia 15 de setembro.

- O mesmo bloqueio atmosférico que favoreceu o predomínio de uma massa de ar seco no estado no mês de agosto persiste sobre a região na primeira quinzena do mês – disse o observador metereológico da Epagri em Chapecó, Francisco Schervinski.



Municípios com decreto de estiagem vigente

Água Doce

Agrolândia

Alto Bela Vista

Armazém

Arroio Trinta

Balneário Gaivota

Brunópolis

Campos Novos

Capinzal

Catanduvas

Criciúma

Erval Velho

Herval D’Oeste

Ibicaré

Içara

Joaçaba

Lacerdópolis

Luzerna

Macieira

Maracajá

Meleiro

Palmitos

Rio das Antas

Salto Veloso

Santa Rosa do Sul

Santa Terezinha

São João do Sul

Sombrio

Timbé do Sul

Turvo

Vargem

Videira


Comente aqui
04 set16:43

Tributo à milonga

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A milonga, estilo musical originado na Espanha e difundido principalmente na Argentina, Uruguai e sul Brasil, é a base do show que será apresentado nesta quarta-feira, a partir das 20 horas, no Lang Palace Hotel, em Chapecó.

O compositor gaúcho Vitor Ramil e o violonista argentino Carlos Moscardini vão apresentar as músicas do disco “délibáb”, lançado em 2010. As 12 faixas foram gravadas em Buenos Aires. Ramil compôs as músicas para versos de poemas de Jorge Luís Borges, escritor argentino que é uma das referências da literatura mundial, e do gaúcho João da Cunha Vargas.

Irmão da dupla Kleiton & Kledir, Ramil, Ramil já produziu nove discos e também é escritor, sendo autor do livro “A estética do frio”.

O show em Chapecó faz parte do projeto Unocultural, que tem como objetivo propiciar ao público do Oeste de Santa Catarina contato com diversas artes e que não estão no cenário atual da mídia.

Em 2012 foram seis shows musicais com artistas de Chapecó, Curitiba e Porto Alegre, além de duas exposições, uma do grupo “Isto Não é Uma Fotografia”, que reúne artistas plásticos de Chapecó, e outra do desenhista Samicler Gonçalves, que também é de Chapecó.

Para o coordenador do projeto Unocultural, Roberto Panarotto, a idéia é oferecer ao público algo diferente do que ele está acostumado.

– Queremos algo diferente, que cause um estranhamento- explicou. A proposta é pela diversidade de manifestações culturais.

Panarotto argumentou que Vitor Ramil tem um foco mais regional, mas que dialoga com o Brasil inteiro. Ele destacou que a milonga, por exemplo, vai além das fronteiras da América do Sul. No disco “délibáb” há ainda a relação entre a música e a literatura.

Além do show, Ramil também participará de uma conversa com artistas e público interessado na Universidade Comunitária Regional de Chapecó (Unochapecó), na terça-feira, às 20 horas. A Unochapecó é a patrocinadora do Unocultural. Para a apresentação de Ramil e Moscardini também houve captação de recursos da Lei Roaunet.

Os eventos são gratuitos e os ingressos para o show de amanhã devem ser retirados com duas horas de antecedência, no Lang Palace Hotel.


Show com Vitor Ramil e Carlos Moscardini

Dia: 5 de setembro, quarta-feira

Hora: 20h

Local: Auditório do Lang Palace Hotel (Rua Nereu Ramos, 1057 E, em Chapecó)

Ingresso: Entrada franca, ingressos são limitados e devem ser retirados no local a partir das 18h


Comente aqui
04 set15:22

Aeroporto de Chapecó vai receber novos Bombeiros

Será anunciado nesta quarta-feira, dia 5 de setembro, a abertura do Concurso Público de Formação de Soldado Bombeiro Militar para o Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso de Chapecó e do Aeroporto de Correia Pinto. O anúncio será feito pelo comandante geral do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, Coronel Marcos de Oliveira. Participa do ato o Secretário de governo de Chapecó, Ricardo Lunardi e o Secretário de Defesa do Cidadão, Sérgio Walner.

Ao todo serão 40 vagas. Destes, 24 vão compor o quadro de bombeiros que atuam no Aeroporto de Chapecó.

A inclusão dos novos soldados atende a expectativa de que o aeródromo de Chapecó mude de categoria, ingressando na classe 6, o que exige um número de seis bombeiros por dia, além de um novo caminhão.

>> Confira os horários de voos do Aeroporto de Chapecó

Comente aqui
04 set11:45

Chapecoense fez jogo-treino contra juniores

Os jogadores da Chapecoense, que não participaram da última partida contra o Santo André/SP, realizaram na tarde da segunda-feira, um jogo-treino contra os juniores. A partida terminou em 1 a 0 para os profissionais. Os demais realizaram trabalhos físicos.

Nesta terça-feira, às 15h, a equipe volta ao ritmo de treinamento de preparação para a partida contra o Vila Nova/GO, fora de casa.

O Verdão é o terceiro colocado com 16 pontos no Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C.

Comente aqui
04 set10:06

Tênis de mesa garante ouro para Chapecó

A equipe de tênis de mesa da PMC/Unoesc/Nord Eletric/Aurora, que representa Chapecó nos 25º Joguinhos Abertos de Santa Catarina, em Curitibanos, realizou um feito inédito na segunda-feira, dia 3. No individual feminino, Marina Michelin conquistou a medalha de ouro, a primeira do tênis de mesa chapecoense em 25 anos de Joguinhos.

- Estou muito feliz e agora vamos lutar pelo título geral – comemorou a mesa-tenista chapecoense Marina.

No domingo, dia 2, ao lado de Eduarda Piaia, ela já havia conquistado a prata na prova de duplas. Marina Michelin venceu quatro jogos e perdeu na final da chave dos vencedores. Como o torneio é em eliminatória dupla, ela venceu o jogo semifinal no grupo dos perdedores e retornou ao grupo principal. Na decisão, contra Priscila Salvador de Concórdia, a mesa-tenista de Chapecó precisava vencer duas vezes. E assim o fez, duas vitórias por 3 sets a 0.

Chapecó segue na briga pelo título geral da competição, onde o campeão será apontado pelo somatório dos resultados das provas de dupla, do individual e da equipe. Nesta terça-feira acontecem as finais por equipe. Chapecó está na semifinal contra São Bento do Sul. No outro cruzamento se enfrentam Concórdia e Jaraguá do Sul. Os dois jogos sãom pela manhã e a decisão acontece na parte da tarde.

- Não tem favoritismo de nenhuma equipe. O equilíbrio do individual e a dupla mostrou que tudo pode acontecer – analisou o técnico da PMC/Unoesc/Nord Eletric/Aurora, Giancarlo Valentini.

A melhor colocação da história do tênis de mesa chapecoense feminino nos Joguinhos Abertos foi em 1993, em Joaçaba, quando a equipe ficou com o vice-campeonato no geral.


Comente aqui
04 set09:53

Social: Grupo completa 35 anos no ramo de móveis no Oeste

O Grupo Aquário fundado por Alice e Renato Enzweiler em Pinhalzinho, que atua no ramo de móveis, completou 35 anos em setembro de 2012. Atualmente a filha do casal Josi Enzweiler Bierende e o marido Milton, comandam as lojas em Chapecó.

Para comemorar a data uma confraternização entre os colaboradores das lojas foi realizada na segunda-feira, dia 3.


Comente aqui