Fotos

27 ago16:27

Chapecoense Futsal empata e segue na liderança da Divisão Especial

No confronto das melhores campanhas da Divisão Especial 2012, Chapecoense Futsal e AD Jaraguá empataram em 3 a 3 na noite do sábado, dia 25 de agosto, no ginásio do Sesc em Chapecó.

De acordo com a assessoria do clube o jogo foi movimentando e contou com a participação da torcida chapecoense.

Logo aos 54 segundos em uma jogada ensaiada de lateral, a bola chegou em Biel que marcou 1 a 0. Os visitantes empataram aos dois minutos em gol do goleiro Christian, a bola ainda desviou em Hugo mas a arbitragem não viu e marcou o gol para o arqueiro. A Chapecoense passou novamente a frente aos cinco minutos com um gol marcado por Duda.

Melhor em quadra o Verdão desperdiçou muitas chances de gol. A partir dos 10 minutos a AD Jaraguá começou a pressionar mais, o empate saiu aos 11’38” com Cassiano, a partir dai o jogo esfriou, final de primeiro tempo 2 a 2.

No segundo tempo a Chapecoense voltou melhor e atacando mais. O terceiro gol não demorou. Saiu aos 22’41” com Pi. Com o gol as duas equipes passaram a atacar e os visitantes criaram algumas boas chances defendidas por Maisena e outras finalizadas para fora. Já a Chapecoense jogando em casa criou mais chances, porém o gol não saiu.

Aos 39’37” quando Jaraguá atacava com o goleiro linha, a bola chegou em Felipe que apenas empurrou para as redes, final de jogo 3 a 3.

- Lamentamos o empate pela maneira que foi, vencíamos até o final e em um segundo de desatenção sofremos o gol – comentou o treinador Agnaldo.

A Chapecoense Futsal ainda não sabe quando volta a quadra, o mais provável que seja nos dias 7 ou 8 de setembro contra Concórdia.

- A Federação marcou para estas duas semanas os três jogos atrasados, o returno só inicia após a definição destas partidas – disse o supervisor Ricardo.

O verdão finalizou a sua participação no turno de forma invicta, foram quatros vitórias e três empates.

Agora a equipe depende de um tropeço de Jaraguá na partida contra Concórdia para finalizar o turno com a melhor campanha.


Comente aqui
27 ago14:43

Dez espingardas utilizadas para a prática ilegal de caça de animais silvestres foram apreendidas em São José do Cedro

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na manhã desta segunda-feira a Polícia Civil de São José do Cedro apreendeu 10 espingardas que eram utilizadas para a prática ilegal de caça de animais silvestres. Quatro integrantes de uma quadrilha foram presos em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, posse ilegal de acessório de uso restrito e ter em depósito e guardar espécimes da fauna silvestre. Eles devem ser encaminhados para o Presídio de São Miguel do Oeste.

As investigações da Polícia Civil iniciaram há dois meses e nesta segunda-feira foram cumpridos três mandados de busca e apreensão.

Os policiais apreenderam em três residências 10 espingardas de calibres .32, .22, .28, um silenciador, três lunetas, duas lanternas, munições dos calibres .32, .22 e .28, carregadores, cartucheiras para acondicionar as munições, acessórios utilizados para recarga das munições (espoletas, pólvoras, socador de pólvora, diversos apitos utilizados para “chamarisco” de animais, além de 13 quilos de carne de lebre e tatu e 4,7 quilos de carne de paca.

Segundo o delegado Cléverson Luis Müller as investigações continuam, pois existe a possibilidade de que mais pessoas estejam envolvidas.


Comente aqui
27 ago10:48

A fera do Motocross

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Ele tem apenas 11 anos e reclama com a mãe que não o ajudou a vestir a parafernália do uniforme de piloto de motocross, fala pro pai que a bota está danificada e precisa de uma nova. A parte de vestir a roupa é o momento mais “chato” para o piloto Arthur Todeschini, que neste ano já é campeão Brasileiro e da Superliga Brasil de Motocross, na categoria 65 cilindradas, que reúne pilotos com menos de 13 anos. Neste final de semana ele disputa o Campeonato Mundial Júnior, na Bulgária.

- É perto de onde acontecem as guerras- orienta-se o garoto, lembrando das aulas de Geografia e a Guerra dos Bálcãs, na antiga Iugoslávia. Pelo menos ele vai compensar as faltas na escola com um estudo “in loco” do Leste Europeu.

A parte boa para Thui é quando ele sobe na moto. Daí não se importa em dar inúmeras voltas na pista particular que seu pai construiu na chácara da família, no interior de Chapecó. Tanto que após o treino, orientado por Dilson “Prica” Becker, ele pede para dar mais umas voltas. Mas daí ele sai do traçado da pista e faz seu próprio trajeto. É o momento que ele brinca com a moto.

Prica é irmão do piloto multicampeão Milton Chumbinho Becker, ídolo de Thui. Além da paixão por motos, os dois tem em comum serem do Oeste Catarinense, já que Chumbinho é de Itapiranga. Um dos momentos mais emocionantes de Thui foi a conquista do Brasileiro no mesmo dia em que Chumbinho vencia a competição pela décima sétima vez, no início do mês, no Espírito Santo.

Arthur não é de muita conversa. Seus pais até brincam que ele deixa os entrevistadores no aperto, pois quase só responde em monossílabos.

– Sou concentrado- explica Thui.

Mas, quando é para tirar sarro do pai, ele solta a língua. Quando Ademir Todeschini diz que era piloto e que atualmente disputa o brasileiro na categoria MX 3, o filho dá uma cutucada.

– Tá em vigésimo nono – brinca. Ademir rebate dizendo que está entre os cinco.

E a paixão pelo MotoCross veio por influência do pai. Desde bebê, em vez de carrinhos Thui ganhava motinhos. –Ele até dormia com uma motinho debaixo do travesseiro- lembra a mãe, Eliene.

Com quatro anos, ganhou a primeira motocicleta, de 50 cilindradas. A partir daí, ninguém mais segurou o guri. Ele já venceu competições regionais, estaduais e nacionais. Agora começa a debutar nos mundiais. Quem sabe ele até poderá superar o ídolo


Competitivo sem perder o lado criança

Uma das preocupações dos pais de Arthur, Eliene e Ademir, é garantir que o filho seja competitivo sem perder seu lado criança.

Durante a semana ele estuda pela manhã e, à tarde, treina na pista três vezes por semana. Duas vezes por semana faz academia, sempre orientada por um especialista. Um dia ele tem de folga.

O treinador Prica disse que “negocia” com o garoto. Quando ele vai bem nos treinamentos e se dedica, tem mais tempo de folga. Quando está mal, tem que treinar mais.

Prica disse que procura equilibrar o tratamento.

– Na pista trato ele como adulto, fora, como criança- explica.

Tanto que, nas competições, os dois saem da corrida e vão jogar videogame. Claro que a disputa virtual também é uma corrida de MotoCross.

Os pais de Thui disse que, mesmo quando estão competindo, todos saem após as corridas para comer pizza. Vários dos amigos de Thui são do cenário do MotoCross.

Às vezes ele perde alguns aniversários e aulas com as viagens. Mas tenta recuperar quando está em casa, saindo com os amigos e compensando as aulas. A vida dele não é só o MotoCross. Ele também joga basquete e handebol.

– Ele é uma criança normal- diz a mãe. Ela afirmou que apoiou o sonho do pai, de ver o filho ser um piloto, pois viu que o filho também gostava. Assim ela e a irmã de Thui, Isadora, que não é piloto, acabaram virando torcedoras.

O resultado é que Thui já tem mais de 200 troféus e medalhas. Se continuar assim, a família Todeschini terá que construir uma casa só para guardar os prêmios.


TÍTULOS

2006: Campeão Gaúcho 50 cilindradas

2007: Campeão Catarinense 50 cilindradas

2010: Campeão Brasileiro 50 cilindradas

Campeão Arena Cross 50 cilindradas

2011: Vice-campeão Brasileiro 65 cilindradas Campeão do Arena Cross 65 cilindradas

2012: Campeão da Superliga Brasil de Motocross 65 cilindradas Campeão Brasileiro 65 cilindradas


Comente aqui
27 ago10:30

Gral pode estrear contra o Santo André na Série C

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O atacante Rodrigo Gral pode estrear no domingo dia 2 com a camisa da Chapecoense na Série C. Quem adiantou a informação foi o técnico Itamar Schulle após o jogo contra o Tupi/MG.

O time, que é líder do Grupo B, com 15 pontos, recebe o Santo André, às 16 horas na Arena Condá.

Gral participou de um jogo-treino da Chapecoense contra o Sub 23 do Atlético Paranaense, no dia 21 de agosto. Na partida que terminou em 2 a 2, um dos gols foi de Gral.


Comente aqui
27 ago09:54

Voleibol Masculino de Chapecó é vice na Liga Nacional

O ginásio de esportes Ivo Silveira parecia o velho caldeirão das décadas de 80 e 90. Completamente lotado, o palco da final da Liga Nacional 2012 colocou frente a frente as duas melhores campanhas da fase decisiva. Aprov/Unoesc/Chapecó e Escola do Corpo, de São José dos Campos (SP) disputaram o título da competição e também uma vaga na Superliga B 2012/2013. A competição encerrou no sábado, dia 25 de agosto.

No primeiro set, os chapecoenses usaram bem o saque e desperdiçaram poucos contra-ataques. Mesmo assim, o equilíbrio foi a tônica. Chapecó fechou em 25 a 22. Na segunda parcial os donos da casa estiveram desligados o tempo todo e os paulistas venceram com folga, 25 a 17. A história se repetia até a metade do terceiro set, mas aí os chapecoenses despertaram em quadra e a torcida levantou na arquibancada. Os dois times seguiram se alternando no marcador, mas no último ponto do set o time de São Paulo montou um paredão e fechou no bloqueio, 25 a 23. O quarto set foi administrado o tempo todo pelos paulistas, que venceram por 25 a 20, 3 sets a 1, em 2 horas de jogo.

- Enfrentamos um grande adversário e um ginásio lotado. Esse título é muito importante para o nosso projeto – falou o técnico paulista Reinaldo Bacilieri.

Pelos lados de Chapecó, o abatimento entre os jogadores era visível, mas o técnico Nilson Rex enalteceu a campanha feita durante o torneio.

- As duas equipes estão de parabéns. Eles mereceram o título e para nós valeu por este resgate do torcedor. Nosso objetivo é retornar a Superliga e vamos lutar por isso. Hoje, provamos que a torcida quero o retorno – disse Rex.

Na decisão de terceiro e quarto lugar, a Unifor (CE) venceu Monte Cristo (go) por sets 1.


Comente aqui
26 ago15:47

Empresas expõem na Mercomóveis com apoio do Sebrae/SC e Governo do Estado

O Sebrae/SC e o Governo do Estado irão possibilitar a participação de catorze empresas catarinenses na Mercomóveis 2012, a maior feira do setor moveleiro em Santa Catarina, e uma das maiores do país, realizada de 27 a 31 de agosto, em Chapecó. São pequenos empreendimentos que participam do Projeto de Fortalecimento de Polos Industriais e que terão a oportunidade de expor gratuitamente itens como puffs, camas, portas, aparadores, jogos de sala e materiais de escritório.

Essa é uma das ações previstas no projeto Fortalecimento de Polos Industriais, que atua também no setor moveleiro para ampliar a visão estratégica e melhorar aspectos gerenciais dos negócios do ramo. No projeto, empresas estão sendo selecionadas para receber, de forma gratuita, consultoria e capacitação em gestão,e orientações para melhoria de produto e processos. Elas também terão a oportunidade de participar de um diagnóstico empresarial que auxiliará a identificação de oportunidades e ameaças no mercado, e terão incentivo para visitar e expor em importantes feiras setoriais.

O projeto Fortalecimento de Polos Industriais é um dos cinco projetos que integram o Programa Nova Economia, uma parceria entre a Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável e o Sebrae/SC, que se propõe a aumentar a inovação e dar competitividade à economia e aos setores industriais catarinenses. Somente para o setor moveleiro, o Programa Nova Economia prevê que sejam desenvolvidos seis projetos, atingindo 260 empresas das regiões Meio Oeste, Planalto Serrano, Extremo Oeste, Sul, Norte e Oeste.


Sobre a Mercomóveis

Em sua oitava edição, a Mercomóveis 2012 terá como tema “De olho no novo consumidor”. A feira, que acontece de 27 a 31 deste mês no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC), é uma promoção da Associação dos Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Amoesc) e do Sindicato dos Madeireiros e Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Simovale).

Cerca de 150 expositores de grande, médio e pequeno porte do setor mostrarão novos conceitos em móveis, arquitetura, design e decoração para os mais variados estilos. As expectativas apontam para mais de 20 mil visitantes, e o volume de negócios está estimado em R$ 200 milhões.


Comente aqui
25 ago16:20

Pudim de Farinha Láctea é uma sobremesa fácil e rápida

Cristiane cordioli | cristiane.cordioli@horasc.com.br

Quando o assunto é uma sobremesa fácil, rápida e que agrade a grande maioria dos convidados, o pudim de leite é uma aposta certeira. O desafio é fazer o doce ficar com cara de novidade. E, pra isso, esta receita cai como uma luva.

As comadres vão pedir o modo de fazer, o maridão vai repetir e a criançada vai reclamar porque não tem sorvete, já que comemos o pudim em doses homeopáticas. Para os gulosos, sempre fica o gostinho de quero mais. Porém, o que importa são os fartos elogios e esses, com certeza, virão aos montes. Bom apetite!


Ingredientes

::: 5 ovos

::: 2 xícaras e 1/2 de leite

::: 1 xícara de açúcar

::: 2 xícaras de farinha láctea

::: 1 colher de fermento


Modo de fazer

No liquidificador, bata os ovos, o leite, o açúcar e a farinha láctea. Acrescente o fermento em pó e misture delicadamente. Coloque a mistura em uma fôrma para pudim, já caramelizada. Asse em banho-maria, no forno pré-aquecido a 200ºC, durante uma hora, ou até que fique firme. Sirva gelado.


HORA DE SANTA CATARINA




Comente aqui
25 ago16:01

Projeto da Unochapecó constrói casas de materiais natural

O Projeto de Extensão Habitação e Qualidade de Vida, da Unochapecó está finalizando a construção de uma residência piloto na cidade de Xaxim, no Bairro Santa Terezinha. O projeto, que tem por objetivo amenizar os problemas de acesso à habitação de qualidade utilizando a técnica de bioconstrução, consiste na utilização de materiais naturais na construção de residências. A obra utiliza materiais como tijolos de adobe, pedra e bambu, além do “pau a pique”, que é uma massa formada por serragem, terra, fibras vegetais, pó de brita, cal, cimento e água, estruturadas por madeira.

A bioconstrução é focada em tecnologias sociais, aplicadas à construção civil executando um projeto piloto em habitação, capacitando os moradores do bairro para a utilização da técnica da permacultura que é a técnica de organizar ambientes sustentáveis, sociais e financeiramente viáveis, que consiste na reutilização de matérias como gafaras pets, caixas tetra pak para a construção projetos como aquecedores solares de baixo custo, cisternas para captação e armazenagem de água das chuva e produção de alimentos para consumo próprio.

Sete famílias foram selecionadas pelo Centro de Referencia de Assistência Social (Cras) do Bairro Santa Terezinha, e estão envolvidas no processo de construção do projeto piloto. O compromisso firmado com a Prefeitura de Xaxim ainda prevê a construção de mais seis residências, em lotes vizinhos. As técnicas construtivas adotadas se valem de materiais locais e naturais como barro, pedra e bambu.

Nos últimos quatro meses, a coordenadora do projeto, professora Christine Scherer e bolsistas da Unochapecó, juntamente com dois bioconstrutores da cidade de Arabutã vem capacitando as sete famílias de Xaxim, através de oficinas práticas que envolvem técnicas de educação popular além da técnica da construção da residência. A construção do projeto piloto com área de 68m², divididos em dois andares, será feita de acordo com as necessidades das famílias, deixando as residências com um pouco da identidade dos futuros moradores. Os projetos elétricos e sanitários também serão repassados aos moradores.

As fases construtivas evoluem de forma mais lenta, tendo em vista o caráter de capacitação profissional. Atualmente a residência já possui cobertura faltando ainda algumas paredes, reboco e pintura. O projeto da Unochapecó ainda prevê a construção de uma cisterna de 4,5 mil litros e a instalação de aquecedores de água, tudo feito pelas mãos das famílias. O dono da primeira residência será sorteado na conclusão do projeto piloto e sua avaliação dará início aos processo de construção das demais casas.

Segundo a coordenadora do projeto, Christine Scherer , a bioconstrução é uma técnica inovadora enquanto proposta habitacional de interesse social e urbano na região. “A mesma é de baixo custo, envolve a participação da comunidade beneficiada, apresenta um modelo que proporciona conforto e habitabilidade em conformidade com aspectos bioclimáticos, além de ter maior durabilidade que as casas de alvenaria”, acrescenta. Outro ponto positivo do projeto é o fato de que as sete famílias disponibilizam 12 horas semanais para a construção do projeto além de saírem capacitados e prontos para a construção das outras casas.

O projeto foi desenvolvido pela Unochapecó com apoio da Prefeitura Municipal de Xaxim, que fez a doação dos terrenos de interesse social, R$ 25 mil reais em materiais para construção de casa, e o Cras, que selecionou as famílias contempladas.


Comente aqui
25 ago14:27

Nova revista Donna é a primeira de uma série de novidades no Diário Catarinense

Ricardo Stefanelli, diretor de Redação

A revista Donna que o leitor recebe encartada nesta edição dominical traz na capa não apenas uma reportagem sobre como as mulheres estão aproveitando o seu tempo. Traz também a primeira de uma série de mudanças do Diário Catarinense, que se iniciam hoje e vão se estender pelas próximas semanas.

Este Diário da Redação Especial, deslocado excepcionalmente hoje para as páginas 4 e 5, pretende ajudar o leitor a se guiar em meio às reformulações.

Além de um projeto gráfico mais ousado e clean, a equipe capitaneada pelas editoras Angela Muniz, Laura Coutinho e Romí de Liz promove também transformações editoriais. Sai de forma definitivamente o caderno Donna. Entra a revista Donna.

As transformações começam pela capa, com papel cuchê, que confere mais qualidade de imagem à publicação. Além de conferir elegância editorial ao produto, o papel de melhor qualidade enobrece a visibilidade de nossos parceiros comerciais.

Depois de se debruçar sobre as pesquisas encomendadas para auxiliar as mudanças, a equipe — que inclui as áreas comercial, marketing e industrial da empresa — concluiu que a moda deveria ser soberana na nova publicação, pois trata-se de um desejo acentuado da mulher catarinense, o público-alvo da revista.

A moda estará pontuando, portanto, cada edição, seja com produções fotográficas ou em textos de colunistas específicas. Nas próximas edições, as leitoras vão ser apresentadas a estas novas colunistas, mas posso adiantar que se trata de nomes e rostos bem conhecidos.

Mas a nova revista não contemplará apenas moda. Comportamento será um dos carros-chefes do produto que entra em cartaz a partir de hoje, como comprova a reportagem de capa: pesquisa mostra como as mulheres estão cada vez mais habilidosas na arte de usar bem o tempo para vse sentir feliz, como ensina a publicitária Rosa Estrela, uma mulher multitarefas:

— Hoje me permito pequenos luxos que me fazem muito bem — diz, à página 14 do novo Donna.

Os homens também terão vez, já que a eles será reservado um espaço especial por edição, com matérias de… moda, comportamento e beleza, temas cada vez mais afeitos ao universo masculino.

Viaje conosco nesta nova jornada.


DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
25 ago08:06

Encontro de corais universitários completa uma década

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Cerca de 800 vozes de vários timbres do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina vão estar reunidas neste final de semana em Chapecó, na décima edição do Encontro Sul-Brasileiro de Corais Universitários. A apresentação principal ocorre no sábado à noite, a partir das 19h30, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nês, com a participação de onze corais dos três estados do Sul. A entrada é franca

Eles vão interpretar estilos diferentes, com músicas eruditas, folclóricas, samba, rock e MPB. O coral anfitrião, da Universidade Regional Comunitária de Chapecó (Unochapecó), vai interpretar quatro músicas, uma delas “She Loves You”, dos Beatles. As outras três são surpresa.

– Nosso fio condutor é o amor- disse o regente, Gustavo Pereira Malfatti. As canções falam do namoro, da sutileza do amor e do amor nos ciclos da vida.

Malfatti avalia que o encontro coloca em evidência o canto coral, traz os jovens para a música e foi a mola propulsora da criação a Orquestra de Câmara da Unochapecó. O coral da Unochapecó tem 25 integrantes que ensaiam duas vezes por semana. A maioria é de universitários ou ex-universitários.

Camila Azzolini Lopes é estudante do segundo período do Curso de Direito e pela primeira vez vai participar do encontro.

– É uma nova experiência- avaliou. Ela entrou neste ano no Coral da Unochapecó mas já cantava antes em outros grupos.

– Adoro cantar, pra mim é um hobby-disse.

Nesses 10 anos a jornalista Lisiane Kerbes só não participou de dois encontros. Ela entrou no coral em 2000 e, mesmo depois de formada, permaneceu com a turma. –Muitos dos meus melhores amigos são do coral- explicou.

Para ela, o coral auxiliou inclusive na profissão, melhorando a colocação de voz, oratória e postura. Na sua avaliação, o encontro de corais é muito bom para a troca de conhecimento e fazer novas amizades.

No domingo acontece o 4º Encantar, que é o Encontro Municipal de Corais, com a apresentação dos grupos infanto-juvenis a partir das 15 horas e, dos grupos adultos, a partir das 19h30.

O coordenador do Núcleo de Extensão em Cultura da Unochapecó, Ederson Vieira, disse os corais universitários trazem repertórios diferentes, inovações cênicas e experimentalismo. Essa inovações acabam influenciando os grupos locais. Além disso o encontro serve para formação de um público que admira a música vocal. Cada voz se torna um instrumento, traz um som, uma harmonia que no todo se torna um espetáculo, revelando um dos aspectos mais belos do ser humano.


Sábado, dia 25 de agosto

10º Encontro Sul-Brasileiro de Corais Universitários

Horário: 19h30

Local: Teatro Municipal do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes – Chapecó/SC

Apresentações: CORAL DA UNOCHAPECÓ – SC; CORAL DA UNIVALI – SC; CORAL URI – ERECHIM – RS, CORAL DA UPF – RS; CORAL DA UFSM – RS; CORAL DA APUSM – RS; CORAL DA FAE – PR; CORAL CAMPOS DE PALMAS- PR; CORAL DA FENABB ARAUCÁRIA DE REALEZA – PR; CORAL MUNICIPAL DE SÃO JORGE – PR; CORAL MUNICIPAL DE AMPERE – PR DOMINGO 4º Encantar – Infanto-juvenil, 15h, no Centro de Eventos de Chapecó CORAL ARTE CIDADÃ, ASS. CORAL INFANTO JUVENIL ABELHAS HARMONIOSAS, ASS. CORAL INFANTO JUVENIL MENSAGEIROS DA ALEGRIA, CORAL INFANTO JUVENIL DA ESCOLA DE ARTES DE CHAPECÓ 4º Encantar – Adulto, 19h30, no Centro de Eventos de Chapecó GRUPO VOCAL DA ESCOLA DE ARTES DE CHAPECÓ, CÍRCULO ITALIANO, GRUPO CULTURAL ITALIANO SENTINELLA, CORAL NOVO SOM (Igreja do Evangelho Quadrangular), CORAL GER CHAPECÓ, CORAL UNOCHAPECÓ, ASSOCIAÇÃO CORAL DE CHAPECÓ, CORO DA ORQUESTRA SINFÔNICA DE CHAPECÓ


Comente aqui