Fotos

25 ago08:04

Chapecó quer a Série B também no vôlei

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O voleibol de Chapecó pode atingir a Série B nacional antes do futebol. Para isso a Aprov/PMC/Unoesc precisa vencer hoje a Escola do Corpo-SP, na final da Terceira Divisão da Liga Nacional 2012. O confronto, que será transmitido pelo Sportv, inicia às 19h30, no Ivo Silveira.

As duas equipes foram as melhores entre as seis que se classificaram para a fase final, disputada em Chapecó. Ao todo 27 equipes disputaram o nacional. O campeão tem acesso garantido para a Superliga B no ano que vem.

-Estamos resgatando um pouco da história do voleibol de Chapecó- lembrou o técnico Nilson Rex, que na década de 90 participou a equipe do Frigorífico Chapecó, que chegou a ser o terceiro melhor time do país.

Naquela época a equipe contava com jogadores de seleção, como Giba, Giovani e Carlão, além dos argentinos Milincovic e Weber. O técnico era Renan.

Um dos remanescentes dos tempos áureos do vôlei de Chapecó, o ponteiro Badá, 38 anos, estará em quadra hoje. Há 15 anos Chapecó não tem um time na principal divisão do país. A proposta da Aprov é resgatar a modalidade na cidade. Pelo menos o público já demonstrou que comprou a ideia, pois o público chegou a atingir 800 pessoas em algumas noites. A expectativa é de mais de mil pessoas na final.


Comente aqui
24 ago16:48

Lucas & Felipe participam de tarde de autógrafo

A dupla de Sertanejo Universitário Lucas & Felipe participam de uma tarde de autógrafos neste sábado, dia 25 de agosto. Eles vão atender os fãs no QG da GDO no Shopping Pátio Chapecó, das 14h às 17h.

O Chapecó Festival, que será realizado na noite deste sábado, conta ainda com a participação do grupo de pagode Sorriso Maroto e da dupla João Neto e Frederico. As apresentações acontecem no Acesso à BR 282.

Os ingressos custam: Pista R$ 30; Vip R$ 50 e Onstage e Open bar R$ 120 e podem ser adquiridos na Palladium, Posto do Guri, Posto GT, QGDO Centro, QGDO Shopping Pátio, Posto Marcon, DCE Unochapecó, Pernambucanas.

Em Xaxim: O Boticário. Xanxerê: Pasteca e Concórdia: Lorenci ou também pelo site Blueticket.


Lucas & Felipe

Naturais de Novo Hamburgo, cidade da Grande Porto Alegre, os jovens irmãos de 17 e 22 anos estão no embalo do primeiro CD: Vamo Caí Pra Dentro. O CD foi produzido por Orlando Baron, mesmo produtor musical de Luan Santana e outros fenômenos da nova fase vivida pela música sertaneja.

No último ano a dupla marcou presença nas melhores casas noturnas do Estado, festivais de música e em shows junto a estrelas como Luan Santana, Jorge & Mateus, Guilherme & Santiago, Gusttavo Lima, Michel Teló, Maria Cecília & Rodolfo, Bruno & Marrone, entre outros artistas conhecidos no cenário nacional. Lucas & Felipe foram destaque mais uma vez cantando para mais de 50 mil pessoas no Universo Alegria, principal evento sertanejo do Sul do País. Além disso, aumentaram seu posicionamento na internet com um eficiente e carismático trabalho nas redes sociais, mantendo o contato diário e estreitando os laços com os milhares de fãs. Em 2011 também entraram em turnê com shows em Santa Catarina e Paraná.


1 comentário
24 ago16:24

Quase um mês sem uma chuva significativa em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Ainda é inverno e o calor fora de época, que chegou aos 26 graus em Chapecó nesta semana, fez com que as flores dessem um colorido especial na cidade antes da primavera chegar. Isso só deveria acontecer na segunda quinzena de setembro.

De acordo com o observador metereológico da Epagri em Chapecó, Francisco Schervinski, além do calor acima do normal foram registrados apenas dois dias de chuva neste mês, dia 7 e 14. Foram apenas 2,3 milímetros, bem distante da média histórica para o mês, que é de 146 milímetros. Além da falta de chuva a umidade também está baixa e chegou a 34%. O normal seria entre 55 e 80%.

- A última chuva significativa registrada em Chapecó foi no dia 29 de julho – disse Francisco.

A previsão indica que no domingo e segunda-feira o tempo pode mudar na região.

– Além da queda na temperatura, com mínima de oito graus na segunda-feira pode chover até 25 milímetros a partir de domingo – adiantou Schervinski.


Comente aqui
24 ago13:35

Nova comédia no Cinema de Chapecó

Daniel Feix | daniel.feix@zerohora.com

Já são quase 10 anos em Hollywood, mas poucas vezes antes, até aqui, Rodrigo Santoro teve tanto destaque quanto tem na comédia O que Esperar Quando Você Está Esperando, que estreia nesta sexta-feira no Cinema Arcoplex Shopping Pátio Chapecó. Com o personagem Alex, o brasileiro faz um publicitário casado com a fotógrafa Holly (Jennifer Lopez).

Juntos, eles compõem um dos núcleos centrais da trama, constituída de cinco histórias paralelas e interligadas que têm a ver com gravidez. No caso da dupla de sotaque latino-americano, a adoção. No longa-metragem dirigido por Kirk Jones, os famosos atores Cameron Diaz e Chris Rock estão no elenco.

>> Confira a Programação do CINEMA

Confira o bate-papo com Rodrigo Santoro:

Zero Hora: Sua participação no filme é bem importante, mas se trata de um projeto que exige menos do intérprete. O quanto esse papel é importante para você?

Rodrigo Santoro: Ele se insere na minha filosofia de escolher projetos pela experiência que eles podem proporcionar. Gostei desse personagem porque ele representa o que muitos caras sentem, que é um misto de desejo de ser pai com a insegurança de não se sentir preparado para isso. Trata-se de algo universal, presente em todos os homens. O interessante é que o Alex é isso, um sujeito de seu tempo, independentemente de suas origens. Não se trata necessariamente de um latino-americano. Quando recebi o roteiro, logo procurei um José, ou outro nome assim. Não encontrei e fiquei pensando qual daqueles personagens seria para mim. Adorei quando soube que era o Alex.


ZH: Mas você e a Jennifer Lopez formam o núcleo latino do filme.

Santoro: Sim. Mas o que é interessante é que nem o Alex, nem a Holly tinham referências latinas na construção do roteiro. São personagens universais. E tem sido assim em Hollywood recentemente, ao menos é o que eu tenho percebido. Acho que a indústria norte-americana finalmente se abriu. Talvez tenha se dado conta de que o rendimento dos filmes depende muito das bilheterias em outros países que não os EUA, então ficar tratando realidades específicas a partir de figuras estereotipadas não funciona. A resistência aos latinos que percebi quando fiz meus primeiros trabalhos aqui diminuiu muito, praticamente não existe mais.


ZH: Como foi trabalhar com a Jennifer Lopez? Por ser uma pop star de outra dimensão, é muito diferente da Laura Linney, por exemplo (de Simplesmente Amor)?

Santoro: Ela foi ótima, é super pé no chão e divertidíssima. Já tínhamos fotografado juntos para a (revista) Vanity Fair. Desta vez foi tudo muito rápido, mas não por culpa dela, e sim porque o projeto era assim mesmo: nos encontramos pela primeira vez dois dias antes das filmagens, ouvimos um briefing do diretor (Kirk Jones) e praticamente não ensaiamos.




Comente aqui
24 ago11:40

Coq au vin, acompanhado de arroz e batata na manteiga

Sâmia Frantz | samia.frantz@horasc.com.br

O frango é a cara do Oeste. O vinho que é a cara do inverno. Nas mãos do chef Felipe Oliveira Carioni, os dois se misturam em uma receita adaptada da típica cozinha francesa, o Coq au vin (galo ao vinho, em francês). O prato, diferenciado na região turística chamada de Grande Oeste, já se consagrou no cardápio do mais novo restaurante de Chapecó, o Du Sel _ inaugurado no início de julho e em funcionamento nas dependências do Almasty Hotel.

A receita de fora foi adaptada com ingredientes locais, como os legumes e alguns temperos. Segundo o chef Felipe, o segredo é por a carne e o vinho para marinarem junto com os legumes e os temperos por dois dias _ período que garante a mistura e a integração de sabores e aromas.


Coq au vin _ galo ao vinho tinto, acompanhado de arroz e batata na manteiga


Ingredientes

1 galo de aproximadamente 2,5 kg

4 cebolas cortadas em cubos

4 cenouras cortadas em cubos

3 litros de vinho tinto seco

1 talo de salsão cortado em cubos

1 bouquet garni amarrado com um barbante, contendo 1 folha de salsão, 1 dente de alho, 2 folhas de louro, 2 ramos de tomilho e 2 ramos de salsa crespa

1/2 xícara de chá de óleo vegetal de girassol

1/2 xícara de chá de conhaque

60g de farinha de trigo

1 litro de fundo de carne (ou caldo em cubos) diluído em água

200g de bacon magro

500g de champignon

30g de manteiga

30g de açúcar

Sal e pimenta do reino a gosto

1 kg de batatas


Modo de preparo

Corte o galo em pedaços pequenos e deixe-o marinar com as cenouras, o salsão, o vinho, o bouquet garni e o caldo de carne por 48h.

No dia do preparo, separe a carne e coe o caldo.

Tempere os pedaços do galo com sal e pimenta.

Em uma caçarola, aqueça parte do óleo vegetal e refogue a cenoura, a cebola e o salsão da marinada em fogo baixo.

Enquanto isso, disponha em uma frigideira o restante do óleo vegetal e doure os pedaços de galo de ambos os lados. Depois, polvilhe-os com um pouco da farinha.

Em seguida, acrescente o conhaque e flambe. Na caçarola, junto aos legumes, coloque a carne e o bouquet garni.

Cubra com o vinho e o caldo (ou fundo da carne) e cozinhe lentamente por aproximadamente uma hora e meia, ou até que a carne fique macia, e o molho, bem encorpado.

Enquanto isso, doure e bacon e reserve.

Em uma pequena frigideira, derreta o açúcar com a manteiga e caramelize as cebolas.

Junte-os com o bacon e reserve.

Em outra frigideira, doure os champignons com um pouco de manteiga e uma pitada de sal e também reserve.

Quando a carne estiver pronta, coe o molho para finalizar e retire o bouquet garni.

Coloque os pedaços de galo no centro de uma travessa e cubra com o molho e os champignons. Ao lado, ficam as cebolas caramelizadas.

Cozinhe batatas na água e sal e sirva junto ao prato.


Indicação do chef

Para harmonizar com o prato, o chef Felipe Oliveira Carioni indica dois vinhos, ambos do tipo tinto seco: o francês Château Parcand, da safra 2008, e o italiano Borgonero, da safra 2009. Fortes e refinados, ambos intensificam o sabor da carne, marcada pela suavidade.



Comente aqui
24 ago11:23

HRO vai aumentar em 50% o atendimento

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O edital para a ampliação do Hospital Regional do Oeste (HRO) foi assinado pelo Governador do Estado Raimundo Colombo, na noite da quinta-feira, dia 23 de agosto em Chapecó. A obra que terá investimento previsto de R$ 31,7 milhões do Governo do Estado.

- A empresa responsável deve iniciar as obras em quatro meses e a previsão é que esteja concluída em dois anos – disse o governador.

A nova ala vai contar com nove andares. Com a ampliação o número de leitos vai passar de 319 para 475 tornando-se o maior hospital público do estado.

Serão ampliadas ainda o novo Centro Cirúrgico com 12 novas salas cirúrgicas, nova UTI com 20 leitos para adultos, 10 novos leitos UTI pediátrica e sete novos leitos de UTI Coronária.

Está previsto também um pavimento específico com 42 leitos para Oncologia adulto e Pediátrica, mais um pavimento específico com 53 leitos para Quimioterapia, além de um Heliponto.

- Com a ampliação vamos aumentar em torno de 50% a capacidade de atendimento e teremos condições de atender mais pessoas e oferecer mais serviços – disse o presidente da diretoria executiva da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, Severino Teixeira da Silva Filho.

Atualmente o HRO realiza em média 1,2 mil cirurgias e 1,6 mil internações por mês. Entre curativos, consultas e administração de medicamentos são 600 atendimentos por dia.


Comente aqui
24 ago08:53

Aprov Chapecó está na final da Liga Nacional de Voleibol Masculino

Na decisão e nos braços do torcedor. Assim que fez o último ponto da vitória de Chapecó sobre o Monte Cristo, de Goiás, Jean Badalotii, o Badá, foi comemorar junto com a torcida. O apoio que veio da arquibancada do Ivo Silveira foi fundamental para o triunfo por 3 sets 1, que garantiu os donos da casa na final da Liga Nacional de Voleibol Masculino.

A quarta vitória seguida veio na base da superação. Errando muitos saques e desatenta em quadra, a equipe chapecoense perdeu o primeiro set, 23 a 25. Na segunda parcial, os anfitriões não tomaram conhecimento e fecharam em 25 a 18.

Mas foi a partir do terceiro set que o torcedor começou a fazer a diferença. Incentivando e vibrando com cada ponto, o time correspondeu em quadra com grandes jogadas. A Aprov/Unoesc/Chapecó virou o placar com 25 a 20. No quarto set a história se repetiu. Da arquibancada vinham os gritos de “É Chapecó”. Coube a Badá fazer o último ponto e sacramentar a vitória em 25 a 23.

Última rodada

O resultado garantiu Chapecó na decisão da Liga Nacional 2012 com uma rodada de antecedência. O adversário na final será a Escola do Corpo, de São Paulo, que também venceu todos os oponentes até aqui. Nesta sexta-feira, 24, as duas equipes se enfrentam apenas para cumprir tabela.

- Vamos ver amanhã pela manhã se vamos poupar alguns jogadores, até porque temos os uns atletas com idade avançada – brincou o técnico Nilson Rex.

A rodada desta sexta-feira começa às 16h com o clássico do Amapá, Placa Esporte e Zona Sul. Às 18h se enfrentam Unifor (CE) e Monte Cristo (GO). E às 20h tem Aprov/Unoesc/Chapecó e Escola do Corpo. A final da Liga Nacional será neste sábado, às 19h30, no ginásio Ivo Silveira, com transmissão ao vivo pelo canal Sportv.

A Liga Nacional reúne os campeões de cada região do Brasil e apenas o campeão garante vaga na Superliga B, em 2013.

Comente aqui
23 ago16:05

Chapecó Festival vai comemorar os 95 anos de Chapecó

Neste sábado, dia 25 de agosto, feriado em comemoração ao aniversário do município, será realizado o Chapecó Festival. Três shows nacionais sobem ao palco João Neto e Frederico, Lucas e Felipe e Sorriso Maroto. As apresentações acontecem no Acesso à BR 282.


Ganhe ingressos para o Festival

As quatro primeiras pessoas que ligarem para o  telefone 49 3324-4674, das 14h às 15h desta sexta-feira, dia 24 de agosto, vão ganhar um ingresso para o evento. As duas primeiras ligações ganham um ingresso Vip e as demais para a pista. E os ingressos devem ser retirados na GDO até as 18h da sexta.


Atrações

A dupla revelação do sertanejo universitário, João Neto e Frederico, tem em seu portfólio cinco CDs gravados. O último CD e DVD, intitulado “Ao vivo em Palmas”, emplacou com o sucesso” Lê Lê Lê” na novela Cheias de Charme. A gravação ocorreu na Praça dos Girassóis (considerada a maior praça do mundo), em Palmas, no Tocantins.

O grupo Sorriso Maroto é outra atração do Chapecó Festival. Recentemente o grupo lançou o DVD “Sorriso 15 anos”, com algumas regravações e outras músicas novas, como o sucesso “Assim você mata o papai’’, além das participações de Jammil, Gusttavo Lima, Trio Ternura, Coral Resgate, MC Sapão e Revelação.

Também sobem ao palco, os irmãos Lucas e Felipe. Naturais de Novo Hamburgo/RS, os gaúchos gravaram o primeiro CD, intitulado “Vamo cai pra dentro”, que foi produzido por Orlando Baron, (também produtor musical de Luan Santana).

Os ingressos  custam: Pista R$ 30; Vip R$ 50 e Onstage e Open bar R$ 120 e podem ser adquiridos na Palladium, Posto do Guri, Posto GT, QGDO Centro, QGDO Shopping Pátio, Posto Marcon, DCE Unochapecó, Pernambucanas.

Em Xaxim: O Boticário. Xanxerê: Pasteca e Concórdia: Lorenci ou também pelo site Blueticket.


Comente aqui
23 ago15:47

Novidades na praça de alimentação do Shopping Pátio

O Shopping Pátio Chapecó conta com mais uma novidade na praça de alimentação. Para ampliar o mix de opções aos consumidores, foi inaugurado o Vegas Fast Food.

Essa nova operação oferece pizzas doces e salgadas, servidas inteiras ou em pedaços, panquecas em diversos sabores e um novo prato, o galeto ao primo canto.

A praça de alimentação fica aberta das 10h as 22h.


Comente aqui
23 ago15:33

Educador nota 10 de Dionísio Cerqueira recebe premiação

Professores de Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste, fizeram a bernunça, a maricota e o boi de mamão atravessarem o Estado. O professor de história Cesar Luis Theis e a professora de artes Ledi Demozzi quiseram reavivar os elementos da cultura do litoral junto à 9ª série da Escola Estadual Dr. Theodureto Carlos de Faria Souto. O trabalho rendeu a eles o prêmio Victor Civita Educador nota 10.

O resgate histórico e os ensaios foram feitos pela professora, com o apoio dos alunos. Já o professor Theis, trabalhou para o registro da apresentação do boi de mamão e encaminhou o projeto para o concurso.

Outros 11 profissionais que se destacaram pelo país foram premiados no início de agosto, após uma seleção que envolveu 2,5 mil participantes.

A premiação serviu de motivo para a escola continuar com as apresentações, que aconteceram na festa junina da instituição e também em um colégio da região. A intenção dos professores, ao promover as atividades, que começaram no início do ano, é ressaltar a cultura, considerando a realidade dos alunos.

– É importante para valorizar o local em que eles vivem, a região de fronteira – explica o professor de história.

As apresentações, os cartazes, o próprio figurino e até um site sobre o assunto têm sido produzidos por estudantes voluntários. Para registrar os trabalhos e, principalmente, as apresentações do boi de mamão, um curta-metragem dos alunos está em fase de finalização.

Nas gravações e apresentações, eles têm o apoio de pais e até a compreensão dos comerciantes da comunidade.

– A gente conta com a ajuda de voluntários para fornecer os equipamentos de filmagem e compramos fiado o material para as apresentações – conta o professor.

Felizmente, as dívidas foram pagas e a festa junina teve muitos participantes, entre eles, alunos com sotaque espanhol.

Por estar em uma região de fronteira, a escola tem uma parceria com um colégio da cidade argentina de Bernardo de Irigoyen, que deve ser complementada com futuras aulas de boi de mamão. Os estudantes argentinos da plateia em breve deverão integrar as apresentações. Para Theis, os trabalhos estão longe de acabar.

– O que eles aprendem e os valores que são passados deverão ser mantidos de geração em geração – estima o professor.


Trabalhos selecionados vão ter publicação nacional

Os educadores vencedores e suas escolas receberam prêmios em dinheiro e a publicação dos trabalhos em veículos da Editora Abril. Os vencedores também estão concorrendo ao título de Educador do Ano de 2012, na mesma premiação, que ocorrerá em outubro, em São Paulo.

Outro educador catarinense também foi premiado. A professora de matemática Valkiria Grun Karnopp, da Escola Municipal Governador Pedro Ivo Campos, de Joinville, apresentou a geometria aos alunos com bicicletas, casas em estilo enxaimel e até por meio de dobraduras de flores.

– Com as dobraduras de flores eles estudaram os ângulos – disse ela.


O prêmio

- Criado em 1998, o prêmio visa a identificar, valorizar e divulgar experiências edu-cativas de qualidade em escolas de ensino regular.

- Todo ano, são escolhidos 10 professores e um gestor escolar, selecionados por um grupo de especialistas.

- Os vencedores ganham um troféu, um prêmio em dinheiro e participam de uma grande festa em outubro, mês do professor.

- Este ano, dois catarinenses estiveram entre os vencedores.


1 comentário