clicRBS
Nova busca - outros

Notícias

23 jan19:04

Inaugurado novo presídio em Chapecó

Com um atraso de um ano e nove meses em relação ao prazo inicial de entrega, foi inaugurado ontem o novo Presídio Regional de Chapecó, com capacidade para 352 detentos. A obra começou em 2009 e custou R$ 9,1 milhões. A secretária de Justiça e Cidadania, Ada de Luca, reconheceu que a obra estava emperrada quando assumiu a pasta, há dois anos.

O governador do Estado, Raimundo Colombo, que esteve na inauguração, destacou que o Estado vem investindo na ampliação da rede prisional, em segurança e em projetos de reinserção de presos. Durante seu discurso mostrou produtos confeccionados por presos, como roupas e chinelos.

O diretor do Departamento de Administração Prisional do Estado, Leandro Antonio Soares Lima, disse que em Chapecó já são 30% dos detentos que trabalham e a meta é chegar a 50% com a implantação de mais oficinas.

Ele prevê que a transferência dos presos do presídio atual, no bairro Santa Maria, deve ocorrer em 30 a 40 dias. Para tranquilizar a população do bairro onde fica o presídio atual, afirmou que o prédio antigo volta para o Estado e terá outro destino.

Por enquanto o novo presídio será misto mas foi anunciado que está em processo de licitação um presídio exclusivamente feminino em Chapecó, com 280 vagas. O custo é  de R$ 9 milhões e os recursos virão do Ministério da Justiça e contrapartida do Estado.

O governador anunciou que serão investidos R$ 48 milhões no Oeste em segurança prisional, abrindo 1,2 mil vagas. Atualmente o estado tem 17,3 mil detentos.

Além da inauguração do presídio o governador visitou as obras de duplicação da BR 480, no trecho de acesso de Chapecó à BR 282. Colombo disse que a intenção é antecipar a conclusão das obras, que era junho de 2013, para dezembro de 2012. O investimento é de R$ 93 milhões, com 80% do Governo Federal e 20% do Estado.

Ontem à noite ele também lançou o edital de restauração e aumento de tráfego da BR 480, entre Chapecó e a divisa com o Rio Grande do Sul.  O investimento é de R$ 29,2 milhões. Hoje o governador entrega ordem de serviço para obras da pavimentação da SC 161, entre Romelândia e Anchieta, e restauração da SC 480 entre São Lourenço do Oeste e São Domingos.


Comente aqui
17 jan19:33

Chapecó estreia na Superliga B de vôlei

A equipe de voleibol Aprov/Unoesc/Chapecó estreia hoje na Superliga B, às 20 horas, contra o Climed, em Atibaia-SP. A Superliga B tem oito times e os dois melhores sobem para a divisão principal do voleibol masculino nacional. As equipes foram divididas em duas chaves. Na chave da Aprov, além da Climed, estão o Alfa Monte Cristo-GO e o Brasil-RJ. Serão quatro quadrangulares, um em cada cidade dos times participantes. Os dois melhores avançam para a semifinal.

Um dos destaques da equipe de Cahpecó é o ponta Badá, que já venceu a Superliga A pela Ulbra-RS e Unisul-SC.

1 comentário
16 jan17:49

Começa a chegar a nova grama na Arena Condá

Começaram a chegar nesta quarta-feria os rolos da nova grama da Arena Condá. Serão necessários quatro dias para o transporte das 20 carretas que vem de São José dos Ausentes-RS. A grama chega em rolos de 70 centímetros de largura, 30 metros de comprimento e cinco centímetros de altura, que são colocados sobre a base onde foram instalados os sistemas de irrigação e drenagem.

O tipo da grama é a Bermuda, utilizada nos melhores estádios do país. O enraizamento da grama leva 45 dias. A previsão é  que o novo gramado será utilizado no primeiro jogo do returno, no dia 10 de março, contra o Joinville.

O investimento no projeto é de R$ 639 mil.  A empresa responsável pela obra é a Prumo Construtora e Incorporadora, de Chapecó.

A Chapecoense vai mandar seus quatro jogos do primeiro turno do Catarinense em Xanxerê, no estádio Josué Annoni.

Comente aqui
16 jan15:08

Imprudência é a principal causa de acidente no acesso da BR 282

DARCI DEBONA

Foto: Sirli Freitas

Mesmo com o asfalto ruim, desvios e estreitamento de pista a imprudência é a principal causa dos acidentes ocorridos na BR 480, conhecido como acesso Plínio Arlindo De Nês, que liga Chapecó à BR 282, onde três pessoas morreram no sábado passado.

-Em mais de 80% a causa é a imprudência- afirmou o Chefe de Policiamento e Fiscalização da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Chapecó, Eugênio Lorenzon. Ele citou que, dos 258 acidentes registrados nos 7,6 quilômetros que estão em obra em 2012, apenas dois foram causados por defeito na via e cinco por defeitos mecânicos. Os 251 demais foram por imprudência dos motoristas.

Lorenzon aponta como os principais fatores a desobediência à sinalização e a falta de atenção. O policial rodoviário reconheceu que a pista ruim mas que a sinalização é boa, com indicação dos desvios a até 1,5 quilômetro antes. Ele afirmou que a velocidade máxima permitida é de 40 quilômetros por hora. No entanto é perceptível que a maioria dos veículos anda em velocidade que ultrapassa o dobro disso. Além disso muitos motoristas não mantém uma distância segura em relação ao veículo da frente, o que causa acidentes nos pontos de estreitamento de pista.

Os motoristas que transitam pelo acesso concordam com a avaliação da polícia rodoviária. –O pessoal não liga o pisca alerta quando pára bruscamente- afirmou o empresário Dirceu Dalla Riva, que tem uma revenda de  automóveis ao lado da rodovia. Ele disse que todos os dias acontecem acidentes. Ele considera que a presença de policiais na rodovia poderia inibir os imprudentes.

O comerciante Renato Hunhoff, de Pinhalzinho, também reclama dos motoristas. –O pessoal fecha os outros e anda até na contramão- contou. Hunhoff considera que o ritmo da obra poderia ser mais rápido.

Para o motociclista Márcio Gomes Ferreira o trecho da rodovia é perigoso, pois muitos não obedecem a sinalização. Além disso ele reclamou do pavimento, que é ruim.

A duplicação da BR 282 conta com recursos do Governo Federal e contrapartida do Governo do Estado, que está gerindo a obra. De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Regional em exercício, Gilberto Tomasi, já foram investidos R$ 25 milhões e mais de 30% do projeto já foi concluído. A obra iniciou em 2010 e tem prazo de conclusão em julho de 2014. Mas, segundo Tomasi, a expectativa é de finalizar os trabalhos ainda em 2013. Ele afirmou que a fase mais difícil, de desapropriações e escavações, já está em fase de finalização. Além disso já estão prontos os pré-moldados dos retornos e boa parte das pistas laterais. Tomasi também considera que cabe aos motoristas maior cuidado até a finalização da obra.


Comente aqui
15 jan10:30

PF pedirá mais prazo para o caso Chiarello

Darci Debona|darci.debona@diario.com.br


O delegado chefe da Polícia Federal em Chapecó, Oscar Biffi, vai solicitar mais prazo para a conclusão dos laudos periciais do corpo do vereador Marcelino Chiarello, encontrado morto no dia 28 de novembro de 2011, em sua casa.

O prazo para conclusão, que já foi prorrogado outras vezes, termina no dia 18 de janeiro. Mas, segundo o delegado, um novo prazo é necessário para a conclusão dos laudos periciais. O pedido deve ser encaminhado ao juiz da 1ª Vara Criminal do Fórum de Chapecó, Jefferson Zanini.

A Polícia Federal entrou na investigação por solicitação do Ministério Público. A Polícia Civil investigou o caso por cerca de três meses e não chegou a uma conclusão sobre a morte do vereador, se teria havido homicídio ou suicídio.

O delegado Ronaldo Moretto afirmou no inquérito que a morte foi por enforcamento, mas não havia elementos suficientes para dizer se foi um suicídio ou outra pessoa que provocou o enforcamento.

O motivo foram os laudos contraditórios do Instituto Geral de Perícias. O primeiro laudo, feito pelo médico Antonio de Marco, de Chapecó, apontou para suicídio. Laudos complementares apontaram para suicídio.

Em virtude da repercussão do caso na comunidade o Ministério Público decidiu dar sequência na investigação.

O corpo do vereador foi exumado no dia 11 de julho do ano passado. Ele foi levado para o Centro Médico Legal da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto-SP.

Lá o corpo ficou 10 dias antes de retornar. Mas algumas amostras ficaram para exames mais detalhados.

O corpo passou  por exames de ressonância magnética e tomografia, entre outros, para verificar as causas de algumas lesões que não ficaram claras nos laudos do Instituto Médico Legal e Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina. Havia dúvidas sobre  a fratura no nariz e uma lesão no crânio

Após o esclarecimento da causa da morte é que a Polícia Federal vai saber se há um crime para ser investigado ou não.

1 comentário
14 jan15:08

Dal Pozzo quer Chapecoense “mais compacta”

Na última semana de preparação para o campeonato Catarinense o técnico da Chapecoense, Gilmar Dal Pozzo, pretende trabalhar a “compactação” da equipe. Ele avaliou que o time deu alguns espaços nos testes contra o Passo Fundo, sábado, e o time amador do Olaria, na quinta-feira passada.

A Chapecoense venceu o jogo treino contra o Olaria por 4 a 0 e o amistoso contra o Passo Fundo por 2 a 1. Destaque para o atacante Rodrigo Gral, que fez dois contra o Olaria e os dois contra o Passo Fundo. Isso que ele jogou apenas um tempo em cada confronto. –Vou me doar para poder fazer a diferença e vamos em busca do título- disse Gral, que pretende brigar pela artilharia do campeonato.

Para o técnico Gilmar Dal Pozzo, Gral é o melhor jogador do time na finalização. Mas ressaltou que todo o time tem mérito para que a bola chegue com qualidade no ataque. O treinador disse que a equipe precisa valorizar mais a posse de bola.

Ele citou que, no amistoso contra o Passo Fundo, em que a equipe levou um gol aos cinco minutos, pesou a diferença do tempo de preparação. Enquanto o time Gaúcho estava há quase dois meses se preparando a Chapecoense estava treinando há duas semanas.

Dal Pozzo gostaria de fazer mais amistosos mas não havia tempo hábil para isso, já que o time atuou até 30 de novembro na Série C e os jogadores voltaram até alguns dias antes do término das férias.

Mesmo assim será menos de um mês de treinamento até a estreia contra o Joinville, no próximo domingo, Dal Pozzo .

O volante Paulinho Dias disse que a manutenção da base do ano passado, com nove jogadores que atuaram como titulares, pode compensar o pouco tempo de preparação. –A gente sabe o que o companheiro vai fazer no olhar- explicou.

Na avaliação do preparador físico Anderson Paixão, o grupo foi bem nos amistosos e o trabalho foi planejado para que vá evoluindo durante a competição.

Nesta semana a Chapecoense vai mudar-se para Xanxerê, onde vai mandar os jogos do primeiro turno, em virtude da troca de gramado da Arena Condá. De terça a sábado os treinamentos serão no estádio Josué Annoni, para que a equipe fique bem adaptada ao novo gramado.

Em relação a reforços o técnico Gilmar Dal Pozzo disse gostaria de mais um ou dois atletas. A direção contrato oito reforços para o Campeonato Catarinense. Entre eles os atacantes Bruno Rangel e Ronaldo Capixaba e o volante Diego Felipe.

Comente aqui
13 jan17:46

Enterradas em Xaxim as três vítimas de acidente

Foram enterradas no final da tarde deste domingo, no Cemitério Municipal de Xaxim, as três vítimas de um acidente ocorrido no sábado, às 18 horas, na BR 480, em Chapecó. Jaqueline Scarlett Cachoeira Ambrosi, 16 anos, Nicolas Cachoeira, 5 anos e. Daniela Zamboni, 25 anos, estavam no Fiat Palio placas de Erechim que colidiu contra um Vectra placas de Chapecó.
Daniela chegou a ser socorrida pelos Bombeiros e encaminhada ao Hospital Regional do Oeste, onde morreu ao dar entrada.
O Fiat Palio ia de Erechim para Xaxim. O Vectra vinha em sentido contrário. A colisão foi no quilômetro 125 da BR 480, próximo aos silos da Aurora Alimentos, num trecho conhecido como Acesso Plínio Arlindo De Nês. Os 7,6 quilômetros que ligam a cidade de Chapecó ao trevo da BR 282 estão sendo duplicados. Em virtude das obras há trechos com cones e desvios. Mas o acidente ocorreu numa reta.
O policial rodoviário federal Felisberto Chagas de Souza disse que o boletim de ocorrência deve ser concluído em cinco dias. Ele disse que a pista no local não está em boas condições mas acredita que o principal fator para a colisão foi o excesso de velocidade. Em virtude das obras a velocidade recomendada é de 40 quilômetros por hora.
Chagas confirmou que o Fiat Palio invadiu a pista contrária, onde ocorreu o choque. O condutor do Palio, Jorge Luís Cachoeira, 29 anos, chegou a ser internado no Hospital Regional do Oeste, de onde teve alta no domingo pela manhã. Ele chegou a acompanhar o velório realizado na capela mortuária do Bairro Alvorada, em Xaxim. Em virtude dos ferimentos ficou a maior parte do temo em repouso, numa sala anexa. Disse não lembrar do momento que antecedeu o acidente.
As vítimas fatais era sua mulher, Daniela, o filho, Nicolas, e a sobrinha, Jaqueline. Outra sobrinha que estava no carro, Débora Cristina Cachoeira, 15 anos, teve fratura da bacia e permanece internada no Hospital Regional do Oeste.
O condutor do carro, a mulher e o filho moravam em Erechim. De acordo com familiares o casal estava levando as sobrinhas, que foram passar alguns dias de férias no Rio Grande do Sul, para Xaxim. O acidente foi a menos de 30 quilômetros de casa.
Familiares, amigos e colegas de escola foram ao velório e ao enterro.
No outro veículo envolvido no acidente havia três pessoas: o  condutor Jonas Sartori, 32 anos, e os passageiros Alessandro Legramanti, 33 anos, e Fernanda Rafaelly Paludo, 27 anos. Eles saíram feridos, foram atendidos pelos Bombeiros e Samu e não precisaram ser internados.

Além dos três óbitos no acidente do final a tarde de sábado, na BR 480, em Chapecó, outras duas mortes de trânsito ocorreram no mesmo dia, na Região Oeste.
O primeiro acidente foi à 1h15, na BR 282, no trevo de acesso a Ponte Serrada. Houve uma colisão frontal entre um Gol de Xanxerê e uma F 350, de Navegantes. Morreu o condutor do Gol, Gilberto da Costa, 27 anos, que morava em Ponte Serrada.  O condutor do outro veículo, Sanildo da Silva Góis, de 37 anos, saiu ileso.
O segundo acidente com morte foi às 22h39, no bairro Jardim Itália, em Chapecó, envolvendo dois veículos.Houve três feridos e um óbito, Francisco Augusto de Lima, que morreu no local. A Polícia Militar e o Samu, que atenderam a ocorrência, informaram que só poderiam fornecer mais detalhes na segunda-feira.

1 comentário
13 jan12:32

Três pessoas morrem em acidente em Chapecó


Três pessoas morreram em um acidente ocorrido por volta das 18 horas de sábado, na BR 480, no trecho que liga a cidade de Chapecó à BR 282, conhecido também como Acesso Plínio Arlindo De Nês. A colisão foi próxima aos silos da Aurora Alimentos. Um Fiat Palio placas de Erechim, que transitava em direção a Chapecó, colidiu frontalmente contra um Vectra, que transitava em direção à BR 282.

As três vítimas fatais estavam no Fiat Palio. Jaqueline Scarlett Cachoeira Ambrosi, 16 anos, e Nicolas Cachoeira, 5 anos, morreram no local. Daniela Zamboni, 25 anos, chegou a ser conduzida pelos Bombeiros até o Hospital Regional do Oeste, onde morreu ao dar entrada.

O condutor do Fiat, Jorge Luís Cachoeira, 29 anos, teve alta na manhã deste domingo. No veículo também estava Débora Cristina Cachoeira, 15 anos, que permanece internada no Hospital Regional do Oeste.

No Vectra havia três pessoas: o  condutor Jonas Sartori, 32 anos, e os passageiros Alessandro Legramanti, 33 anos, e Fernanda Rafaelly Paludo, 27 anos. Eles saíram feridos mas sem gravidade, foram atendidos pelos Bombeiros e Samu e não precisaram ser internados.

A Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê deve emitir um laudo sobre as causas do acidente em cinco dias. Um dos prováveis motivos seria o excesso de velocidade, em virtude de que esse trecho da rodovia está sendo duplicado e a velocidade máxima permitida é de 40 quilômetros por hora. Extraoficialmente um policial avaliou que o Uno teria invadido a pista contrária.

Comente aqui
12 jan22:37

Chapecoense vence amistoso contra o Passo Fundo

No último teste antes da estreia no Campeonato Catarinense a Chapecoense venceu o Passo Fundo-RS por 2 a 1, neste sábado, no estádio Josué Annoni, em Xanxerê.

O amistoso teve alguns momentos tensos. Apesar da vitória, a Chapecoense saiu atrás no placar. O time gaúcho começou melhor e fez um gol logo a cinco minutos. Aos poucos a Chapecoense foi se organizando melhor e passou a dominar o jogo. Aos 40 minutos Rodrigo Gral empatou, de pênalti, que ele mesmo sofreu.

No lance o zagueiro Julio Santos foi expulso.

Cinco minutos depois, Gral recebeu dentro da área e chutou cruzado, colocando a Chapecoense em vantagem.

Na saída de bola mais um jogador do Passo Fundo, o volante Janderson, foi expulso. O capitão do time gaúcho, o meia Claiton, que já jogou no Inter-RS e Flamengo, convocou os companheiros a deixarem o campo, reclamando da arbitragem de Maurício Rosa.

Mas os dirigentes dos dois clubes entraram em acordo e decidiram substituir os jogadores expulsos. A Chapecoense acabou sendo beneficiada também quando o a zagueiro Rafael Lima foi expulso e acabou sendo substituído por Galiardo.

A Chapecoense jogou com Nivaldo, Fabiano, Rafael Lima (Galiardo), André Paulino (Dão) e Fabinho; Wanderson (Ruan), Paulinho Dias, Diego Felipe (Dudu), Athos (Neném); Rodrigo Gral (Bruno Rangel) e Ronaldo Capixaba (Fabinho).

Comente aqui
10 jan11:29

Três pessoas morrem em acidente na SC 469, em Modelo

Atualizado às 14h17

Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), um acidente por volta das 10h45, envolvendo um Corolla, placas de Medianeira/PR, um Palio, placas de Belo Horizonte/MG, e uma motocicleta, de Modelo, deixou três vítimas fatais e uma em estado grave. A colisão frontal foi no km 58 da SC-469, em Modelo, Oeste de Santa Catarina. O Corolla trafegava no sentido Modelo-Pinhalzinho, e a moto e o Palio no sentido contrário.

Informações preliminares dão conta de que os dois ocupantes da moto e o motorista do Corolla morreram no local. Uma mulher de 49 anos, que estava no Palio, teve ferimentos graves e foi encaminhada pelo Corpo de Bombeiros para a Associação Hospitalar Beneficente de Pinhalzinho. Por volta das 13h30, ela foi transferida para o Hospital Regional do Oeste em Chapecó. O outro ocupante do veículo teve ferimentos leves.

Uma equipe do Posto da PMRv de São Lourenço do Oeste fez atendimento da ocorrência.

Até as 14h, os nomes das vítimas não haviam sido divulgados pela Polícia Militar Rodoviária.

Comente aqui