Notícias

20 set09:45

Chapecoense viaja na sexta-feira e treina na Ressacada

A Chapecoense vai viajar apenas na véspera da partida contra o Macaé. A delegação embarca  na madrugada de sexta-feira para Florianópolis.

Na capital catarinense o técnico Gilmar Dal Pozzo comanda um treinamento na Ressacada. Depois do almoço o time viaja para o Rio de Janeiro, onde pega um ônibus até Macaé. A chegada está prevista à noite. No sábado, acontece o confronto contra o Macaé, às 16 horas, em Macaé.

Comente aqui
20 set09:42

Nivaldo não treinou

O goleiro Nivaldo não participou do treinamento desta quarta-feira. Ele teve uma inflamação no joelho direito e ficou em tratamento.

A previsão é de que ele volte aos trabalhos nesta quinta-feira à tarde e deve ser confirmado para a partida contra o Macaé, sábado, em Macaé.

Comente aqui
20 set09:40

Quinta-feira amanhece fria em SC e temperatura não deve passar dos 20ºC

Ainda na quarta-feira a frente fria que passou Santa Catarina, vinda do Rio Grande do Sul, se deslocou para o centro do Brasil, permitindo a chegada de uma massa de ar seco e frio. Com isso, o tempo fica firma nesta quinta-feira, com e poucas nuvens em todas as regiões.

A temperatura, porém, diminuem em relação aos últimos dias, quando os termômetros registraram mais de 30ºC em algumas localidades. O destaque ficar por conta de Lages, na Serra catarinense, que registra 7,2ºC na manhã desta quarta-feira. Chapecó também amanheceu com temperatura baixa, 7,8°C.


Veja algumas temperaturas no amanhecer desta quarta*:

Florianópolis: 16,3ºC

Criciúma: 23,2ºC

Blumenau: 15,6°C

Joinville: 16,9ºC

Lages: 7,2ºC

Chapecó: 7,8ºC

(Dados retirados das estações meteorológicas do Grupo RBS às 7h)

O meteorologista da RBS, Leandro Puchalski, chama a atenção para o fato de que, mesmo com sol, as cidades da Serra, durante a tarde, terão máxima que não deve passar dos 10ºC a 12ºC, sendo que, no Oeste, ela não passa dos 15ºC a 17ºC. Nas demais regiões a máxima se aproxima dos 20ºC.


::: Acesse mais informações no blog do Puchalski


De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina — A Grande Florianópolis deve ter máxima de 19ºC nesta quinta-feira, enquanto no Litoral Norte ela pode chegar a 21ºC.


Fim de semana

Na sexta-feira, a massa de ar frio e seco continua atuando sobre o Estado, mantendo o tempo estável. Pode haver formação de geada no Planalto Sul, especialmente na região de São Joaquim.

A temperatura segue baixa no período noturno com pouca elevação durante o dia, condição que deve ser mantida no sábado e também no domingo.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
20 set09:11

Agroindústria catarinense reduz sal das receitas

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Produtos para reduzir a quantidade de sal nos alimentos estão entre as novidades apresentadas na Mercoagro, feira realizada até esta sexta-feira, em Chapecó.

Juliano Dalanora, gerente da Bremil, apresenta na Mercoagro o subsal, proteína produzida a base de soja.

De acordo com o coordenador de feiras e eventos da Associação Comercial e Industrial de Chapecó, Vincenzo Mastrogiacomo, as empresas precisam se adaptar às exigências do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. No final de agosto, foi firmado um acordo entre o governo e as indústrias para reduzir o sódio em temperos, caldos, margarinas e cereais.

O brasileiro consome, em média, 12 gramas de sal por dia, mais do que o dobro do recomendado pela Organização Mundial de Saúde, que é de cinco gramas. Somados os três convênios já firmados, a previsão é de que até 2020, estejam fora das prateleiras 20 mil toneladas de sódio.

A redução começa a valer a partir de 2014 e deve virar lei, abrangendo também outros produtos, como derivados de carne. Por isso, as indústrias alimentícias estão trabalhando para adequar seus produtos.

A Bremil, de Arroio do Meio (RS), está apresentando na Mercoagro o subsal, um produto desenvolvido para substituir o sal dos alimentos. De acordo com o gerente Juliano Dalanora, o novo produto pode reduzir em pelo menos 50% o volume de sal em embutidos e outros derivados de carne. O subsal é uma proteína hidrolisada de soja que promete não alterar o sabor dos produtos.

A Aurora Alimentos já vem desenvolvendo há dois anos alternativas para substituir o cloreto de sódio. De acordo com a gerente de pesquisa, Rodicler Bortoluzzi, entre as opções pesquisadas está o uso de especiarias, ervas aromáticas ou outros condimentos. Ela afirma que há uma preocupação com a saúde, mas também com a adaptação do paladar dos brasileiros aos novos produtos.


Investimentos mirando o Japão

A comissão organizadora da Mercoagro e os 350 expositores estão otimistas quanto às vendas de equipamentos durante a feira deste ano. Um dos motivos é necessidade de modernização das empresas para atenderem mercados mais exigentes, como o disputado Japão.

— As empresas têm que se modernizar até para reduzir custos — afirma De Luca Filho, da BTS Informa, que promove a feira com a Associação Comercial e Industrial de Chapecó.

O coordenador da feira, Vincenzo Mastrogiacomo, diz que a expectativa é movimentar US$ 160 milhões em negócios fechados ou encaminhados até amanhã, quando encerra o evento. Isso é US$ 10 milhões a mais do que na feira anterior. Ele lembra que, neste ano, a Mercoagro traz novidades como uma máquina que resfria a carne mais rapidamente, evitando a formação de cristais de gelo que alteram a qualidade do produto.

Jorge Correa, representante da Vemag do Brasil, trouxe para Chapecó quase uma dezena de máquinas para fabricação de hambúrgueres, fatiadoras de carne com e sem osso e linhas de produção de carne moída.

Um dos lançamentos é uma máquina para a produção de almondegas, kibes e produtos recheados. O preço é de R$ 670 mil. Corrêa afirma que as agroindústrias precisam investir em máquinas de agregação de valor para superar a crise que afeta o setor. E afirma que no primeiro dia de feira já fechou negócios.

O presidente da Aurora Alimentos, Mário Lanznaster, defende que as empresas precisam pensar a médio e longo prazo. Por isso terão que investir na ampliação e otimização das plantas. Ele afirma que somente a Aurora vai investir R$ 40 milhões na reativação e duplicação da unidade de suínos de Joaçaba.

Metade disso será em equipamentos. Alguns deles devem ser adquiridos na Mercoagro. A unidade de Joaçaba será reativada em 2014, com abate de dois mil suínos por dia. O objetivo é atender o mercado japonês.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
19 set22:30

Indústrias e produtores pedem subsídio para milho

darci.debona@diario.com.br

O governo federal acenou com uma proposta para viabilizar o transporte de milho do Centro-Oeste para Santa Catarina, em audiência realizada com lideranças do setor agroindustrial. 

Representantes da agroindústria catarinense estiveram nesta quarta, em Brasília, negociando alternativas para a falta de milho no mercado catarinense, o que tem elevado o custo da produção no Estado. A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, o secretário de Políticas Agrícolas do Ministério da Agricultura, Caio Rocha, e o diretor da Companhia Nacional de Abastecimento, Marcelo Melo, acordaram com o setor o encaminhamento de um pedido de utilização de créditos de exportação de PIS/Cofins para subsidiar frete para as agroindústrias.

O setor solicitou subsídio de R$ 5 por saca para o frete, o que necessitaria de um aporte de R$ 300 milhões, para o transporte de três milhões de toneladas do Centro-Oeste para Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo. 

As agroindústrias também pediram uma linha de crédito para capital de giro. Os produtores querem o aumento do limite de financiamento para compra de milho, de R$ 70 mil para R$ 140 mil. O secretário adjunto da Agricultura de Santa Catarina, Airton Spies, e os representantes do setor pediram urgência à solicitação. 

As agroindústrias catarinenses estão reduzindo o abate e demitindo funcionários pelo efeito da crise do milho, que aumentou muito os custos. A ministra Ideli Salvatti deve apresentar a proposta na segunda-feira para o Ministério da Fazenda. Na quinta-feira, as propostas devem passar pela reunião do Conselho de Política Monetária (Copom). O presidente da Associação Catarinense dos Criadores de Suínos, Losivânio de Lorenzi, avalia que a reunião foi positiva.

Comente aqui
19 set19:46

Galeria casa de carnes em Concórdia

Pensando em incentivar o consumo de carne suína o Instituto Nacional da Carne Suína (INCS) em Concórdia apresenta uma proposta diferente de casa de carnes. A Galeria Casa de Carnes, inaugurada nesta quarta-feira, tem como proposta trazer para a população cortes e derivados exclusivos de carne suína.

No mix de produtos, o destaque é para marcas de pequenos frigoríficos da região do Alto Uruguai Catarinense, que oferecem produtos de qualidade, com sabor artesanal, e que fazem parte de um grupo que busca para seus produtos uma certificação de qualidade e o Selo de Indicação Geográfica da Carne Suína do Meio Oeste Catarinense, ambos os projetos em parceria com INCS.

O Afrib e Frigolaste de Seara, Friprando de Jaborá e Varpi de Concórdia, são os frigoríficos que vão oferecer cortes suínos temperados, recheados, defumados e embutidos. Todos produtos que vão fazer da refeição uma verdadeira experiência de sabor e mostrar que a carne suína é um alimento saudável, de fácil preparo, que pode ganhar a mesa dos brasileiros no dia-a-dia.

O conceito da Galeria Casa de Carnes, porém, ainda vai além da carne suína e também oferece uma gama de produtos sem lactose, que levam a marca Casa da Ovelha. Carnes bovinas e de cordeiro, queijos finos e temperados, geleias e antepastos requintados, cremes balsâmicos, molhos, temperos e conservas também estão a disposição dos clientes. Para acompanhar a refeição, apresenta também uma carta de vinhos nacionais e importados, licores, sucos orgânicos e sucos.


Comente aqui
19 set19:34

Nota de Falecimento

Funerária Sturmer comunica o falecimento de:


Ernesto Jose Caovilla

O velório acontece na Capela São José Operário do Bairro Passo dos Fortes em Chapecó/SC

O enterro será às 17h do dia 20 de setembro no cemitério municipal de Trindade/RS.


___


Josefina Dalo

O velório foi na Capela “B”da Funerária Sturmer.

O enterro foi às 17h do dia 19 de setembro no cemitério Ecumênico de Chapecó/SC.


___



Vilmar Antonio Antunes Padilha

O velório foi na Capela da Igreja do bairro Eldorado em Chapecó/SC.

O enterro foi no dia 19 de setembro no cemitério Ecumênico de Chapecó/SC.


Comente aqui
19 set18:29

Rodrigo Gral não joga contra o Macaé

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O atacante Rodrigo Gral não vai atuar contra o Macaé, sábado, no Rio de Janeiro. O jogador que estreou no domingo teve um estiramento na parte posterior da coxa esquerda. A lesão, de grau um, é considerada leve. Mas, segundo o preparador físico Anderson Paixão, é melhor evitar escalar o jogador para não correr o risco de agravamento da lesão.

Gral já fez na terça-feira uma aplicação de Plasma Rico em Plaquetas (PRP) na lesão e deve estar em condições para a próxima semana.

Comente aqui
19 set18:23

Concórdia recebe o Guarani de Palhoça

O Guarani de Palhoça, já garantido na Primeira Divisão em 2013, vai com força máxima enfrentar o Concórdia, hoje, às 20h, no Estádio Domingos Machado de Lima, em Concórdia.

Após a derrota por 1 a 0 para o Atlético Tubarão, no último domingo, o técnico Hudson Coutinho decidiu recolocar os titulares em campo.

– Optamos em poupar os titulares em função do cansaço dos atletas, mas a partir da próxima partida já estaremos com força máxima em busca do título da Divisão Especial – garantiu Hudson.

O meia Gustavo, poupado nos dois primeiros jogos, o atacante Leandrinho e o zagueiro Cleyton devem retornar ao time principal.


HORA DE SANTA CATARINA



Comente aqui
19 set18:20

Chapecó ganhará Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos

O Sistema Fiesc formalizou a parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) para apoio ao Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos, que será implantado em Chapecó.

O acordo de cooperação foi assinado nesta quarta, dia 19, pelo presidente do Fiesc, Glauco José Côrte; pelo diretor regional do Senai-SC, Sérgio Roberto Arruda; e pelo representante do IICA Marcos Sánchez-Plata, na abertura do Seminário Internacional de Industrialização da Carne.

A cooperação prevê a promoção de soluções competitivas na área de processamento de aves, segurança de alimentos e execução de projetos conjuntos no continente americano. Os trabalhos poderão ser na forma de assessoria direta, por meio de missões técnicas, capacitação de especialistas e intercâmbio de conhecimentos e informações. Desde 2011, as duas entidades realizaram em conjunto duas edições (uma em andamento) da Escola de Processamento Avícola, em Chapecó, e, com a assinatura do convênio, a atividade se consolida como evento anual.

A parceria com o IICA cumpre a estratégia do Senai de buscar instituições de referência nacionais e internacionais na implantação e operação dos Institutos de Tecnologia. O IICA atua em todo o continente americano e é especializado em agricultura e meio rural.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui