Notícias

19 set17:56

Ong de Chapecó completa 18 anos

Desde 1994 a Ong Verde Vida realiza em Chapecó programas e oficinas educativas. Atualmente a organização gera emprego e renda para 78 colaboradores e atende 90 adolescentes que participam de 16 oficinas sócio-educativas.

Nestes 18 anos de atuação a Ong, instalada na região dos bairros São Pedro e Bom Pastor, já beneficiou mais de 2 mil adolescentes. Só em 2012, 16 adolescentes que participaram de oficinas foram encaminhados para o mercado de trabalho.

O programa, que processa mais de 300 toneladas de recicláveis por mês, tem parceria com diversas em empresas chapecoenses. Para conhecer mais acesse o site www.verdevida.org.br.


Comente aqui
19 set17:52

Adolescente de São Lourenço do Oeste é selecionada no Menina Fantástica

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O ônibus da Menina Fantástica percorre Santa Catarina e já selecionou quatro meninas. Uma delas, Ana Laura Centenaro, 18 anos, foi escolhida na manhã desta quarta-feira em Chapecó. As demais foram selecionadas em São José, Blumenau e Criciúma.

Ana, que mora em São Lourenço do Oeste, percorreu cerca de 110 quilômetros de carro com os pais até Chapecó.

- Havia mandado carta no ano passado e neste ano resolvi vir até o ônibus – disse Ana Laura. Ela está confiante para a seletiva que acontece neste sábado em Florianópolis.

- Estou torcendo bastante, vou cuidar da alimentação nesta semana e quero muito entrar na casa – disse.

Ana foi uma das mais de 80 meninas que participaram da seletiva em Chapecó. Durante a tarde o ônibus esteve em São Carlos.

Quinze meninas serão selecionadas no estado e apenas três passam para a próxima fase. Na classificatória devem participar também as três meninas escolhidas no Paraná e Rio Grande do Sul, mais a escolhida por carta. Destas dez meninas, apenas duas, vão para a casa da Menina Fantástica.

Segundo o olheiro Carlos Paiva o projeto procura uma nova top model que possa representar o país. Para isso ônibus estão percorrendo as cinco regiões do Brasil.

- Sei o que estou procurando e por isso é importante esse giro – disse.




Comente aqui
19 set17:49

Voo da Gol é cancelado em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Um voo da empresa Gol foi cancelado na manhã desta quarta-feira no Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso em Chapecó. A aeronave do voo G3 1281 com destino à Florianópolis teve problemas e cerca de 120 passageiros tiveram que ser remanejados. Alguns foram realocados para voos de outras empresas e outros decolaram na mesma aeronave durante a tarde.

Segundo informações dos passageiros o voo só foi cancelado após o início do embarque. Funcionários da empresa em Chapecó não quiseram falar sobre o assunto.

Em nota a assessoria de imprensa da Gol disse que a aeronave programada para realizar o voo precisou passar por uma manutenção corretiva no sistema eletro eletrônico, o que motivou o cancelamento.

A empresa lamentou o desconforto aos passageiros e disse ainda que cancelamentos e alteração de voos por manutenção são procedimentos necessários às operações aéreas.


Comente aqui
19 set10:37

Gral sente dores musculares e é poupado

darci.debona@diario.com.br

O atacante Rodrigo Gral não participou do treinamento de terça-feira, em virtude de dores musculares . Nesta quarta-feira ele será avaliado para ver se participa das atividades, prevista para a tarde. Pela manhã o grupo teve folga.



Sirli Freitas




O local de treinamento ainda não foi definido em virtude da chuva.  Pode ser no campo do Trevo ou na Água Amarela.

Gral não participava de um jogo oficial há três meses. No domingo, contra o Caxias, ele atuou 55 minutos e participou de dois dos quatro gols da equipe.

O diretor de futebol da Chapecoense, Cadu Gaúcho, disse que a expectativa é que o atacante se recupere para o confronto contra o Macaé, no Rio de Janeiro.  O jogo é sábado e a delegação sai de Chapecó na manhã de sexta-feira.

Comente aqui
19 set10:08

Mercoagro inicia em meio à crise do milho

darci.debona@diario.com.br


Sirli Freitas



Num cenário em que já ocorreram cinco mil demissões neste ano e cerca de 10 agroindústrias do Estado estão com dificuldades financeiras, abriu ontem a Mercoagro, Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne, que acontece até sexta-feira, em Chapecó. Enquanto o setor foca em máquinas cada vez mais modernas para atender mercados exigentes, como o Japão, falta um produto básico no campo, o milho.

A Aurora Alimentos, que somente em Chapecó tinha 10 silos de 3 mil toneladas cada sempre cheios, ontem tinha apenas uma unidade cheia e a outra pela metade. As carretas que antes enchiam o pátio da agroindústria agora são poucas, com o produto vindo do Mato Grosso do Sul, a preços de R$ 30 a saca, pelo menos 50% acima do valor médio dos últimos três anos.

Como a soja dobrou de preço, os custos de produção saltaram. As agroindústrias que não tinham muito capital de giro acabaram fraquejando. Somente a Coopercentral Aurora recebeu ofertas para incorporar seis frigoríficos de aves e três de suínos. A empresa assumiu a Bondio, que abatia 110 mil aves por dia. A Diplomata e a Globoaves enfrentam atraso no pagamento dos avicultores. E outras unidades menores tiveram até suspensão ou redução de abates. 

O analista de mercado da Epagri, Julio Rodigheri, informa que os baixos estoques mundiais aliados às estiagens na América do Sul e nos EUA, mais o uso do milho na produção do etanol, geraram forte demanda. No Brasil, apesar da seca no Sul, que aumentou o déficit do grão de SC para 2,6 milhões de toneladas, a safra aumentou. Só que, ao mesmo tempo, cresceram as exportações de nove para 14 milhões de toneladas.

Mesmo assim existe milho no Centro-Oeste. O presidente da Aurora e vice-presidente da Fiesc para o Agronegócio, Mário Lanznaster, diz que o milho está em R$ 19 em Sorriso (MT), mas chega a R$ 31 em SC pelo custo no transporte.

Repasse aos consumidores

O presidente da Cidasc, Enori Barbieri, explica que muitas empresas catarinenses já estão sem capital de giro e com dificuldades de conseguir empréstimos diante da alta no preço do milho. Por isso, as agroindústrias estão pedindo um subsídio do governo federal de R$ 5 por saca para bancar o transporte.

Mas a alta não afeta apenas as empresas. Um dos reflexos da falta de milho e aumento dos custos já começa a ser sentido pelos consumidores nos supermercados. De acordo com o presidente da Aurora, Mário Lanznaster, as agroindústrias já reajustaram 7% no preço do frango e a tendência é de mais alta. 

— Vai subir no mínimo mais outro tanto — afirma. 

Pedido de ajuda ao governo

A Conab informou que já disponibilizou 200 mil sacas de milho para pequenos criadores de SC e RS. Os catarinenses devem receber mais 40 mil toneladas. De acordo com Mario Lanznaster, da Aurora, essa medida é insuficiente pois as agroindústrias precisam urgentemente de 1,5 milhão de toneladas.

O presidente da Associação Catarinense dos Criadores de Suínos (ACCS), Losivânio De Lorenzi, diz que o volume não atende a demanda dos produtores, pois os criadores teriam direito a 27 toneladas por mês de milho fornecido pela Conab e muitos recebem só cinco toneladas.

Hoje, o presidente da ACCS e outras lideranças políticas e empresariais de SC estarão em Brasília buscando apoio do governo federal para o transporte de milho.

1 comentário
18 set17:39

Vereadores instauram CPI para investigar denúncias de improbidade em São Carlos

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Foi aprovada, por unanimidade, na noite da segunda-feira, dia 17, na Câmara de Vereadores de São Carlos a instauração de uma CPI para investigar denúncias administrativas apresentadas contra o prefeito Elio Godoy. Os vereadores solicitaram também o afastamento do prefeito do cargo, que se manteve por meio de liminar.

Ainda no final da tarde da segunda o assessor jurídico da prefeitura, Valdir Ruver, encaminhou um mandado de segurança preventivo para a justiça.

No início da tarde desta terça-feira a juíza Lisandra Pinto de Souza da comarca de São Carlos, concedeu uma liminar garantindo a permanência do prefeito no cargo. Agora os vereadores têm um prazo de até 10 dias para recorrer da decisão. Dos nove vereadores, cinco votaram a favor do afastamento, três contra e o presidente da Câmara não votou.

A instauração da CPI foi aprovada por unanimidade e uma comissão de cinco vereadores vai investigar o caso. O comitê seria formado na reunião desta terça, mas foi cancelada. Os vereadores devem se reunir no dia 24 de setembro.

O prefeito será investigado após a divulgação de um vídeo gravado pelo empresário Sandro Willinghoefer, que mostraria o possível pagamento de propina. O advogado do empresário, Vilson Gerhard, disse que essa seria uma condição para que o contrato de prestação de serviços fosse mantido.

Já o assessor jurídico do prefeito, Valdir Ruver, alega que a gravação mostraria o recebimento da devolução da parcela de um empréstimo.

Segundo o promotor José Orlando Lara Dias, um procedimento foi instaurado para coletar provas, documentos e algumas pessoas ouvidas. Esse procedimento deve encerrar no dia 13 de outubro, que é o prazo máximo de 90 dias para a conclusão do procedimento.

- Pretendo concluir antes, mas não sei se será antes das eleições – disse o promotor.

Para identificar se houve crime ou não uma cópia da gravação e das documentações foram encaminhadas para o procurador geral de justiça em Florianópolis.


Comente aqui
18 set17:15

Thui retorna ao Arena Cross

Depois de vencer a primeira etapa do Arena Cross Brasil em Curitiba/ PR, o chapecoense Arthur Todeschini (Expresso Sul/ WA transportes/ Cetric/ Pirelli/ Brasil Racing) buscará a segunda vitória seguida, neste sábado, 22, em Balneário Camboriú.

Mais de 100 pilotos devem disputar as cinco categorias e Thui além de tentar manter liderança da categoria 65Cc segue em busca da Tríplice conquista. Se vencer também este campeonato unirá a conquista com os títulos do Campeonato Brasileiro e da Superliga Brasil de MotoCross, vencidos neste ano. As três conquistas nos principais campeonatos do país seria um fato inédito.

Estarão em disputa na cidade praiana catarinense as categorias – 50cc, 65cc, Júnior, MX2 e MX Pró.

Thui está se preparando cada vez mais para as vitórias. Treinou no sábado e domingo, apesar da pista seca. Na tarde desta terça-feira o jovem piloto de apenas 11 anos de idade também treinou.

Recentemente Thui fechou o campeonato brasileiro de MotoCross como campeão. Antes disso fez sua estreia em competições internacionais. No Mundial Júnior, na Bulgária, o chapecoense conseguiu classificação em todas as baterias. Entre os 56 pilotos de mais de 30 países, ele ficou na 16ª colocação.

- Lá a pista tem subidas e descidas enormes, bem diferente do que os pilotos mais jovens enfrentam no Brasil. Mas estamos felizes com o desempenho e a experiência vai ajudá-lo muito nas provas nacionais – disse Nani Todeschini, mãe do atleta.


Comente aqui
18 set10:41

Bancários do Oeste aderem à greve nacional

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A greve dos bancários pegou clientes de surpresa no início da manhã desta terça-feira em oito cidades do Oeste. Bancários de Chapecó, Concórdia, Quilombo, Seara, São Miguel do Oeste, Iporã do Oeste, Maravilha e Pinhalzinho, pertencentes à três sindicatos da categoria, aderiram ao movimento nacional. Em Santa Catarina a projeção é de que pelo menos 10 regiões devem aderir à greve deflagrada por tempo indeterminado.

Os bancários esperavam uma contraproposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A proposta de 6% de reajuste apresentada pelos banqueiros em agosto foi rejeitada pela categoria.

De acordo com o presidente em exercício do Sindicato dos Bancários de Concórdia e Região, Luiz Junior Gubert, a categoria reivindica 10,25% de aumento e melhores condições de trabalho, saúde e atendimento.

- A greve é sempre o último passo, buscamos o diálogo e esperamos que as negociações sejam retormadas – disse Gubert.

Com a paralisação ficam fechados os caixas para saques, pagamentos e todas as movimentações bancárias. O acesso ao autoatendimento deve estar disponível em algumas das agências bancárias de cada região, segundo o sindicato.

Até a noite de segunda-feira ao menos 11 sindicatos confirmaram que os trabalhadores irão cruzam os braços a partir desta terça-feira nas cidades de Araranguá, Balneário Camboriú, Chapecó, Concórdia, Xanxerê, Blumenau, Criciúma, Florianópolis, Joaçaba, São Miguel do Oeste e Tubarão. Em Videira a greve começará na próxima sexta-feira, 21.


Panorama da greve no Oeste

Banco do Brasil

5 agências em Chapecó

1 agência em Quilombo

1 agência em Concórdia

1 agência em Seara

1 agência em São Miguel do Oeste

1 agência em Iporã do Oeste

1 agência em Maravilha



Caixa Econômica Federal

8 agências em Chapecó

1 agência em Pinhalzinho


HSBC

1 agência em Concórdia


Santander

1 agência em Concórdia


Paralisação é nacional

Em todo o país, bancários deflagraram greve, por tempo indeterminado, a partir de terça-feira. Desde a primeira semana do mês, quando a Federação Nacional de Bancos (Fenaban) apresentou proposta de reajuste salarial muito distinta da reivindicação dos bancários, os trabalhadores ameaçam cruzar os braços.

Ao todo, a categoria reúne cerca de 500 mil funcionários no país.


Alternativas à greve

Correspondentes

Estão espalhados em todo o país em pontos como supermercados, casas lotéricas e postos dos Correios. As casas lotéricas, por exemplo, funcionam durante o horário comercial.


Operações

— Pagamento de contas de água, luz, telefone (com ou sem fatura), tributos municipais e estaduais, boletos de bancos. carnês, INSS/GPS, FGTS-GRF/GRRF/GRDE (com código de barras) e contribuição sindical (em dinheiro).

— Saque de dinheiro e benefícios como bolsa família, INSS, FGTS, seguro desemprego e PIS. O saque com com cartão magnético é limitado a R$ 1 mil ou três transações diárias.

— Depósito em conta corrente ou em conta poupança. A operação limitada a R$ 1 mil ou até três transações por dia.

— Consulta de saldos e extratos de contas correntes e poupanças, entrega de propostas de cartão de crédito, conta corrente, cheque especial e empréstimo por consignação para aposentados, pensionistas do INSS, empregados de empresas conveniadas e recarga de celular pré-pago.


Internet Banking

Operações

— Consultas de saldo, extrato, lançamentos futuros, extrato de compras com cartões de débito, informe de rendimentos, investimento, poupança, aplicações e transações agendadas.

— Pagamentos de Débito Direto Autorizado (DDA), agendamento de pagamento de conta (água, luz, telefone e gás), boleto de cobrança DARF/DARF Simples, Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), GFIP-FGTS, GPS-INSS, IPVA, DPVAT, IPTU/, GRCS, ISS, licenciamento de veículos e recarga de celular.

— Transferências entre outros bancos, TED e DOC eletrônico

— Solicitação e desbloqueio de talão de cheques, solicitação, consulta e cancelamento de débito automático e empréstimos.


Mobile banking

Para ter acesso a este serviço, o cliente deve baixar o aplicativo (app) da instituição diretamente no celular, a partir do site do banco e das lojas virtuais de aplicativos.


Operações

— Por este canal, geralmente é possível consultar saldos, verificar extratos, contas de investimentos, home broker (compra e venda de ações) e pagar títulos via Débito Direto Autorizado (DDA). O serviço, no entanto, varia conforme a instituição e o relacionamento com o cliente.


Telefone

Todos os bancos oferecem um serviço telefônico por meio do qual o cliente pode tirar dúvidas sobre serviços e realizar transações financeiras.


Operações

—Pagamento de boleto a vencer da mesma instituição e de outras, de contas (água, luz, telefone, gás) e de imposto e taxas.




1 comentário
18 set09:55

Aurora assume controle da Bondio

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A partir de outubro, a Aurora Alimentos assume a unidade frigorífica da Bondio Alimentos localizada em Guatambu. O contrato de arrendamento, com opção de compra após o período de aluguel, foi confirmado nesta segunda à tarde pela direção da Aurora, em Chapecó.

Com a incorporação, a Aurora vai aumentar seu abate de aves em 20% até o final do ano e em 25% até 2014. A Aurora é uma das maiores abatedoras de suínos do país mas a participação no abate de aves ainda é modesta em comparação com gigantes como a BR Foods.

O presidente da Aurora, Mário Lanznaster, explica que a cooperativa está apostando que o Brasil vai crescer ainda mais na exportação de aves, uma carne que não tem restrições culturais e religiosas.

— É mais fácil vender frango do que suíno — compara.

Ele destaca que a negociação ocorreu devido à crise do setor de carnes, motivada pela falta de milho e soja, que tiveram aumento de custos. O farelo de soja, por exemplo, aumentou de R$ 0,70 o quilo para R$ 1,40.

Para o diretor de agropecuária da Aurora, Marcos Zordan, a negociação com a Bondio foi a oportunidade de aumentar a produção imediatamente e sem desembolsar grandes volumes de recurso na construção de uma nova unidade. Esta é a quarta unidade que a cooperativa arrenda com opção de compra.

— Assim não mexemos no nosso capital de giro — explica Zordan.


Funcionários serão recontratados

O vice-presidente Neivor Canton afirma que os mil empregados da Bondio serão demitidos e recontratados, com ampliação de vagas. A meta é chegar a 1,4 mil funcionários em um mês.

O valor da transação não foi divulgado a pedido da Bondio. O diretor da empresa, Mario Sperandio, não foi localizado para comentar a negociação. Lanznaster diz que não está definido o prazo para fechar a compra mas garante que a Aurora está entrando na unidade para não sair mais.


Reflexos no preço da carne

O presidente da Cidasc, Enori Barbieri, considera que a incorporação da Bondio pela Aurora é boa para os produtores, que poderiam ficar desamparados em caso de agravamento da crise. Mas ele considera que os consumidores vão pagar mais caro:

— Com esse custos de produção, inevitavelmente as carnes vão subir.

A fusão e incorporação de empresas é uma tendência de mercado, lembra o economista da Universidade do Oeste do Estado (Unoesc), Odair Balen. Ele afirma que as empresas precisam ganhar em escala para comprar insumos com menor custo. No entanto, avalia que a concentração é ruim para o consumidor, que tem suas opções reduzidas.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
18 set09:24

Santa Catarina deve ter mais um dia quente, com termômetros marcando 33ºC

A exemplo do que foi a segunda-feira, hoje o dia deve ser quente em Santa Catarina, podendo chegar aos 33ºC. O sol, porém, aparece entre nuvens e nas regiões de divisa com o Rio Grande do Sul, pode haver pancadas isoladas de chuva com trovoadas.

De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas em Santa Catarina —, esta condição mais instável se deve pela a atuação de um cavado, que é uma área alongada de baixa pressão e deve ser mais intensa no Planalto Sul e no Litoral Sul.

Diferente de ontem, porém, a terça-feira começa com temperaturas mais amenas.

Florianópolis: 20,6ºC

Criciúma: 19,3ºC

Blumenau: 20,3°C

Joinville: 22,2ºC

Lages: 16,5ºC

Chapecó: 23,4ºC

(dados retirados das estações meteorológicas do Grupo RBS às 7h)

A previsão é de que essa temperatura se eleve ficando acima dos 30ºC na maioria das regiões. No Litoral Norte, a máxima pode chegar a 33ºC.


::: Acesse mais informações no blog do Puchalski


Na Grande Florianópolis os termômetros podem indicar 31ºC, enquanto no Extremo-Oeste a máxima pode chegar a 32ºC. O Planato Sul, onde a temperatura pode ser mais amena, a previsão é de que a temperatura chegue a 26°C.


Mudança prevista

Para a quarta-feira a previsão indica céu encoberto com chuva e trovoadas no decorrer do dia do Oeste ao Litoral Sul. Nas demais regiões pode haver um aumento de nuvens e chuva entre a tarde e noite, devido ao rápido deslocamento de uma frente fria sobre o Estado. Com isso as temperaturas caem um pouco, nada significativo, mas ficando abaixo dos 30ºC.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui