Região

19 nov11:51

Chapecoense futsal fica em quinto no Jasc

Após ficar em quinto lugar no Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), realizados em Caçador, a Chapecoense futsal inicia o planejamento para 2013.

Desde 2009, ano de fundação da equipe, essa será a primeira vez que o time participa de uma competição nacional, a Liga Sul. A classificação foi atingida com o título da Copa Santa Catarina 2012.

Segundo a Assessoria da Chapecoense futsal mudanças devem acontecer no time.

- Teremos uma reunião e depois vamos tomar as decisões – disse o presidente Diógenes Lang.


Comente aqui
19 nov10:12

Hora de derrubar o retrospecto negativo

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Depois de perder a invencibilidade em casa pela Série C do Campeonato Brasileiro, sábado, na derrota por 1 a 0 para o Oeste, resta à Chapecoense quebrar outro tabu, que é o retrospecto pífio fora de casa.

Em 10 jogos o time venceu apenas uma, ainda com Itamar Schulle, e conquistou seis pontos, 20% do total. Com Gilmar Dal Pozzo ainda não venceu fora.

Pois agora é o momento da Chapecoense surpreender, se quiser chegar na final da Série C do Campeonato Brasileiro.

– Temos que jogar bem e ser mais competentes – projetou Dal Pozzo, sobre o confronto de sexta-feira, às 19 horas, em Itápolis.

Ele afirmou que a partida em Chapecó foi apenas o primeiro tempo e que seu time jogou bem, apesar do placar negativo.

Os jogadores da Chapecoense não perderam a confiança.

– Dá para reverter – avaliou André Paulino.

Seu colega de zaga, Fabiano, também é otimista.

– O negócio é trabalhar e vamos em busca da classificação – explicou.

Nem o Oeste dá a classificação como certa. O técnico Luís Carlos Martins disse que sua equipe não atuou bem na primeira partida, apesar do bom resultado. O atacante Ricardo Oliveira, que marcou o gol, disse que o próprio Oeste surpreendeu o Fortaleza na casa do adversário e não pode permitir que a Chapecoense faça o mesmo.

– A Chapecoense tem condições de nos vencer e precisamos estar atentos – explicou.


O que faltou para a Chapecoense

1-Rodrigo Gral: O experiente atacante, que ficou fora devido a uma lesão muscular, era a referência do time na área. Ele fazia as tabelas, orientada e dava toques qualificados. Além disso causava intranquilidade na defesa adversária. Sem ele, os adversários ficam mais confiantes.


2- Competência nas finalizações: A Chapecoense criou quatro chances claras de gol mas errou na finalização. Athos mandou uma por cima e, na outra, demorou permitindo a saída do goleiro. Henrique até chutou bem, mas o goleiro fez boa defesa. Neném até tirou do goleiro, mas a bola foi no poste.


3-Atenção: Num jogo de semifinal não dá para dar a bobeira que a Chapecoense deu no lance do gol. O Oeste teve apenas uma chance e fez. Contra times de qualidade, numa decisão, não dá para errar.


O que a chapecoense precisa em São Paulo

1-Entrar com espírito de decisão: A Chapecoense tem que tentar repetir fora de casa as atuações que teve nos jogos anteriores no Índio Condá.


2-Aproveitar melhor as chances: Em São Paulo, a Chapecoense tem que melhorar seu aproveitamento, se quiser chegar na final.


3- Quebrar o tabu de não vencer fora com Dal Pozzo: O técnico da Chapecoense, que está com crédito pela classificação para a Série B, precisa quebrar um tabu de não ter vencido fora pelo Verdão.


Como fica

Empate ou vitória do Oeste: Oeste na final Vitória da Chapecoense por 1 a 0: Decisão nos pênaltis Vitória da Chapecoense por qualquer outro placar: Chapecoense na final


Comente aqui
19 nov09:52

Female Chapecó faz primeiro jogo da final da Liga Futsal Feminina

A Female Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora faz nesta segunda-feira, dia 19, a partida de ida da final da Liga Futsal Feminina. O jogo contra o Barateiro será às 20h15, na Arena Brusque.

Enquanto as chapecoenses buscam o penta na competição, as brusquenses chegam pela primeira vez na final do mais importante título do futsal feminino nacional.

A partida de volta já tem data marcada. Será na quinta-feira, dia 22, em Xaxim.

Quem somar mais pontos ao fim das duas partidas sairá campeão. Em caso de uma vitória de cada lado ou dois empates, prorrogação no segundo jogo com vantagem da Female Futsal.


Comente aqui
19 nov09:35

Blog da Atlântida: Selena Gomez deixa Justin Bieber falando sozinho

Duas semanas depois do fim do namoro, Justin Bieber e Selena Gomes andaram saindo juntos novamente. Eles foram ao clube de comédia The Laugh Factory, segundo a agência Grosby, chegaram em uma van, mas tomaram o cuidado de não ser fotografados juntos.

Fique ligado nas informações do mundo da música no Blog da Atlântida Chapecó.


Comente aqui
19 nov09:22

Semana começa com sol entre nuvens e temperatura elevada em Santa Catarina

A semana começa com sol em Santa Catarina. Durante o dia, porém, o aumento de nuvens pode provocar pancadas isoladas de chuva entre a tarde e a noite.


::: Confira mais informações no Blog do Puchalski


Nas primeiras horas desta segunda-feira a temperatura na Grande Florianópolis já chega a 22ºC, e a previsão indica que a máxima no decorrer do dia é de que chegue a 26ºC.


Confira outras temperaturas por volta das 7h*

Criciúma: 17,7ºC

Blumenau: 19,1ºC

Joinville: 18,7ºC

Lages: 14,4ºC

Chapecó: 18,8ºC

(*Dados das estações meteorológicas do Grupo RBS)


Nas demais regiões o dia também deve ser quente podendo chegar aos 30ºC no Oeste e Extremo-Oeste. No Meio-Oeste a máxima pode chegar a 29ºC e a 27ºC no litoral Sul, Vale do Itajaí e Litoral Norte.

Na terça-feira deve haver um aumento de nebulosidade, principalmente durante a tarde. Isso porque uma frente fria se desloca pelo oceano influênciando o tempo no Estado. No Litoral, pode ocorrer chuva durante a noite.

DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
17 nov21:53

Oeste foi mais competente

 

Venceu o mais competente. O Oeste praticamente teve só uma chance de gol e venceu a Chapecoense por 1 a 0, neste sábado, na Arena Condá.

A Chapecoense teve pelo menos quatro chances claras de gol e não conseguiu balançar a rede. Duas delas com Athos, no primeiro tempo. Numa delas chutou por cima e, na outra, foi bloqueado pelo goleiro Fernando Leal. Goleiro que praticamente fez um “milagre” no segundo tempo, num chute à queima-roupa de Henrique. Não esquecendo ainda a bola no poste de Neném.

Ao final da partida, jogadores e comissão técnica da Chapecoense reconheceram que o adversário foi mais competente.

-Eles foram eficientes, nós não- avaliou o meia Athos. –Não tivemos eficiência- repetiu Neném. O treinador Gilmar Dal Pozzo, foi na mesma linha. –Lá vamos ter que ser mais competentes- projetou, sobre o jogo da volta em São Paulo.

O treinador disse que sua equipe caiu um pouco no segundo tempo, mas fez uma boa partida. –Tivemos cinco ou seis chances- calculou. No entanto, segundo Dal Pozzo, faltou tranquilidade na hora da conclusão.

Comente aqui
17 nov21:45

Chapecoense perde em casa para o Oeste


Darci Debona| darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense largou mal na semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro, perdeu em casa para o Oeste, por 1 a 0, e agora terá que vencer o Oeste em Itápolis-SP, na próxima sexta-feira. Vitória por 1 a 0 leva para os pênaltis e, por 2 a 0, 2 a 1 ou 3 a 2 dá Chapecoense.

Além da comemoração da torcida pelo acesso à Série B o goleiro Nivaldo jogou com a camisa 206 que é o número de jogos que ele completou em seis anos e meio no clube. Mas depois disso ninguém do Verdão do Oeste teve o que comemorar.. A Chapecoense poderia ter marcado logo no primeiro minuto, quando Athos recebeu dentro da área mas chutou por cima.

O time da casa seguiu melhor mas tinha dificuldade em superar a defesa do time paulista. O Oeste concluiu pela primeira vez aos 17 minutos, numa cobrança de falta, que passou longe do goleiro Nivaldo.

Mas dois minutos depois o time paulista mostrou porque eliminou o Fortaleza no Ceará Ricardo Oliveira invadiu a área e tocou na saída do goleiro Nivaldo, para incredulidade dos quase seis mil torcedores da Chapecoense. E não tinha nenhum torcedor do Oeste no Índio Condá para comemorar.

Dois minutos depois Athos recebeu dentro da área e teve a chance de empatar, mas o goleiro Fernando Leal saiu bem e fez a defesa. Aos 30 minutos, Wanderson, o da Chapecoense, cobrou falta que passou próximo do poste esquerdo do goleiro.

O time catarinense insistia nos cruzamentos para a área, mas sem resultado. Aos 45 minutos lançou Neném dentro da área, livre, que desviou do goleiro, mas a bola bateu no poste direito. Não era o dia da Chapecoense.

Na volta do intervalo o técnico Gilmar Dal Pozzo pediu mais tranquilidade na conclusão e cuidado para não dar contra-ataques ao adversário.

A Chapecoense novamente iniciou pressionando mas a zaga do Oeste levou a melhor. Aos 21 minutos Henrique venceu a zaga, chutou forte e o goleiro Fernando Leal fez uma bela defesa. O Oeste se fechou e garantiu a vitória. Foi a primeira derrota da Chapecoense em casa na Série C. Resta à Chapecoense tentar agora sua segunda vitória fora.


FICHA TÉCNICA


CHAPECOENSE-0: Nivaldo, Fabiano, André Paulino, Rafael Lima e Gilton: Wanderson, Paulinho Dias (Galiardo), Athos (Eliomar) e Neném; Jô (Cristiano) e Henrique. Técnico: Gilmar Dal Pozzo


OESTE-1:Fernando Leal, Dedê, Eduardo (Everton), Dezinho e Piauí; Dionísio, Hudson, Ligger e Wanderson (Lele); Ricardo Oliveira (Alex Silva) e Jheimy. Técnico: Luís Carlos Martins


Gols: Ricardo Oliveira (O), aos 19 minutos do primeiro tempo.


Arbitragem: Jaílson Macedo Freitas-BA, auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios-SE e Fábio Rodrigo Rubinho-MT.

Cartões amarelos: Piauí, Fernando Leal, Ligger, Ricardo Oliveira, Dionísio, Everton e Dedé (O), Neném, Jô (C),


Local: Estádio Índio Condá, em Chapecó


Público: 5.998

Renda: R$ 66.060

Comente aqui
17 nov08:00

Chapecoense quer largar bem na semifinal da C

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Com aproveitamento de 86,6% nos jogos em casa, a Chapecoense aposta na Força da Arena Condá para largar bem na semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro, neste sábado, às 19 horas, contra o Oeste.

Afinal, na Arena Condá a Chapecoense tem feito a diferença no campeonato. Se dependesse dos resultados longe de casa, onde fez apenas três gols em dez jogos, o time estaria na Série D e não na Série B.

A confiança é grande em Chapecó. Tanto que na sexta-feira, dia 16, funcionários contratados pela prefeitura pintaram a frase: “Somos Chapecoenses- Rumo ao Título”, nos tapumes da ala Oeste do estádio. Mesmo assim alguns integrantes do clube não gostaram e pediram para que a inscrição fosse apagada, para não “incentivar” o adversário.

Mas nos discursos o pensamento é um só.

- Vamos rumo ao título – disse o zagueiro André Paulino, embora depois alertasse que o jogo contra o Oeste deve ser muito difícil.

Mas ele sabe que a força da torcida pode ser decisiva. Rodrigo Gral não joga, mas convocou os torcedores pelas redes sociais. Henrique, que vai estar em campo, também destaca a importância do torcedor, que faz os jogadores se doarem em campo, esquecendo até o cansaço.

– É o algo a mais que cada jogador acaba fazendo durante a partida – explicou.

Para o técnico Gilmar Dal Pozzo, a Chapecoense resgatou o orgulho do torcedor e isso se refletiu num apoio maior das arquibancadas.

– A atuação do torcedor é determinante – explicou.

No entanto, o treinador disse que o time precisa também fazer sua parte dentro de campo. Neste jogo, ele avaliou que todos precisam de paciência pois, tão importante quanto fazer, é não tomar gol, já que o gol fora vale mais nos critérios de desempate.

– Um a zero é goleada – concluiu o meia Athos.


Campanha no Condá: 86,6% de aproveitamento

10 jogos

8 vitórias

2 empates

Nenhuma derrota

30 pontos disputados

26 pontos somados

21 gols marcados

4 gols sofridos


Campanha fora: 20% de aproveitamento

10 jogos

1 vitória

3 empates

6 derrotas

30 pontos disputados

6 pontos somados

3 gols marcados

9 gols sofridos


Ficha Técnica

CHAPECOENSE

Nivaldo

Fabiano

André Paulino

Rafael Lima

Gilton

Wanderson

Paulinho Dias

Athos

Neném

Henrique

Técnico: Gilmar Dal Pozzo



OESTE

Fernando Leal

Dedê

Eduardo

Dezinho

Piauí

Dionísio

Hudson

Liger

Samuel

Lelê

Jheimy

Técnico: Luís Carlos Martins


Arbitragem: Jaílson Macedo Freitas-BA, auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios-SE e Fábio Rodrigo Rubinho-MT.

Horário: 19h

Local: Arena Condá, em Chapecó

Ingressos: Ingressos: R$ 15 (estudantes, aposentados e menores entre 8 e 12 anos), R$ 30 (geral) R$ 40 (coberta) e R$ 50 (cadeiras). Pontos de venda antecipada: Palácio dos Esportes, Maidana Esportes, Posto de Marco, Sensação do Mate do Shopping Pátio Chapecó e na sede do clube.



Comente aqui
17 nov08:00

Concurso de Decoração Natalina em Chapecó

Termina nesta segunda-feira, dia 19, o prazo para inscrição no Concurso de Decoração Natalina, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL), com apoio da Prefeitura Municipal de Chapecó. A iniciativa, reeditada pela vigésima edição, visa despertar o interesse do lojista em colaborar com a decoração natalina do município, proporcionando um ambiente atraente para as compras e incentivando o espírito natalino.

As inscrições são gratuitas e devem ser entregues na sede administrativa da CDL Chapecó, na avenida Getúlio Vargas, 1748-N, no Centro, no Condomínio Cesec. Poderão participar do concurso todas as empresas associadas da CDL Chapecó. Porém, fica vetada a participação de integrantes da diretoria da entidade que possuam cargo de presidente, vice-presidente, tesoureiro e secretário.

O concurso contempla vitrine e interiores de lojas no centro e nos bairros e vitrinista. Na decoração natalina das vitrines das lojas foram determinadas três sub-categorias: (a) lojas de até 200 metros quadrados, (b) lojas com 201 até 600 metros quadrados e (c) lojas com mais de 600 metros quadrados. A categoria vitrinista enfatizará o idealizador da decoração natalina, estando vinculado obrigatoriamente a inscrição da empresa, correspondente ao primeiro lugar de cada categoria comercial.

Os critérios de avaliação serão: motivo e tema (adequação ao concurso), originalidade, harmonização entre os diversos elementos da composição, atração e estímulo à circulação e contemplação pelo pedestre, impacto visual da decoração, criatividade e mensagem.

A comissão julgadora será formada por no mínimo três pessoas e no máximo cinco pessoas de elevada capacidade, confiabilidade e neutralidade, selecionadas pelos promotores do concurso. Não podendo em hipótese alguma compor tal comissão, parentes de proprietários ou trabalhadores de lojas que estejam concorrendo ou trabalhadores que tenham qualquer ligação profissional ou de parentesco com os participantes.

O julgamento ocorrerá no período de 10 a 15 de dezembro. A comissão julgadora, em ficha individual para cada inscrito e de acordo com as categorias ou sub-categorias, atribuirá de zero a cinco para cada item, classificando para a premiação o estabelecimento que somar o maior número de pontos. O resultado será divulgado até o dia 20 de dezembro, durante as festividades de natal, na praça Coronel Bertaso.


Premiação

Na categoria vitrine e interiores de lojas os primeiros colocados serão premiados com troféus, informes publicitários e divulgação na imprensa chapecoense. Para os segundos e terceiros lugares serão entregues placas gravadas certificando a participação e colocação. Na categoria vitrinista os primeiros lugares de cada categoria ganharão troféu de participação.


Comente aqui
17 nov08:00

Diplomata anuncia suspensão de atividades

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Diplomata anunciou que vai suspender as atividades na unidade de Xaxim, assim que terminar o abate dos 10 milhões de frangos que estão alojados no campo. A empresa enfrenta dificuldades financeiras e entrou com um pedido de recuperação judicial. Em nota a Diplomata afirmou que ainda no mês passado solicitou desbloqueio de valores, o que não foi atendido, dificultando o fluxo de caixa da empresa. Os cerca de cinco mil funcionários devem ter férias coletivas, segundo a nota.

Na quinta-feira foram abatidos mais de 100 mil aves em Xaxim mas, na sexta-feira, foram abatidos apenas alguns animais, que acabaram servindo para ração.

A maioria dos cerca de mil funcionários participou de um ato público na Praça Frei Bruno, durante a manhã, que pedia uma solução para a crise. Entre eles estava Cleosmar Nunes que só recebeu 50% do salário de outubro. A eles se somaram avicultores, funcionários das empresas de Xaxim e lideranças políticas de toda a região.

São 650 avicultores integrados à unidade. Antonio Mendo disse que tem R$ 8 mil para receber e está com aviário parado. Outro avicultor, Valdecir de Sordi, tem R$ 14 mil para receber e rescindiu o contrato com a Diplomata, via judicial, passando a trabalhar com a Aurora.

A Aurora, aliás, vem sendo citada como a alternativa para assumir a unidade. No entanto a direção da cooperativa afirmou que não está negociando com a Diplomata e que só fará isso se a unidade voltar para a massa falida da Chapecó.

A Diplomata e a massa falida estão discutindo judicialmente a propriedade da unidade. O síndico da massa falida, Alexandre Brito de Araújo, afirma que houve um arrendamento e que a unidade é da massa falida da Chapecó. O complexo de Xaxim é avaliado em R$ 186 milhões.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Xaxim, Aldicir Alessi, calcula que já houve uma queda de 35% nas vendas do comércio, pelo atraso nos pagamentos de avicultores, funcionários e fornecedores. Ontem o comércio fechou as portas e colocou laços pretos para apoiar o ato.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Carnes de Xaxim, Pedro Kalinoski, disse que 300 funcionários já foram demitidos.



Comente aqui