Região

13 set15:55

Eleitor chapecoense indignado com a falta da água

O eleitor chapecoense Edgar Cavalheiro, 44 anos, sofre com a falta de água em casa e para demonstrar a sua indignação adesivou o próprio veículo com a seguinte frase: “Vendo 1 voto ou troco um água limpa da Casan”.

Cavalheiro, que trabalha há 11 anos com a venda de pães, e mora há 50 metros de uma caixa de água da companhia, está com problemas no recebimento de água.

- Pago o talão todo o mês, mas a água não vem com freqüência – disse.

>> Acesse o Blog Palanque Eleitoral


Comente aqui
13 set12:30

Primavera antecipada exige cuidados de quem sofre da febre do feno

Com o agosto mais seco dos últimos 30 anos em Santa Catarina e o fim do inverno seguindo com temperaturas acima da média histórica em setembro, problemas de saúde relacionados à primavera, como a febre do feno, podem aparecer mais cedo. Considerada um tipo de rinite alérgica, a febre do feno (ou polinose) é induzida pelo pólen das plantas que o vento dissipa pelo ar — o termo foi criado na Europa durante a época de colheita de feno, em que as pessoas começavam a espirrar e o nariz a escorrer.

Processo inflamatório causado pela reação do sistema imunológico ao pólen, a doença ocorre em indivíduos predispostos geneticamente e não tem cura. Os sintomas mais recorrentes da rinite alérgica são crises de espirros, coriza, nariz entupido, dor de cabeça, lacrimejamento, coceira no nariz, nos olhos, na garganta e no céu da boca.

Existem dois tipos de rinite alérgica: a sazonal e a persistente. A sazonal é aquela que varia conforme a estação do ano. Na primavera, por exemplo, pessoas alérgicas ao pólen vão apresentar os sintomas no início da estação. Já se a pessoa tem alergia a mofo, em geral vai apresentar os sintomas no inverno, quando o tempo é mais frio e úmido.

A alergia persistente, por sua vez, é aquela que dura o tempo todo, sem relação com a estação do ano, como a causada pela poeira. Segundo a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia, 67% da população da América Latina tem rinite persistente e 33% sazonal ou intermitente. Na Europa, 71% têm rinite sazonal e 29% persistente.

— A melhor maneira para controlar a febre do feno, é manter as janelas fechadas e, se possível, usar o ar condicionado para filtrar o ar, além, claro, de trocar o filtro do aparelho anualmente. Como em qualquer outro tipo de alergia respiratória, é importante conservar o ambiente limpo, em especial o quarto, onde as pessoas passam a maior parte do tempo — explica a alergista Ana Paula Moschione Castro, diretora da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai) e médica da Unidade de Alergia e Imunologia do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas (USP).

Além das medidas ambientais, um médico poderá receitar medicamentos para controlar os sintomas e a inflamação na mucosa nasal. Nesses casos, os medicamentos utilizados com mais frequência são os anti-histamínicos, descongestionantes, corticosteróides intranasais, entre outros. Alguns anti-histamínicos como, por exemplo, a loratadina, proporcionam alívio dos sintomas alérgicos por 24 horas e não causam sonolência.


VIDA E SAÚDE



Comente aqui
13 set12:17

Chuva predomina no Litoral e demais regiões devem ter sol entre nuvens

A instabilidade que voltou a atingir Santa Catarina deve se manter durante a quinta-feira, principalmente no Litoral. Cidades do Vale do Itajaí e Norte também registram chuva, mas passageira. Nas demais regiões, as condições do tempo serão diversificadas. Ao longo do dia a nebulosidade se alterna com períodos de aberturas de sol.

>> Acesse mais informações no blog do Puchalski

Com relação às temperaturas, as máximas devem ser registradas na região Oeste, com os termômetros alcançando os 24°C. Para a Grande Florianópolis, a previsão indica marcas entre 22°C e 24°C.


Veja algumas temperaturas registradas pela manhã*:

Florianópolis: 18,2ºC

Criciúma: 14,4ºC

Blumenau: 18,9ºC

Joinville: 19,7ºC

Lages: 12.4ºC

Chapecó: 12.8ºC


(*Dados das estações meteorológicas da RBS por volta das 7h30min)



DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
13 set12:14

Mega Sena poderá pagar R$ 17 milhões no sábado

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas da faixa principal do concurso 1.424 da Mega Sena na noite de quarta-feira. Os números sorteados em São Paulo foram: 03 – 07 – 15 – 29 – 38 – 60.

A Quina saiu para 83 apostadores. Cada um deles receberá R$ 16.458,38. Acertaram a Quadra 6.625 apostas, e cada uma delas levará o prêmio de R$ 294,56.

A estimativa de prêmio para o concurso do próximo sábado é de R$ 17 milhões. As dezenas sorteadas foram: 03 – 07 – 15 – 29 – 38 – 60.


AGÊNCIA ESTADO

Comente aqui
13 set12:12

Festival Catarinense de Teatro pode ser cancelado por falta de recursos

Nane Pereira | Especial

Tudo encaminhado para o 17º Festival Catarinense de Teatro, mas, parafraseando o poeta Drummond, no meio do caminho havia uma pedra. Faltando apenas dois meses para o evento, os organizadores estão à espera do repasse da verba do Governo do Estado, que é o principal patrocinador através do Funcultural. O projeto foi reconhecido pelo Conselho Estadual de Cultura e aprovado no dia 31 de julho, no valor de R$ 250 mil.

Mas, em nota oficial da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, devido a uma queda na arrecadação de ICMS neste ano, que gerou um déficit de cerca de R$ 70 milhões na previsão orçamentária para pagamentos de projetos do ano de 2012, o Governo do Estado irá honrar apenas os projetos que fazem parte do calendário oficial de eventos de Santa Catarina, como, por exemplo, as Festas de Outubro.

Ainda conforme o comunicado, somente se ocorrer um aumento na arrecadação haverá outros repasses, mesmo que o projeto tenha tramitado e considerado apto a receber o valor requisitado, não significa que irá ser efetivamente pago.

Segundo o secretário da diretoria executiva da Federação Catarinense de Teatro (Fecate) e diretor do grupo blumenauense O Grito Cia de Teatro, Leandro de Assis, os organizadores do evento não estão parados:

– Nós estamos acompanhando de perto, indo a Florianópolis constantemente falar com o presidente da Fundação Catarinense de Cultura. Estamos sempre em contato direto com o conselheiro Luciano Cavichiollo, que nos mantém informados.

Assis comenta ainda que no ano passado o festival ocorreu em Rio do Sul com um mês de atraso, porque não houve repasse da verba na data prevista:

– Com muita pressão recebemos o recurso do Funcultural. Sem a verba, a realização do evento não é possível. Mesmo com parceria da prefeitura, o evento tem custos que só podem ser pagos com a verba do fundo, conforme orçamento do projeto apresentado e contemplado pelo Funcultural.


Organizadores têm esperança de receber o recurso

Mesmo diante da crise, Assis tem esperança de que o repasse será feito até o fim de outubro. A expectativa para que o festival ocorra é compartilhada pelo presidente da Fecate, Willian Sieverdt:

– Os artistas de teatro passam o ano todo atuando em prol da nossa população, contribuindo para a formação dos nossos cidadãos. Já damos nossa contrapartida para o Estado através de inúmeros outros projetos desenvolvidos com recursos de outras fontes, até mesmo recursos próprios. Temos que acreditar que o Governo de Santa Catarina vai fazer a sua parte.

Sieverdt acrescenta que o festival teve número recorde de inscrições, qualidade dos espetáculos propostos, representatividade das diversas regiões do Estado e o momento de união pelo qual a classe teatral passa são indícios do merecimento.

A nota oficial da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte serve também para outros projetos catarinenses. Recentemente, o Diário Catarinense divulgou a reportagem Cultura também aperta o cinto, citando, além do XXII Festival de Dança de Salete, outros eventos e grupos de Santa Catarina que passam pelo mesmo problema.

Confira os espetáculos selecionados em www.17fecate.blogspot.com.br.


JORNAL DE SANTA CATARINA



Comente aqui
12 set14:43

Adolescente é apreendido pela nona vez só este ano em Chapecó

Guilherme Lira | guilherme.lira@diario.com.br

Pela nona vez, só este ano, um adolescente foi apreendido em Chapecó. O número impressiona, principalmente quando observadas as datas: só em maio, no dia 23 com maconha e dinheiro e no dia 24 pelo mesmo motivo. Ao todo, o adolescente tem 13 passagens pela polícia.

Nesta terça-feira, o rapaz de 15 anos, foi detido por homicídio. Ele e um outro adolescente, de 14 anos, que também já tem passagem—oito ao todo— teriam sido responsáveis pela morte de Gilmar Júnior Stanichuk, 20 anos, na noite desta terça-feira, no bairro Passo dos Fortes. Este ano, os dois chegaram a ser pegos juntos, no dia 23 de julho, com um carro furtado.

Stanichuk também já tinha passagem pela polícia, inclusive, por tráfico de drogas. A polícia acredita que o homicídio tenha sido um acerto de contas entre a vítima e os adolescentes. Os dois foram encaminhados para a 2ª Delegacia de Polícia, onde passaram a noite. Nesta manhã, eles foram encaminhados para o Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (Casep), onde irão aguardar a decisão do juiz.

De acordo com a Polícia Militar de Chapecó, este crime retrata uma realidade da região. Primeiro, pela situação desses adolescentes que são apreendidos após alguma infração, mas acabam voltando para as ruas e, segundo, pelas circunstâncias do homicídio. Segundo a PM, muitas das mortes são causadas por brigas ou acertos de conta.

Sobre os adolescente que, mesmo com tantas passagens, seguem nas ruas, a PM explica que tem feito o seu trabalho de pegar esses criminosos e que a partir daí, não tem mais o que fazer. Os policiais acreditam que o judiciário também cumpre a sua função, mas por uma série de burocracias que vão desde a falta de vagas até a própria legislação, não há o que fazer além de liberar os infratores.

Acerto de contas

A PM foi acionada por volta das 22h desta terça-feira, por uma mulher que disse ter ouvido disparos de arma de fogo. Quando chegaram, os policiais encontraram Stanichuk caído no chão. Ele chegou a ser socorrido e levado para o hospital regional do Oeste, mas não resistiu.

Em rondas pelo bairro, a PM encontrou o adolescente de 15 anos, que confessou ter atirado na vítima, além de indicar a casa do outro adolescente, de 14 anos, onde os policiais encontraram a arma usada no crime, um revolver Taurus, calibre 38. Ele estava na casinha do cachorro. Na delegacia, os adolescentes alegaram que vinham sendo ameaçados pela vítima.

DIÁRIO CATARINENSE

1 comentário
12 set14:28

Chapecoense terá dois reforços contra o Caxias

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense terá dois reforços para o jogo contra o Caxias/RS, sábado, às 16 horas, no Ìndio Condá: o goleiro Nivaldo e o atacante Rodrigo Gral. Nivaldo conseguiu na terça-feira à noite, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, um efeito suspensivo da punição de quatro jogos, pela expulsão contra o Oeste, no dia 12 de agosto. Ele foi condenado a quatro jogos de suspensão por revidar uma agressão do atacante Serginho. Nivaldo ficou fora de dois jogos.

O atacante Rodrigo Gral, que chegou no clube no início de agosto, teve na segunda-feira seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol e poderá estrear. Ele teria condições físicas de estrear contra o Santo André, na abertura do returno, o que não ocorreu pela falta da documentação de transferência do DPMM, de Brunei.

Gral é esperança da torcida para ajudar o time a terminar com o jejum de gols, que já dura três jogos. A falta de atacantes foi um dos motivos que levou Itamar Shulle a criticar publicamente a direção, o que gerou sua queda.

Gilmar Dal Pozzo, que treinava o Veranópolis, foi apresentado na quarta-feira, quando já treinou o time. O desfalque para esta partida é o zagueiro Leonardo, que foi expulso contra o Vila Nova.

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
11 set14:19

Galeria Agostinho Duarte recebe nova exposição em Chapecó

A nova exposição da Galeria de Artes Agostinho Duarte, intitulada “Paisagem do Tempo”, está aberta na Unochapecó e permanecerá para visitação até 1º de outubro. A mostra apresenta uma reflexão sobre a existência, pensada a partir da passagem do tempo e é apresentada em peças que representam este movimento, que se modificam de uma peça para outra com tratamentos diferenciados da superfície cerâmica.

A responsável pela exposição é a professora e artista Viviane Diehl, da cidade de Carazinho/RS. Ela trabalha com arte há mais de 28 anos e explica que todas as peças são de argila.

- Elas são predominantemente circulares, que não detém princípio ou fim, mas um contínuo e constante movimento que constrói um diálogo com a materialidade do barro – disse Viviane.

As peças recebem ainda tratamento de texturas e relevos, com alguns detalhes onde aparecem a cor e a mistura de material orgânico, como a erva mate.

No dia 27 de setembro a artista Viviane vai estar na galeria, localizada no boco C do campus da Unochapecó, junto ao Café Brasiliano, a partir das 19h30, para uma conversa.


Comente aqui
11 set11:48

Mercoláctea 2012 é apresentada em Chapecó

“Sem medo de errar: Santa Catarina tem o melhor leite do Brasil e um dos melhores do mundo”, afirmou o presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), Marcos Zordan, durante o café da manhã de apresentação à imprensa da Mercoláctea 2012. A feira, que está na 4a edição, ocorrerá entre os dias 8 e 11 de novembro de 2012, no Parque da Efapi, em Chapecó. Serão mais de 120 expositores, negócios da ordem de 85 milhões de reais e mais de 15 mil visitantes-compradores.

O diretor da empresa Latina, organizadora da feira, Auro Pinto, destacou a importância dos eventos para o desenvolvimento econômico de Chapecó, falou sobre a programação da Mercoláctea 2012 e anunciou, como novidade para esta edição, a presença da Miniusina Via Láctea – uma estação de processamento de leite, produzido pelos animais expostos na feira, que será transformado em queijo e distribuído para degustação dos visitantes.

De acordo com o presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), Maurício Zolet, o envolvimento de todos os parceiros demonstra a importância do setor leiteiro para a economia regional. Zolet observa que a entidade busca, permanentemente, a criação da estrutura necessária para a realização dos eventos e a atração de investimentos para todos os setores, inclusive o do leite.

Representando o presidente da Mercoláctea 2012, Odacir Zonta, o vice-presidente para assuntos estratégicos do Agronegócio da Fiesc, Mário Lanznaster, fez um resgate histórico da cadeia produtiva leiteira do oeste catarinense. Citou exemplos de países como a Nova Zelândia e Austrália, que conseguem produzir leite e derivados com baixo custo e destacou a importância do sistema cooperativo para o desenvolvimento da cadeia leiteira.

Paralelo à feira ocorrerá o Seminário Internacional do Leite, organizado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o Fórum Catarinense da cadeia leiteira, realizado pela Comissão Parlamentar Permanente do Leite da Câmara dos Deputados. Além disso, haverá Feira de comercialização de animais, produtos e serviços agropecuários; Feira de comercialização de equipamentos, produtos e serviços da indústria Láctea e Showroom de marcas e produtos lácteos.


Comente aqui
11 set11:29

Catarinense é eleito Mister Brasil Diversidade 2012

Guilherme Lira | guilherme.lira@diario.com.br

É de Joaçaba, no Meio-Oeste de Santa Catarina, o novo Mister Brasil Diversidade, eleito na noite desta segunda-feira em um evento no Teatro Gazeta, em São Paulo. Felipe Zabloski, de 25 anos, foi o preferido dos jurados, desbancando outros 22 candidatos de todo o Brasil.

Zabloski começou os preparativos para a competição há um mês, quando venceu a eliminatória de Santa Catarina. Na quinta-feira chegou a São Paulo com os outros candidatos, onde deu início à agenda do concurso.

Esta foi a primeira vez que ele participou da competição. No ano passado, havia sido convidado pela produção, mas recusou. Ele chegou à final como um dos 10 selecionados pelo evento e, ainda assim, em uma repescagem na internet, que dava mais uma vaga, Zabloski ficou em terceiro lugar.

— Este ano, quando me disseram que o tema era o casamento entre pessoas do mesmo sexo, resolvi aceitar o convite. Já fui casado e acho a causa importante. Participar da competição foi uma forma de apoiar — explicou o modelo que cursa jornalismo na Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc).

Com a vitória, o catarinense ganhou R$ 5 mil e será capa da revista A Capa, com direito a um editorial fotográfico. O segundo lugar foi o candidato de Sergipe, Lucas Linutti, ele ganhou um fim de semana em Buenos Aires com um acompanhante. Já o candidato do Paraná, Luiz Queiroz, ficou em terceiro e vai fazer um cruzeiro nacional com acompanhante.

Nesta quarta-feira Felipe Zabloski volta para Santa Catarina. Ele chega em Florianópolis e da Capital segue para São Miguel do Oeste, onde mora há 4 meses. Ele deve voltar a São Paulo ainda este mês para fazer as fotos do editorial e participar de um evento.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui