Aeroporto

11 jul11:28

Primeiro voo comercial já tem data para pouso em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Com a conclusão das obras na pista do aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso de Chapecó, os voos comerciais voltam a operar na segunda-feira, dia 16 de julho. Na terça-feira, dia 10, duas companhias aéreas voltaram a oferecer bilhetes aéreos.

O primeiro voo comercial que irá pousar no Aeroporto, após a liberação da pista pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), já tem data. Será uma aeronave Airbus A-319, da  Avianca, com capacidade para 132 passageiros.

O voo sairá às 21h31, do domingo, dia 15, do Aeroporto de Congonhas/SP, fará escala no Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis e tem horário previsto para pouso em Chapecó por volta das 00h15 da segunda-feira, dia 16.

O Aeroporto ficou fechado por 75 dias para a reforma completa da pista e foi liberado pela Anac na sexta-feira, dia 6 de junho.


Comente aqui
11 jul08:56

Corpo de Chiarello é exumado

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O corpo do vereador Marcelino Chiarello foi exumado e será levado, ainda nesta manhã, numa aeronave Caravan para São Paulo. Os trabalhos para a exumação do corpo iniciaram por volta das 6 horas da manhã. Funcionários do Cemitério Jardim do Éden e Policiais Federais instalaram uma tenda e isolaram o local com uma lona preta. O cemitério foi fechado às 6h30 para a exumação.

O trabalho levou cerca de 40 minutos. Após a retirada, o caixão foi levado até uma sala do cemitério onde foi realizada a troca para uma urna adequada para o transporte aéreo.

Às 8h15 o corpo deixou o cemitério num carro funerário e foi levado para o aeroporto municipal Serafim Enoss Bertaso.

Cerca de 25 pessoas, entre policiais federais e civis, advogados, familiares e representantes do Ministério Público acompanharam a exumação.


Comente aqui
11 jul07:46

Corpo de Chiarello deve ser exumado nesta quarta

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br*

O corpo do vereador Marcelino Chiarello, encontrado morto no dia 28 de novembro do ano passado, deverá ser periciado em São Paulo, provavelmente em laboratórios da Universidade de São Paulo (USP) ou Campinas (Unicamp). O motivo é que as duas universidades teriam a melhor estrutura para exumação.

O caixão com o corpo do vereador deve ser retirado na manhã desta quarta-feira do túmulo no cemitério Jardim do Éden, em Chapecó. Funcionários do local já foram informados que eles serão os responsáveis por retirar a leiva de grama que cobre o túmulo, para a retirada do caixão. Durante a retirada, o cemitério será isolado e somente os policiais e representantes da família poderão permanecer no local. Há duas semanas o túmulo vem sendo monitorado por duas câmeras de vigilância instaladas pela Polícia Federal.

Depois da retirada, o caixão será levado até o aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, onde será embarcado num avião Caravan. A aeronave pousou em Chapecó na tarde de segunda-feira, trazendo uma equipe de quatro peritos. O avião partiu de Ribeirão Preto/SP.

Na segunda-feira, dia 10, os peritos estiveram na casa de Marcelino Chiarello, que permanece fechada desde sua morte. A equipe da Polícia Federal passou o dia de ontem realizando uma nova perícia no local.

A Polícia Federal está atuando no caso a pedido do Ministério Público, que deu sequência às investigações após a conclusão do inquérito pela Polícia Civil, que durou três meses. O relatório da Polícia Civil não foi conclusivo sobre a causa da morte de Chiarello, se houve suicídio ou homicídio.

Até os laudos dos médicos legistas foram divergentes. O primeiro médico legista indicou homicídio. Outros pareceres posteriores indicaram suicídio. Familiares defendem a tese do homicídio pela atuação combativa do vereador. Diante da comoção da comunidade o Ministério Público decidiu prosseguir com o caso, para tentar esclarecer a morte. A exumação foi autorizada pelo juiz da primeira vara criminal de Chapecó, Jeferson Zanini, no dia 30 de maio.

O advogado da família de Chiarello, Sérgio Martins de Quadros, considera que a exumação é necessária.

– A família quer a verdade para que o Marcelino possa descansar em paz – declarou.


*Colaborou Juliano Zanotelli


Comente aqui
10 jul18:05

Empresas aéreas iniciam a venda de passagens em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Das cinco empresas que vão operar com voos comerciais no Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso em Chapecó, duas já iniciaram a venda de passagens aéreas.

A empresa Avianca abriu a venda de passagens no site da companhia na tarde desta terça-feira, dia 10 de julho. O primeiro voo comercial está marcado para as 6h15, da segunda-feira, dia 16, com saída de Chapecó, escala no aeroporto Internacional Hercílio Luz em Florianópolis e destino ao Aeroporto de Congonhas em São Paulo. Durante o fechamento do aeroporto um dos voos da empresa foi remanejado para a cidade gaúcha de Passo Fundo.

A NHT Linha Aéreas também está vendendo passagens no site para o voo com destino à Curitiba/PR. A aeronave da empresa deve pousar às 13 horas da segunda-feira dia 16 de julho em Chapecó e decolar às 13h37 com destino a capital paranaense.

Já a Gol Linhas Aéreas deve iniciar os voos a partir do dia 23 de julho. A venda das passagens ainda não foi definida no site a compra ainda está indisponível.

Em nota a Trip Linhas Aéreas disse que há intenção de voltar a operar em Chapecó, mas ainda não tem uma data definida para o início da venda de passagens e de voos.

A Azul Linhas Aéreas informou que já enviou o pedido de Horário de Transporte (Hotran) à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e, se aprovado, até o início de agosto de 2012, a empresa vai operar dois voos diários entre a cidade catarinense e o Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Com a publicação oficial do Notam, oficializando PCN-45 (indicador de resistência do piso da pista) pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo, na tarde da terça-feira, a pista do aeroporto pode receber aviões com até 200 passageiros.

O Aeroporto ficou fechado por 75 dias para a reforma completa da pista e foi liberado pela Anac na sexta-feira, dia 6 de julho.


2 comentários
10 jul15:55

Avianca libera venda de passagens para Chapecó

[Atualizado 16h33]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A empresa Avianca abriu a venda de passagens aéreas no site da companhia na tarde desta terça-feira, dia 10 de julho. O primeiro voo comercial está marcado para as 6h15, da segunda-feira, dia 16, com saída do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso em Chapecó, escala no aeroporto Internacional Hercílio Luz em Florianópolis e destino ao Aeroporto de Congonhas em São Paulo.

Durante o fechamento do aeroporto um dos voos foi remanejado para a cidade gaúcha de Passo Fundo. O Aeroporto de Chapecó ficou fechado por 75 dias para a reforma completa da pista.



Comente aqui
09 jul16:29

Aeroporto movimentado em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Embraer 145 da Força Aérea Brasileira foi a terceira aeronave a pousar após a liberação.

A pista de pouso e decolagem do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso de Chapecó anda movimentada. Desde a sexta-feira, dia 6 de julho, quando a pista foi liberada pela Agência Nacional de Aviação Civil, já foram registrados 23 pousos e 20 decolagens no local.

Os voos foram de aeronaves particulares, com no máximo até seis passageiros, e aeronaves do Aeroclube de Chapecó.

De acordo com o controle de operação aeronáutica do Aeroporto de Chapecó foram registrados:


Sexta-feira, 06/07

Três pousos e uma decolagem

O Embraer 145 da Força Aérea Brasileira foi a terceira aeronave a pousar no Aeroporto, após a reforma da pista e liberação pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O voo chegou às 10h14 da sexta-feira.


Sábado, 07/07

Cinco pousos e três decolagens


Domingo, 08/07

11 pousos e 11 decolagens


Segunda-feira, 09/07

Quatro pousos e cinco decolagens, até às 16h.


Ainda não há previsão para o início das vendas de passagens aéreas para voos comerciais.




Comente aqui
06 jul12:03

Venda de passagens aéreas para voos comerciais pode iniciar em 10 dias

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Após a reabertura do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso de Chapecó a pergunta que muitas pessoas fazem é quando iniciará a venda de passagens para voos comerciais? A resposta é que no prazo de até 10 dias, elas possam estar à venda. A pista foi aprovada e liberada para pousos e decolagens à 0h desta sexta-feira, dia 6 de julho.

>> Primeiros voos no Aeroporto de Chapecó

A Assessoria da TRIP Linhas Aéreas disse através de email que tem intenção de voltar a operar em Chapecó, mas ainda não tem uma data definida de quando iniciam os voos e a venda de passagens. Já a Assessoria da Gol disse que esperaria uma nota oficial da Anac para definir o reinício das operações. O email informava ainda que poderá ser mantido os quatro voos diários.

A Avianca aguarda uma determinação oficial da Anac para definir como será a reabertura da venda de passagens e horários de voos. E a NHT voltaria a operar na segunda-feira, dia 16 de julho.


2 comentários
06 jul11:04

Primeiros voos no Aeroporto de Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O Embraer 145 da Força Aérea Brasileira foi a terceira aeronave a pousar no Aeroporto Serafim Enoss Bertaso de Chapecó, após a reforma da pista e liberação pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O voo chegou às 10h14 desta sexta-feira. Na aeronave com capacidade para até 50 passageiros estavam sete pessoas, quatro da tripulação e três passageiros, entre eles, a ministra-chefe, Ideli Salvatti, da Secretaria de Relações Institucionais.

A ministra vai participar do ato de assinatura do Termo de Cooperação com 55 municípios dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul participantes do Projeto Alto Uruguai 2 – Cidadania, Energia e Meio Ambiente. O evento é uma parceria da Eletrosul, Eletrobras, MAB, MPA e Universidade Federal da Fronteira Sul.

O Aeroporto ficou fechado por 75 dias. O tráfego aéreo foi liberado nesta sexta-feira, dia 6 de julho, a partir da 0h. Dez minutos depois da abertura um avião particular Baron, para seis passageiros estreou a pista. E nesta manhã, às 9h33 outra aeronave, um Senica, também para seis passageiros aterrissou na nova pista de 2.063 metros.

Segundo o controlador de operação aeronáutica do Aeroporto de Chapecó, Adilson Schroeder, mais dois voos estavam programados para esta manhã, mas devido a presença de nevoeiro não permitiu a aterrissagem

– Um deles foi para Pato Branco/PR e outro nem decolou de Florianópolis – disse o controlador.

Adilson disse ainda que mais voos estão programados para a tarde desta sexta-feira.

- Se vão conseguir pousar ou não vai depender das condições climáticas – completou.



Comente aqui
06 jul10:34

Avião da Força Aérea foi a terceira aeronave a pousar no Aeroporto de Chapecó

[Atualizado às 11h05]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O Embraer 145 da Força Aérea Brasileira foi a terceira aeronave a pousar no Aeroporto Serafim Enoss Bertaso de Chapecó, após a reforma da pista e liberação pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O voo chegou às 10h14 desta sexta-feira. Na aeronave com capacidade para até 50 passageiros estavam sete pessoas, quatro da tripulação e três passageiros,  entre eles, a ministra-chefe, Ideli Salvatti, da Secretaria de Relações Institucionais.

A ministra vai participar do ato de assinatura do Termo de Cooperação com 55 municípios dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul participantes do Projeto Alto Uruguai 2 – Cidadania, Energia e Meio Ambiente. O evento é uma parceria da Eletrosul, Eletrobras, MAB, MPA e Universidade Federal da Fronteira Sul.

O Aeroporto ficou fechado por 75 dias. O tráfego aéreo foi liberado nesta sexta-feira, dia 6 de julho, a partir das 0h.


Comente aqui
05 jul19:16

Liberados os voos no Aeroporto de Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Após 75 dias sem voos o Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, foi liberado ontem pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O local será reaberto ao tráfego aéreo nesta sexta-feira, dia 6 de julho, a partir das 0h. A Anac informou ainda que toda a infraestrutura do local estará disponível para as operações aéreas da aviação geral e regular. A partir dessa decisão a venda de passagens pelas companhias aéreas está liberada.

Antes da restrição, a pista tinha PCN 34, que é um grau de resistência do pavimento que permitia o pouso de Boeing 737, com 144 lugares. Com os problemas na pista o PCN foi rebaixado para 16, o que permitia apenas pouso de aeronaves com até 62 passageiros. Com a reforma a pista ficou com 2.063 metros e a Anac aprovou a PCN 45, que permite o pouso e decolagem de aeronaves com até 200 passageiros.

- Neste primeiro momento serão autorizados somente voos com aeronaves de até 62 passageiros, mas em 10 dias devem iniciar a operação de aeronaves com até 200 passageiros – disse o diretor de defesa do cidadão, Sergio Wallner.

A venda das passagens ainda não tem data para começar. Nesta sexta-feira a Administração do Aeroporto esteve reunida em Florianópolis com as empresas Avianca, Gol, NHT, Trip e Azul para definir questões operacionais. Agora cada empresa vai planejar como serão os horários de chegadas e partidas.

O fechamento do aeroporto causou prejuízo estimado de R$ 120 milhões, segundo o presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic), Maurício Zolet. – Tivemos que transferir a Mercoláctea, que seria realizada maio, para o mês de novembro – disse Zolet.

O movimento em hotéis, restaurantes e agências de viagem caiu de 30 a 50% segundo empresários do setor.


Comente aqui