Agropecuário

29 dez15:53

Governo de São José do Cedro investe mais de R$ 136 mil no setor agropecuário

Com o objetivo de acelerar o processo de feitura de silagem devido à estiagem, a Administração de São José do Cedro adquiriu seis ensiladeiras, dois carretões reboque basculantes e um distribuidor de adubo orgânico.

De acordo com o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Pedrinho Casarin, o investimento no maquinário foi possível devido a um convênio estabelecido com a Secretaria de Estado de Agricultura. – A interveniência do secretário de Agricultura, João Rodrigues, foi fundamental para a liberação desse recurso que vai auxiliar muito os agricultores de São José do Cedro – destacou Casarin.

Além dos equipamentos para a feitura de silagem, foi adquirido um botijão de sêmen, com capacidade de armazenagem mínima de 3500 doses. O investimento totaliza R$ 136.375,00.


Silagem x Estiagem

Segundo o secretário de Agricultura, Pedrinho Casarin, com a aquisição dos equipamentos será possível apressar o serviço. – O trabalho iniciou nesta semana e como a estiagem persiste, é necessário fazer a silagem antes que as plantações se percam totalmente – detalha.

Casarin revela que até o momento foram realizadas mais de 200 horas de silagem e as horas recolhidas já passam de 1300. O valor para o recolhimento permanece o mesmo, R$ 35 a hora.


Comente aqui
12 out18:10

Pavilhões agropecuários serão inaugurados nesta quinta-feira

Os novos pavilhões construídos no parque de exposições Tancredo Neves serão inaugurados oficialmente nesta quinta-feira, dia 13, às 17h30 horas. O evento será conduzido pelo prefeito José Caramori, presidente da CCO Luciano Buligon e coordenador geral da feira Marcio Ernani Sander, além da Comissão de Agropecuária. Participarão lideranças políticas e empresariais, produtores, imprensa e convidados.

As obras consistiram em um conjunto de três modernos pavilhões, uma central de inspeção animal e um posto de fiscalização (guarita). As novas estruturas para o setor agropecuário absorvem investimentos de 1,4 milhão de reais e 4.348 metros quadrados.

O pavilhão de bovinos abriga 400 animais, uma pista de julgamento, com 2.224 metros quadrados e alojamento para 60 homens e 15 mulheres (investimento de R$ 544.990). O pavilhão de ovinos tem 509 metros quadrados, capacidade para 100 animais e área de comercialização para equipamentos agropecuários (investimento de R$ 168.264,47). O pavilhão para equinos conta com 1.615 metros quadrados, onde foram construídas 109 cocheiras (investimento de R$ 538.095,17).

Além dos pavilhões, uma central de inspeção animal foi construída pela Prefeitura de Chapecó no portão três do parque da Efapi. Com área de 71,94 metros quadrados em dois pisos, o posto de controle é operado por técnicos e médicos-veterinários da Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina). No mesmo local foi reformada a guarita de controle, com 35,33 metros quadrados. As duas obras custaram R$ 147.800,00.

Com os investimentos em curso, o parque da EFAPI torna-se um dos maiores centros de mostras pecuárias, formado por quatro pavilhões (um existente e três em fase final de construção), sendo dois de bovinos, um de equinos e um de ovinos. Também fazem parte a central de remates e as mangueiras.

Os novos pavilhões terão capacidade para abrigar em torno de mil animais, e as mangueiras mais mil, totalizando em torno de 2 mil animais.

Os eventos agropecuários da Efapi 2011 reunem mais de 2 mil animais no Parque de Exposições, divididos nos núcleos de equinos, ovinos, bovinos e suínos. Cerca de 100 expositores participam da Efapi. Os negócios no setor agropecuário devem atingir 1,5 milhão de reais.

O coordenador da comissão agropecuária, Ricardo Lunardi, acredita que, com esses investimentos, novos expositores participarão das feiras e eventos que devem ser programadas durante o ano.


Comente aqui