Animais

27 ago14:43

Dez espingardas utilizadas para a prática ilegal de caça de animais silvestres foram apreendidas em São José do Cedro

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na manhã desta segunda-feira a Polícia Civil de São José do Cedro apreendeu 10 espingardas que eram utilizadas para a prática ilegal de caça de animais silvestres. Quatro integrantes de uma quadrilha foram presos em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, posse ilegal de acessório de uso restrito e ter em depósito e guardar espécimes da fauna silvestre. Eles devem ser encaminhados para o Presídio de São Miguel do Oeste.

As investigações da Polícia Civil iniciaram há dois meses e nesta segunda-feira foram cumpridos três mandados de busca e apreensão.

Os policiais apreenderam em três residências 10 espingardas de calibres .32, .22, .28, um silenciador, três lunetas, duas lanternas, munições dos calibres .32, .22 e .28, carregadores, cartucheiras para acondicionar as munições, acessórios utilizados para recarga das munições (espoletas, pólvoras, socador de pólvora, diversos apitos utilizados para “chamarisco” de animais, além de 13 quilos de carne de lebre e tatu e 4,7 quilos de carne de paca.

Segundo o delegado Cléverson Luis Müller as investigações continuam, pois existe a possibilidade de que mais pessoas estejam envolvidas.


Comente aqui
27 jun08:15

Curso de Biologia orientará sobre zoonoses e acidentes com animais peçonhentos

O curso de Ciências Biológicas da Unochapecó promove neste sábado, 30 de junho, o dia “D” de prevenção às zoonoses e acidentes com animais peçonhentos. As atividades acontecerão na Praça Coronel Ernesto Bertaso, das 8h às 12h, e fazem parte do projeto “Compreendendo e prevenindo zoonoses e acidentes com animais peçonhentos e plantas tóxicas”, através do programa Pró-Saúde.

Entre os objetivos das atividades, estão orientar sobre as zoonoses, animais peçonhentos e as doenças transmissíveis entre animais e os seres humanos. Outras abordagens serão sobre as características das zoonoses, como podem ser transmitidas, as medidas de prevenção e o ciclo de vida dos transmissores. As atividades serão apresentadas em vídeos educativos e banners, por profissionais da saúde e estudantes. Além disso, será realizada a observação, em equipamentos microscópicos, de animais transmissores e peçonhentos.

Para a coordenadora da atividade, professora Sandra Sabedot Bordin, o problema das zoonoses ou acidentes com animais peçonhentos não é o animal em si, mas a atuação dos seres humanos frente ao meio ambiente.

- Atitudes como destruição dos habitats e degradação ambiental acabam aproximando o ser humano desses animais, que são obrigados a se dirigir ao meio urbano, muitos vindos a se adaptar nesse meio – explica Sandra.


O que são zoonoses?

Segundo a professora, os animais peçonhentos não transmitem doenças, mas liberam veneno como estratégia alimentar ou de defesa. O veneno liberado por alguns animais é uma substância tóxica para o organismo humano.

- Zoonoses são doenças ou infecções transmitidas naturalmente entre animais e seres humanos – esclarece. Os animais peçonhentos mais comuns na região são serpentes, aranhas e taturanas.

O dia de prevenção às zoonoses e acidentes com animais peçonhentos é uma iniciativa de professores e estudantes do terceiro e quinto períodos do curso de Ciências Biológicas, através do programa Pró-Saúde, e conta com a participação do curso de Enfermagem e da Vigilância Ambiental da Prefeitura Municipal de Chapecó.

Os interessados podem participar para tirar dúvidas e sanar curiosidades, além de conhecer os animais peçonhentos, compreender sobre zoonoses e como preveni-las, para evitar acidentes e a transmissão de doenças.



Comente aqui
14 nov17:37

Julgamento leiteiro na Expo São Miguel 2011

Os setores de pecuária e ovinocultura estiveram presentes na Expo São Miguel 2011, com a exposição de animais, venda e compra e também julgamento de vacas leiteiras. A Secretaria Municipal de Agricultura de São Miguel do Oeste organiza a atividade, que contou com a exposição de mais de 250 animais de altíssima qualidade genética e registrados, vindos de toda a região Extremo-oeste.

Conforme explica o diretor do departamento de Agricultura, Adair José Cunico, o julgamento de vacas leiteiras contou com mais de 150 animais participando em quatro categorias: até 10 meses, de 11 a 16 meses, novilhas cobertas e vacas. A premiação foi entregue às três primeiras colocadas de cada categoria. O julgamento aconteceu no sábado, dia 12, a partir das 14h, no pavilhão de remate de gado.

A atividade contou com a presença do prefeito Nelson Foss da Silva, do deputado estadual Dirceu Dresch, do secretário municipal de Agricultura, Atílio Stolarski, do presidente Núcleo de Ovinocultores, Paulo Siebel, do presidente Núcleo de Criadores de Gado de Leite, Lenoir Spironello e do representante da ABS PECPLAN, Vanderlei Sturmer.


Vencedores:


Raça Jersei

até 10 meses

Primeiro lugar: Cabanha Pinhal

Segundo lugar: Alves e Souza

Terceiro Lugar: Cabanha Pinhal


11 a 16 meses

Primeiro lugar: Cabanha Pinhal

Segundo lugar: Alves e Souza

Terceiro Lugar: Cabanha Princesa


Novilha Coberta

Primeiro lugar: Alves e Souza

Segundo lugar: Cabanha Pinhal

Terceiro Lugar: Cabanha Sturmer


Vaca

Primeiro lugar: Alves e Souza

Segundo lugar: Cabanha Sturmer

Terceiro Lugar: Cabanha Pinhal


Raça Holandesa

Até 10 meses

Primeiro lugar: Cabanha Nonemacher

Segundo lugar: Cabanha Mezalira

Terceiro Lugar: Cabanha Spirolnelo


11 a 16 meses

Primeiro lugar: Cabanha Nonemacher

Segundo lugar: Alves e Souza

Terceiro Lugar: Cabanha Familia Honr


Novilha Coberta

Primeiro lugar: Cabanha Nonemacher

Segundo lugar: Cabanha Wehebrink

Terceiro Lugar: Alves e Souza


Vaca

Primeiro lugar: Cabanha Nonemacher

Segundo lugar: Edson Griep

Terceiro Lugar: Alves e Souza



Comente aqui
03 out16:20

Centro de Esterilização de Pequenos Animais em Chapecó

A Prefeitura de Chapecó e a Associação Voluntários Amigos dos Bichos, em parceria com o Ministério Público e Justiça Federal de Chapecó, inauguram nesta terça-feira, dia 4, às 10h, o Centro de Esterilização de Pequenos Animais de Chapecó – Cepac.

No local serão desenvolvidos programas de controle da população animal através de esterilização (castração) cirúrgica de pequenos animais.

O Cepac fica no Distrito de Marechal Bormann, próximo a Escola Agropecuária.



Comente aqui