Aprov

04 nov14:05

Super Imperatriz vence Chapecó e conquista o hexa estadual de vôlei

O Super Imperatriz Vôlei conquistou o hexacampeonato Estadual na noite deste sábado, no Capoeirão. O time de Florianópolis derrotou a equipe de Chapecó por 3 sets a 2, parciais de (25/23, 18/25, 24/26, 25/15 e 15/13). Este foi o primeiro título da temporada da equipe catarinense, que disputa a Superliga no final de novembro.

Apesar da derrota, o técnico Nilson Rex disse ter ficado satisfeito com a atuação da equipe. “Fizemos um grande jogo, tivemos chances de vencer o confronto ”.

Comente aqui
17 out14:59

Aprov/Unoesc/Chapecó tem nova maratona pela frente

 

“Até agora cumprimos todos os nossos objetivos”, é o que afirma o técnico da Aprov/Unoesc/Chapecó, Nilson Rex, depois de conquistar o título da fase regional dos Jogos Abertos de Santa Catarina.

No regional, a equipe chapecoense venceu todos os cinco jogos por 3 sets 0, inclusive a final contra os donos da casa, e se garantiu na etapa estadual dos Jasc.

Nesta temporada, além da fase regional dos Jogos Abertos, Chapecó já subiu ao pódio nas outras três competições que disputou. A equipe também conquistou o título da etapa Sul da Liga Nacional, dos Jogos Universitários Catarinense e ainda foi vice-campeão da etapa final da Liga Nacional, que assegurou à Chapecó uma vaga na Superliga B, em 2013.

Competições

Agora, os comandados de Nilson Rex se preparam para uma nova maratona de competições. Em um mês, serão três os compromissos da Aprov/Unoesc/Chapecó. Neste fim de semana começam os Jogos Universitários Brasileiro, em Foz do Iguaçu. Depois, no primeiro fim de semana de novembro, acontecem os play-offs do Campeonato Catarinense diante do Super Imperatriz Vôlei/Florianópolis e de 07 a 17 de novembro tem a fase estadual dos Jogos Abertos de Santa Catarina, em Caçador.

Comente aqui
31 ago12:23

Voleibol Masculino de Chapecó é convidado para a Superliga B

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) confirmou o convite para que o voleibol masculino de Chapecó participe da Superliga B, em 2013. A Aprov/Unoesc/Chapecó tem até o fim do mês de setembro para dizer sim ou não à segunda divisão do voleibol brasileiro.

Com a desistência da equipe de Morro da Fumaça, que representou Santa Catarina em 2012 na Superliga B, o convite foi automaticamente feita ao clube chapecoense que sagrou-se vice-campeão da Liga Nacional no fim de semana passado.

- O campeão da Liga tinha a vaga garantida pelo regulamento, mas como houve uma desistência, acabou abrindo uma segunda vaga para a competição – explicou o presidente da Associação Pró-Vôlei de Chapecó e técnico da equipe masculina, Nilson Rex.

De acordo com Rex, nas próximas duas semanas vamos nos reunir com os atuais patrocinadores da equipe e também com outros possíveis apoiadores para buscar viabilizar financeiramente a participação de Chapecó neste calendário nacional.

- Está etapa já vinha sendo traçada dentro do nosso projeto e agora precisamos que mais algumas portas se abram para concretizar o planejamento – disse Rex.

Segundo o dirigente, a estimativa é que sejam necessários pelo menos R$ 30 mil a mais no orçamento do clube para viabilizar a participação de Chapecó na Superliga B, entre dezembro de 2012 e março de 2013. O campeão da Série B garante uma vaga na Superliga 2013/2014.

Comente aqui
25 ago08:04

Chapecó quer a Série B também no vôlei

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O voleibol de Chapecó pode atingir a Série B nacional antes do futebol. Para isso a Aprov/PMC/Unoesc precisa vencer hoje a Escola do Corpo-SP, na final da Terceira Divisão da Liga Nacional 2012. O confronto, que será transmitido pelo Sportv, inicia às 19h30, no Ivo Silveira.

As duas equipes foram as melhores entre as seis que se classificaram para a fase final, disputada em Chapecó. Ao todo 27 equipes disputaram o nacional. O campeão tem acesso garantido para a Superliga B no ano que vem.

-Estamos resgatando um pouco da história do voleibol de Chapecó- lembrou o técnico Nilson Rex, que na década de 90 participou a equipe do Frigorífico Chapecó, que chegou a ser o terceiro melhor time do país.

Naquela época a equipe contava com jogadores de seleção, como Giba, Giovani e Carlão, além dos argentinos Milincovic e Weber. O técnico era Renan.

Um dos remanescentes dos tempos áureos do vôlei de Chapecó, o ponteiro Badá, 38 anos, estará em quadra hoje. Há 15 anos Chapecó não tem um time na principal divisão do país. A proposta da Aprov é resgatar a modalidade na cidade. Pelo menos o público já demonstrou que comprou a ideia, pois o público chegou a atingir 800 pessoas em algumas noites. A expectativa é de mais de mil pessoas na final.


Comente aqui
23 ago10:39

Aprov Chapecó é 100% na Liga Nacional de Vôlei Masculino

A fase final da Liga Nacional de Vôlei Masculino fechou o terceiro dia de competições com duas equipes mantendo os 100% de aproveitamento. Escola do Corpo, de São Paulo, e Aprov/Unoesc/Chapecó venceram os três adversários até agora por 3 sets a 0. Invencibilidade e liderança dividida na fase classificatória.

A equipe de Chapecó precisou de 1 hora e 30 minutos para concretizar a terceira vitória seguida. Apesar dos 3 a 0, a partida contra a Unifor (CE) foi a mais dura até aqui para os chapecoenses. Foram pouco os instantes que o time de Nilson Rex respirou aliviado no jogo. Na primeira parcial as duas equipes se alternaram ponto a ponto e a Aprov precisou da força que veio da arquibancada para liquidar o set, 25 a 22. No segundo set, novo equilíbrio e a vitória chapecoense veio por 25 a 21.

Diferente dos outros jogos do time da casa, o terceiro set foi o mais tranquilo. Isso porque o saque funcionou e o central Estiva viveu uma noite inspirada. Placar final, 25 a 18.

- Foi o jogo mais difícil e de agora em diante não tem mais facilidade. Estamos evoluindo jogo a jogo – analisou Estiva.

>> Confira a AGENDA com a programação dos jogos

Nesta quinta-feira, 23, os chapecoenses voltam à quadra do ginásio Ivo Silveira às 20h. O adversário na quarta rodada é o Monte Cristo, de Goiás.

Nos outros confrontos desta quarta, a Escola do Corpo (SP) fez 3 sets a 0 no Placa Esporte Clube (AP). Já o Monte Cristo (GO) venceu o Zona Sul Esporte Clube (AP) também por 3 a 0.

Na primeira fase todas as equipes jogam entre si. Os dois primeiros colocados fazem a final no sábado, 25 de agosto, com transmissão ao vivo pelo canal Sportv. A Liga Nacional reúne os campeões de cada região do Brasil e apenas o campeão garante vaga na Superliga B, em 2013.

Comente aqui
18 jul18:31

Chapecó pode receber etapa final da Liga Nacional de voleibol masculino

Representantes da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e da Federação Catarinense de Voleibol (FCV) visitaram na tarde desta quarta-feira, dia 18 de julho, possíveis locais de jogos, hospedagem e alimentação para a etapa final da Liga Nacional de Voleibol Masculino, que será realizada no mês de agosto.

- Queremos ajudar a resgatar a história do voleibol de Chapecó – garantiu a diretora de competições nacionais da CBV, Cilda D´Angelis ao falar sobre a possibilidade da maior cidade do oeste sediar a etapa.

Em relação ao local de jogos, o espaço sugerido pelo técnico da Aprov/Unoesc/Chapecó, Nilson Rex, foi o Ginásio Ivo Silveira.

- O Ivo Silveira é a casa do voleibol chapecoense e temos certeza que o torcedor irá comparecer – afirma Rex.

Para a representante da CBV o ginásio tem condições de sediar o evento pela capacidade, localização, espaço de quadra e de vestiários.

- Só precisamos garantir que seja melhorada a iluminação do local e que seja feita uma vistoria minuciosa em relação às goteiras, o restante está tudo certo, até porque a CBV irá trazer o piso taraflex e os demais aparelhos de quadra – disse a dirigente.

As exigências solicitadas pela CBV foram prontamente aceitas pelo Secretário de Esporte e Lazer de Chapecó, Murilo de Farias, que garantiu que tudo será atendido conforme a solicitação.

A oficialização de Chapecó como sede da fase final da Liga Nacional deve acontecer até esta sexta-feira.

A competição está marcada para ser realizada entre os dias 20 e 25 de agosto. A partida decisiva, prevista para às 21h do dia 25 do mês que vem, aniversário do município, terá transmissão ao vivo pelo canal Sportv.

O campeão da Liga Nacional garante presença na Superliga B 2013.


1 comentário
17 jul10:24

Voleibol Masculino Chapecó está na fase final da Liga Nacional

A equipe Aprov/Unoesc/Chapecó de voleibol masculino encerrou a participação na Liga Nacional – etapa Sul, de forma invicta. A equipe chapecoense venceu os cinco jogos que disputou e garantiu a primeira colocação do torneio. Os jogos foram realizados na cidade de Maringá, no Paraná. Aprov será o único representante da região Sul do país na fase final da competição.

- O time foi evoluindo a cada dia, ganhando ritmo de jogo e no final podemos dizer que fizemos uma boa campanha – disse o técnico Nilson Rex.

Na rodada final, Chapecó e Maringá/Banco Bonsucesso/AmaVôlei entraram em quadra na briga pelo título da etapa classificatória. Uma partida equilibrada desde o início, com vitórias apertadas dos catarinenses nos dois primeiros sets, com parciais de 27/25 e 28/26. Os paranaenses deram o troco no terceiro set, com vitória por 25/16. Mas os chapecoenses liquidaram a partida no quarto set por 25/20, 3 sets 1 no jogo.

- Foi um jogo decidido no detalhe. Nosso saque e o bloqueio funcionaram muito bem -avaliou Rex.


Fase final

Depois de garantir a vaga da região Sul, Chapecó luta agora para sediar a fase final da Liga Nacional. O convite foi feito pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), mas a sede ainda não foi oficializada. Nesta semana, dirigentes da CBV devem realizar uma vistoria na cidade. O objetivo é verificar os possíveis locais de competição, hospedagem, refeições e como seria feito o translado das equipes.

A etapa final, que reúne os campeões de cinco regiões do país, está marcada para acontecer de 20 a 25 de agosto.


Comente aqui
01 jun11:05

Badá é o novo reforço do voleibol masculino de Chapecó

A Associação Pró-Vôlei de Chapecó – Aprov, através do presidente e técnico do voleibol masculino, Nilson Rex, apresentou na manhã desta sexta-feira, dia 1º, apresentou o atleta Jean Carlo Badalotti, o Badá.

O atleta que é natural de Chapecó e que foi revelado pela extinta equipe do Frigorífico Chapecó, no início dos anos 90, defendeu na última Superliga a Cimed/Florianópolis. Entre as principais conquistas, Badá tem no currículo dois títulos da Superliga Masculina, pela Ulbra e Unisul, e quatro títulos do Campeonato Argentino, pelo Bolívar.

Agora ele integra a equipe Aprov/Unoesc/Chapecó, que realiza trabalhos técnicos no ginásio Ivo Silveira.


Comente aqui