Arena Condá

02 out12:08

Chapecoense 1 X 1 Joinville

Em clima de decisão, Verdão recebe o Jec neste domingo, às 16 horas, na Arena Condá.

Confira todos os lances da partida no Minuto a Minuto a partir das 15h30.


Ficha Técnica:

CHAPECOENSE

Rodolpho, Nequinha, Amaral Rosa, Groli, Marcos Alexandre, Aelson, Everton Cezar, Diego Felipe, Neílson, Neném, Diogo Oliveira. cnico: Mauro Ovelha


JOINVILLE

Ivan, Eduardo, Renatos Santos, Fabiano Silva, Pedro Paulo, Gilton, Glaydson, Ricardinho, Bruno Rangel, Jailton, Ronaldo Capixaba. Técnico: Arturzinho


Arbitragem: Jefferson Schmidt, auxiliado por Ângelo Rudimar Bechi e Helton Nunes.

Horário: 16h

Local: Arena Condá – Chapecó/SC

Ingressos:

Cadeira – R$50

Social Coberta – R$40

Geral – R$30

Estudante (Geral) / Aposentados – R$15

Crianças (8 a 12 anos) – R$ 5

Postos de Venda: Palácio dos Esportes, Maidana Esportes, Posto de Marco e Cafezinho ao lado da Livraria Cometa.

3 comentários
01 out08:32

Chapecoense treina com portões fechados

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O técnico Mauro Ovelha resolveu fazer um pouco de mistério para encarar o Joinville no domingo, às 16 horas, na Arena Condá. Na sexta ele fez um treinamento com os portões fechados. A imprensa teve acesso somente até o aquecimento. Tudo para evitar que algo vazasse para o Joinville, adversário contra quem a Chapecoense vai enfrentar pela sexta vez somente em 2011.

Ovelha considera que qualquer detalhe pode fazer a diferença num confronto tão equilibrado.

–Até uma brisa pode resolver- brincou.

Ele fez um trabalho de bola parada, tanto de ataque quanto de defesa, e deve tentar algumas jogadas diferentes para o domingo.

Além de querer fazer mistério o treinador também tem algumas dúvidas. Uma delas é sobre o substituto de Jean Carlos. Lucca, Leandro e Diogo Oliveira disputam essa vaga. O treinador também tem dúvidas na defesa.

Marcos Alexandre vem sentindo uma lesão no joelho, mas afirma que vai estar à disposição. Neguette, recém contratado, seria a o possível substituto. Mas ele também pode entrar na zaga, no lugar de Amaral Rosa, que falhou no segundo gol do Brasiliense.

O ala direita Sagaz, que teve um ferimento no lábio no treinamento de quinta-feira, ontem também não treinou. Nequinha, que também atua no setor, é outro que pode fazer sua estreia em casa. Diogo Oliveira, Neguette e Nequinha ainda não jogaram na Arena Condá, pois foram contratados como reforços para a segunda fase. Todos jogaram em Brasília e podem jogar, segundo Ovelha.

–Os três tem chance e elas são maiores do que na semana passada- entregou.

O volante Diogo Roque e o zagueiro De Lazzari continuam no departamento médico. A Chapecoense realiza mais um treinamento na manhã de sábado, às 9 horas, na Arena Condá.

Comente aqui
30 set15:33

Jefferson Schmidt no apito de ACF x JEC

A escala para a rodada do Brasileiro da Série C saiu. Um trio de SC foi escalado para comandar a partida de domingo.

Chapecoense enfrenta o Joinville, às 16 horas de domingo, na Arena Condá.

O àrbitro Jefferson Schmidt será auxiliado por Angelo Rudimar Bechi e Helton Nunes.

Comente aqui
29 set11:06

Pela manhã treino na academia, a tarde tático

Os jogadores da Chapecoense se preparam para enfrentar o Joinville, domingo, na Arena Condá.

Na manhã desta quinta-feira a equipe fez uma corrida leve e trabalhos físicos na academia do clube. Marcos Alexandre que fez um tratamento com gelo no joelho direito na tarde de quarta treino com a equipe.

O volante Diogo Roque, que não treinou na quarta, não participou dos trabalhos. Ele também se recupera de uma lesão no joelho.

A tarde o time comandado por Mauro Ovelha realiza treinamento tático. O local ainda não foi definido, mas é provável que os trabalhos sejam no campo do Trevo.

Comente aqui
18 set17:57

Chapecoense vence o Caxias por 1 a 0

Sagaz é o nome do jogo. O meia-atacante marcou aos 42 minutos do primeiro tempo o gol da Vitória.

A Chapecoense que já estava classificada para a segunda fase da competição faz a primeira partida contra o Brasiliense, no próximo domingo.


Ficha Técnica


Chapecoense (1)

Rodolpho; Amaral Rosa, Groli, Marcos Alexandre; Sagaz, Diego Felipe, Rodrigo Thiesen, Neném (Rafael Bitencourt), Aelson; Jean Carlos (Leandrão), Neílson (Leozinho). Técnico: Mauro Ovelha.


Caxias (0)

André Sangalli; Diego Piva, Edson Rocha, Vinícius, Sityá; Alessandro Paraná, Ramos (Rodrigo Dias), Márcio Hahn, Tiago Duarte (Pedro Henrique); Pantico, Lima (Maicon Santana). Técnico: Argel Fucks.


Gols: Sagaz (42 min. 1ºT) Chapecoense.

Cartões Amarelos:

Ramos, Lima, Paraná, Edson Rocha, Rodrigo Dias e Pantico (Caxias).

Groli (Chapecoense).


Arbitragem: Edivaldo Elias da Silva-SP, auxiliado por Rafael Trombeta-PR e Neusa Inês Bach-SC.

Horário: 16h

Local: Arena Condá –  Chapecó/SC


Confira a matéria completa no Blog da Chapecoense.

Comente aqui
18 set10:04

Chapecoense X Caxias

Já classificada para a segunda fase da Serie C do Brasileiro a Chapecoense enfrenta o Caxias neste domingo, às 16 horas, na Arena Condá, com o objetivo de terminar em primeiro do Grupo D.


Confira todos os lances da partida minuto a minuto:



Ficha técnica:

CHAPECOENSE

Rodolpho; Amaral Rosa, Groli, Marcos Alexandre; Sagaz, Diego Felipe, Rodrigo Thiesen, Neném, Aelson; Jean Carlos, Neílson. Técnico: Mauro Ovelha.

CAXIAS

André Sangalli; Diego Piva, Edson Rocha, Vinícius, Sityá; Alessandro Paraná, Ramos, Márcio Hahn, Teti; Pantico, Lima. Técnico: Argel Fucks.

Horário: 16h

Arbitragem: Edivaldo Elias da Silva-SP, auxiliado por Rafael Trombeta-PR e Neusa Inês Bac-SC.

Local: Arena Condá, em Chapecó

Ingressos: R$ 5 (menores de 8 a 12 anos), R$ 15 (estudante na Geral e Aposentados), R$ 30 (Geral), R$ 40 (Social) e R$ 50 (Cadeiras). Antecipados no Palácio dos Esportes, Posto de Marco, Maidana Esportes, Supermercado Moura.

Comente aqui
14 set10:59

Domingo, dia de lotar a Arena Condá

No domingo, dia 18, a Chapecoense recebe na Arena Condá o Caxias.


Os ingressos para a última rodada do returno do Campeonato Brasileiro da Série C começam a ser vendidos nesta quarta-feira a tarde.


Valores:

Cadeira: R$ 50

Social Coberta: R$ 40

Geral: R$ 30

Estudante/Aposentados (Geral): R$ 15

Crianças (oito a 12 anos): R$ 5


Postos de Venda:

Palácio dos Esportes – Maidana Esportes – Posto de Marco – Supermercado Moura

Comente aqui
13 set14:04

Jean Carlos volta a brilhar como em 2007

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br



Um jogador que foi decisivo para a conquista do tricampeonato da Chapecoense em 2007, Jean Carlos, voltou a brilhar no domingo, marcando os dois gols contra o Santo André, que garantiram a classificação do time para a segunda fase da competição.


Na segunda-feira, dia 12, a convite do Diário Catarinense, ele foi até a foto do time campeão de 2007, que decora uma das entradas da ala Sul da Arena Condá.

– O atual time tem muita coisas parecidas com o da foto – comparou.

O atacante vê semelhanças na união do grupo e na disposição de todos os jogadores em correr e marcar.

A diferença está nos adversários da Série C do Campeonato Brasileiro. Jean Carlos vem demonstrando poder de superação. Ele chegou no final do catarinense e estava com a preparação física aquém dos demais.

Na Série C, tinha marcado apenas um gol. Contra o Joinville, na rodada passada, foi substituído pois foi estava se sentindo mal em virtude de uma virose. Mas, voltou a mostrar que é importante em momentos decisivos. Em 2007 fez um dos gols do empate por 2 a 2 em Criciúma, que valeu o título. Participou do grupo campeão estadual em 2011 e agora garantiu a classificação.

Agora quer ampliar sua história no clube buscando a classificação.

–Temos mais sete jogos e espero que sejam nove – disse, projetando que o clube chegue na final da competição. E vai dando seu recado. – Quero brigar pela artilharia.

Na segunda ele fez tratamento com gelo para em virtude de algumas “pancadas” do jogo contra o Santo André.

Nada que preocupe para domingo, quando a Chapecoense encerra a participação na primeira fase tentando uma vitória contra o Caxias, na Arena Condá, para ultrapassar o Joinville e terminar em primeiro do grupo.

Isso garantiria jogar em casa na última rodada da segunda fase. A direção também vai buscar reforços para esta fase, em virtude que o zagueiro Dema não joga mais em 2011.

Comente aqui
06 set18:20

Conversa, academia e bola

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


Hoje o dia foi de conversa, academia e treino para a Chapecoense. Na reapresentação, pela manhã, o técnico Mauro Ovelha conversou com o grupo a respeito da derrota para o Joinville, por 2 a 0, no domingo.

De acordo com o gerente de futebol do clube, Cadu Gaúcho, foi uma conversa normal que ocorre após cada jogo. Claro que elas geralmente duram um pouco mais após as derrotas. Cadu afirmou que os jogadores ficaram tristes após o jogo, pois não tiveram um bom desempenho, mas sabem que tem condições de buscar a recuperação.


Na tarde desta terça os titulares fizeram um trabalho físico de tração com os elásticos e os reservas treinaram em campo reduzido.


Domingo, dia 11, a Chapecoense joga contra o Santo André em São Paulo e no dia 18 recebe o Caxias na Arena Condá.

Comente aqui
04 set22:48

JEC quebra invencibilidade da Chapecoense

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


O Joinville quebrou no domingo, quatro, uma invencibilidade de 23 jogos da Chapecoense na Arena Condá e assumiu a liderança do Grupo D na Serie C do Campeonato Brasileiro, ao vencer por 2 a 0. Os gols foram marcados por Bruno Rangel, aos 19 minutos do segundo tempo, e Aldair, já nos acréscimos. O Joinville agora tem 12 pontos. A Chapecoense caiu para o segundo lugar, com 10 pontos. O Caxias tem oito e Brasil e Santo André tem sete.

A Chapecoense iniciou o jogo tranquila pois não perdia em seus domínios há um ano, três meses e 16 dias. Já o Joinville precisava da vitória para não depender de outros resultados para classificar.


No primeiro tempo o jogo foi de muita transpiração e pouca inspiração. Os zagueiros levaram vantagem sobre os artilheiros Ronaldo Capixaba, do Joinville, e Neílson, da Chapecoense.


Sobrou espaço para o atacante do Joinville, Bruno Rangel, tentar o gol. Mas ele errou em duas oportunidades no final do primeiro tempo. No início do segundo tempo ele arriscou novamente, mas a bola foi para fora. De tanto insistir, a bola sobrou para ela num chute de Jaílton que Rodolpho espalmou para o lado. Desta vez o atacante mandou para a rede e encaminhou a vitória do time visitante.


A Chapecoense tentou ir para cima do adversário para buscar o empate mas o Joinville estava bem posicionado na defesa e, num contra-ataque, ampliou, com Aldair. Foi a senha para a torcida da Chapecoense ir embora e a do JEC fazer a festa.


O gerente de futebol Nazareno Silva elogiou a atuação do grupo e disse o objetivo era sair de Chapecó com um resultado positivo e assim depender apenas de si para buscar a classificação. –Voltamos com o controle na mão do JEC- afirmou.


O técnico Mauro Ovelha elogiou a atuação do adversário e disse que é preciso ter calma. Na próxima rodada o Joinville joga em casa, contra o Brasil, e garante a classificação com uma vitória ou talvez até com um empate.


A Chapecoense vai a Santo André e ainda tem mais um jogo em casa, contra o Caxias. Os dois times catarinenses tem boas chances de classificação para a segunda fase.

Comente aqui