Artesanato

11 set09:13

Marca do artesanato da Aldeia Kondá será lançada em Chapecó

Cursos de capacitação para o aprimoramento e preservação da cultura indígena com vistas à ampliação da renda familiar e melhoria das condições de vida da comunidade indígena da Aldeia Kondá de Chapecó. Essas foram algumas das ações do “Projeto Aldeia Indígena Kondá – Desenvolvimento Sustentável e Capacitação Artesanal”, desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Regional – Saga, em parceria com o Banco do Brasil e com apoio da Secretaria Municipal de Agricultura e Araapoc, através do DRS Indígena.

O projeto vem sendo realizado desde 2010, no sentido de ordenar e aprofundar os conhecimentos básicos de Gestão respeitando as peculiaridades inerentes à cultura indígena dos kaingangues, promovendo a compreensão e capacitação em processos de empreendedorismo, marketing, comercialização e relacionamento com os consumidores, qualificando os produtos originais para atender as expectativas dos compradores potenciais da região, do país e do exterior. Todos os conhecimentos foram transmitidos aos indígenas através de oficinas teóricas e práticas.

Agora, após a capacitação e a constituição de uma associação de artesanato na Aldeia, será lançada no dia 12 de setembro, às 16h, no Mercado Público Regional, a marca dos produtos da Aldeia Kondá. O evento terá a participação de indígenas e apoiadores do Saga e Banco do Brasil.

Segundo a diretora presidente do Instituto Saga, Marlene de Andrade, a partir do projeto, os indígenas tem as condições para o desenvolvimento da capacidade empreendedora, assegurando sustentabilidade e perspectivas de futuro para o artesanato típico, confeccionado na aldeia a principal fonte de subsistência de seus habitantes.


Comente aqui
07 set17:02

Artesanato em exposição em Chapecó

uliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Mostrar o que Chapecó tem de mais belo nos trabalhos manuais. Esse é objetivo da 7ª Mercoarte – Feira do Artesanato Chapecoense, que pode ser visitada gratuitamente até o domingo dia 9 de setembro. Setenta e sete artesãos apresentam os mais diversos produtos, desde lembrancinhas que levam o nome da cidade, a roupas, acessórios e móveis.

Promovida pela Fundação de Ação Social (Fasc) em parceria com os artesãos da cidade, a feira, criada em 2007, está no Calçadão da Rua Benjamin Constant, entre as avenidas Getúlio Vargas e Nereu Ramos. A visitação no sábado e domingo será das 13h às 19h.

De acordo com a diretora presidente da Fasc, Belenite Frozza a cada ano a Mercoarte vem crescendo mais.

- O artesanato muitas vezes acaba se tornando uma alternativa de renda para as famílias – disse Belenite.

É o caso da agricultora e artesão Jurema Simone, que mora na Linha São Roque, interior de Chapecó. Além de ajudar a família na plantação de milho, verdura e produção de leite, ela se dedica aos trabalhos manuais há dois anos.

- Aprendi com a minha mãe essas coisas de menina – disse Jurema se referindo aos bordados e costura que aprendeu a fazer ainda pequena.

Para ela, que está apresentando capas de térmicas, a feira desse ano está melhor que a do ano passado.

- Aqui tem mais circulação de pessoas e as vendas estão boas – disse.


Palestra sobre artesanato

Neste sábado, dia 8, o designer Eduardo Barroso de Florianópolis fará uma palestra gratuita para os artesãos. Barroso vai falar sobre o artesanato como alternativa para o desenvolvimento sustentado, inclusivo e competitivo. O encontro será às 8h30 no auditório da Prefeitura.

Também será oferecida um curso de artigos natalinos.


Feirinha permanente

Todos os sábados, exceto quando chove, é realizada uma feirinha de artesanato no calçadão.


Comente aqui
05 set14:56

Mercoarte será aberta nesta quarta-feira em Chapecó

A 7ª Mercoarte – Feira do Artesanato Chapecoense será aberta às 17h desta quarta-feira. A feira organizada pela Fundação de Ação Social (Fasc), desde 2007, pode ser visitada gratuitamente no Calçadão da Rua Benjamin Constant, entre as avenidas Getúlio Vargas e Nereu Ramos.

Cerca de 77 expositores participam da feira que tem como objetivo divulgar o trabalho dos artesãos de Chapecó.

A Mercoarte segue até o domingo, dia 9 de setembro, das 13h às 19h.


Comente aqui
04 set09:41

Mercoarte começa nesta quarta-feira em Chapecó

Os preparativos para a realização da 7ª Mercoarte – Feira do Artesanato Chapecoense já começaram. A abertura do evento está programada para a esta quarta-feira, dia 5, às 17h, no Calçadão da Rua Benjamin Constant, entre as avenidas Nereu Ramos e Getúlio Vargas.

A Feira do Artesanato, realizada desde 2007, é organizada pela Fundação de Ação Social de Chapecó (Fasc). Em 2011, a 6ª edição do evento foi realizada na Efapi.

De acordo com a Diretora Presidente da Fasc, Belenite Frozza, o objetivo da Mercoarte é divulgar o trabalho dos artesãos de Chapecó, gerando renda para as famílias, além de proporcionar ao consumidor o contato com artigos diferenciados produzidos na cidade. Cerca de 77 expositores devem participar.


Novidade

Este ano, além do novo espaço, a Mercoarte contará com um diferencial: a realização de oficinas visando a qualificação dos artesãos. Nos dias 5 e 8 será oferecido curso de artigos natalinos. Nos dias 6 e 7 o trabalho será voltado a ‘biojoias’. Para o dia 8 está programada a palestra “Alternativas para o desenvolvimento do artesanato sustentado, inclusivo e competitivo”, com o designer Eduardo Barroso.


Comente aqui
24 mai12:45

Projovem realizou curso em Passos Maia

O Centro de Referência em Assistência Social – CRAS – de Passos Maia realizou nesta quinta-feira, dia 23, o encerramento do curso de Artesanato em Feltro e Découpage, realizado com os alunos do Projovem matutino e vespertino.

A técnica dos trabalhos artesanais foi ensinada aos alunos pela monitora Emili Antonioli. – O artesanato é uma ótima forma de geração de renda e também de aprendizado – disse a Emili.

Durante o encerramento, foram sorteadas três bolsas de estudo em uma escola de informática da cidade.


Comente aqui
28 abr10:00

Projeto Farroupilha presente na feira Mãos da Terra

O Projeto Farroupilha: Tradicionalismo a Serviço da Vida, mantido pela Unochapecó, Prefeitura Municipal, Rádio Super Condá e CTGs chapecoenses, é uma das presenças na Feira Internacional de Cultura e Artesanato – Mãos da Terra. Essa feira é uma mostra da cultura de vários povos do mundo inteiro e prossegue até domingo, 29 de abril.

Na feira é possível encontrar peças de artesanato dos mais variados estilos dos quatro cantos do planeta, por valores acessíveis. Assim, é uma oportunidade para conhecer diversas culturas, fazer uma viagem pelo mundo, sem sair de Chapecó. O evento é realizado no pavilhão 4 da Efapi, das 14 às 22 horas. Os ingressos custam R$ 5 os maiores de 60 anos e crianças até 12 anos não pagam e o estacionamento é gratuito.

Anexo à Feira Mãos da Terra, um palco recebe diariamente apresentações artísticas culturais de vários Estados do Brasil e de outros países. Dentro da programação, neste sábado, dia 28, às 15h, 40 crianças do Projeto Farroupilha, atendidas pelo CTG Recanto dos Tropeiros, estarão no palco da feira para apresentar danças artísticas da cultura gaúcha.


Calendário de apresentações

28/04, sábado

15h e 18h – Recanto dos Tropeiros – Projeto Farroupilha


29/04, domingo

15h e 18h – Escola de Artes


Comente aqui
23 abr16:44

Feira Mãos da Terra atrai 15 mil pessoas em Chapecó

Cerca 15 mil pessoas visitaram a Feira Internacional de Cultura e Artesanato – Mãos da Terra nos três primeiros dias do evento. A feira é uma ótima oportunidade para conhecer a cultura de vários povos, a beleza e o encanto do artesanato do mundo inteiro.

De acordo com Marcus Romera, organizador da feira, essa é a segunda edição da feira Mãos da Terra em Chapecó. Segundo ele, na primeira edição, em 2011, cerca de 65 mil pessoas visitaram o espaço. – A expectativa para esse ano é manter ou ultrapassar esse número – comentou.

A exposição que reúne peças de artesanato dos mais variados estilos dos quatro cantos do planeta é uma grande oportunidade para conhecer diversas culturas, fazer uma viagem pelo mundo, sem sair de Chapecó. – O público que visitar a feira até o domingo, dia 29, poderá comprar o artesanato produzido em cinco continentes e, ao mesmo tempo, conhecer um pouco da cultura, costumes e hábitos de diferentes povos – disse.

A feira acontece no pavilhão 4 da Efapi, das 14 às 22 horas. Os ingressos custam R$ 5, os maiores de 60 anos e as crianças até 12 anos não pagam. O Estacionamento é gratuito.

Além do artesanato de vários países, a Feira Internacional tem uma completa Praça de Alimentação onde são realizadas apresentações artísticas e culturais.


Programação:

23/04

19h – SAVI – Sociedade Amigos da Viola


24/04

19h – CTG Coxilha do Quero-Quero


25/04

19h – Grupo de Dança Folclórica Colônia Cella


26/04

19h – Escola de Artes de Chapecó – Grupo de Dança Folclórica Bela Vista


28/04

15h e 18h – Recanto dos Tropeiros – Projeto Farroupilha


29/04

15h e 18h – Escola de Artes de Chapecó


Comente aqui
21 abr10:01

Feira Mãos da Terra em Chapecó

Foi aberta nesta sexta-feira em Chapecó a Feira Internacional de Cultura e Artesanato – Mãos da Terra. A mostra é uma ótima oportunidade para conhecer a cultura de vários povos, a beleza e o encanto do artesanato do mundo inteiro. A feira acontece até o dia 29 de abril no pavilhão 4 da Efapi, das 14 às 22 horas. Os ingressos custam R$ 5, os maiores de 60 anos e as crianças até 12 anos não pagam. O Estacionamento é gratuito.

De acordo com Marcus Romera, organizador da feira, a exposição reúne peças de artesanato dos mais variados estilos dos quatro cantos do planeta e por valores acessíveis.

- A feira é uma grande oportunidade para conhecer diversas culturas, fazer uma viagem pelo mundo, sem sair de Chapecó – disse.

O público que visitar a feira poderá comprar o artesanato produzido em cinco continentes e, ao mesmo tempo, conhecer um pouco da cultura, costumes e hábitos de diferentes povos.

2ª Mostra do Artesanato Chapecoense

Durante o período da feira, acontece as 2ª Mostra do Artesanato Chapecoense. Nesse espaço ficam em destaque os artesãos e o artesanato produzido em Chapecó. Cerca de 200 artesãos vão expor seus produtos que são produzidos em materiais como tecido, madeira, borracha, cerâmica, crochê, tricô e ainda o artesanato indígena.


Comente aqui
20 abr11:39

Abre nesta sexta em Chapecó a Feira Mãos da Terra

Abre nesta sexta-feira em Chapecó a Feira Internacional de Cultura e Artesanato – Mãos da Terra. Serão 10 dias para dar a volta ao mundo e conhecer a cultura, beleza e o encanto do artesanato do mundo inteiro. A feira será realizada de 20 a 29 de abril no pavilhão 4 da Efapi, em Chapecó. Os ingressos custam R$ 5, maiores de 60 anos e crianças até 12 anos não pagam. O estacionamento é gratuito. A visitação pode ser feita das 14h às 22 horas.

De acordo com Marcus Romera, organizador da feira, estarão em exposição peças de artesanato dos mais variados estilos dos quatro cantos do planeta e por valores acessíveis.

- Vale a pena o pessoal conferir a riqueza do artesanato mundial – destaca.

Vão estar em exposição artesanatos de diversos países como África do Sul, Quênia, Índia, Indonésia, Paquistão, Turquia, Perú, Equador, Chile, Uruguai, China, Japão e também de estados como Minas Gerias, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Tocantins e outros.

Além de comprar o artesanato produzido em cinco continentes, o público que visitar a feira poderá conhecer um pouco da cultura, costumes e hábitos de diferentes povos.


2ª Mostra do Artesanato Chapecoense

Nesses 10 dias o público também poderá conhecer o artesanato produzido em Chapecó. Cerca de 200 artesãos vão expor seus produtos produzidos em materiais como tecido, madeira, borracha, cerâmica, crochê, tricô e ainda o artesanato indígena.


Comente aqui
18 abr20:01

Chapecó recebe Feira Mãos da Terra

Você gostaria de dar a volta ao mundo em 10 dias? Então esse é uma ótima oportunidade para você, pois a cultura de todos os povos, a beleza e o encanto do artesanato do mundo inteiro estarão em Chapecó de 20 a 29 de abril na Feira Internacional de Cultura e Artesanato – Mãos da Terra, que acontece no pavilhão 4 da Efapi, das 14 às 22 horas. Os ingressos custam R$ 5, os maiores de 60 anos e as crianças até 12 anos não pagam. O Estacionamento é gratuito.

De acordo com Marcus Romera, organizador da feira, estarão em exposição peças de artesanato dos mais variados estilos dos quatro cantos do planeta e por valores acessíveis.

- Vale a pena o pessoal conferir a riqueza do artesanato mundial – destaca. Marcus comenta ainda que estarão em exposição artesanato de diversos países como África do Sul, Quênia, Índia, Indonésia, Paquistão, Turquia, Perú, Equador, Chile, Uruguai, China, Japão e também de estados como Minas Gerias, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Tocantins e outros.

O público que visitar a feira poderá comprar o artesanato produzido em cinco continentes e, ao mesmo tempo, conhecer um pouco da cultura, costumes e hábitos de diferentes povos. A troca de culturas e de conhecimento é um dos destaques da feira.

2ª Mostra do Artesanato Chapecoense

Nesse espaço ficam em destaque os artesãos e o artesanato produzido em Chapecó. Cerca de 200 artesãos vão expor seus produtos produzidos em materiais como tecido, madeira, borracha, cerâmica, crochê, tricô e ainda o artesanato indígena.

De acordo com Leila Didomenico, Gerente de Relações Comunitárias da FASC, a mostra é um espaço para o artesão chapecoense mostrar suas habilidades, seu trabalho, seu produto. Segundo ela, o objetivo maior da feira não é tanto a comercialização dos produtos e sim mostrar para o público os produtos que são produzidos em Chapecó. Leila destaca que a feira serve para comercializar os produtos e principalmente receber encomendas.

- Para a edição desse ano os artesãos vêm cada vez mais qualificados e os produtos artesanais chapecoenses estão melhorando cada vez mais – enfatizou.


Comente aqui