Árvores

20 set16:10

Parada da preservação nesta sexta em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Chapecó recebe a partir desta sexta-feira a Tree Parade Brasil. Nove árvores com 1,5 metro em fibra de vidro foram pintadas por alunos da Apae e de escolas municipais e estaduais da cidade. Elas serão expostas no calçadão do centro da cidade em comemoração ao Dia da Árvore.

Ana Paula Guimaraes, Eduarda Lopes, Tálika Pedroso e Leonora Fumagalli, alunas da Escola Básica Estadual Marechal Bormann.

Pela manhã, a partir das 10 horas será realizada uma caminhada de conscientização sobre a importância da preservação das florestas.

As árvores ficam durante o dia no calçadão e a partir do sábado, dia 22, até o dia 29 de setembro, elas podem ser visitadas no Paseo Avenida.

A Tree Parade Brasil é desenvolvida pela Ong SOS Terra, Projeto Mata Ciliar, do Consórcio Iberê, e Fundema de Chapecó, com apoio da RBS TV Chapecó, Rádio Atlântida, clicRBS Chapecó e empresas locais. Todas as árvores foram patrocinadas e, após a exposição, o destino delas será definido pelos empresários.

- Elas podem ser leiloadas ou até mesmo doadas para as escolas participantes – disse bióloga Priscila Rech, uma das responsáveis pelo projeto.



Escolas participantes:

- Apae;

- Escola Básica Municipal Alípio José da Rosa;

- Escola Básica Municipal Victor Meirelles;

- Escola Parque Cidadão Leonel Brizolla;

- Escola Básica Municipal Diogo Alves;

- Escola Básica Municipal Florestan Fernandes

- Escola Básica Municipal Rui Barbosa;

- EEB Bom Pastor;

- EEB Marechal Bormann.


Comente aqui
15 set07:57

Parada da preservação

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na pegada das ‘parades’ espalhadas pelo mundo, Chapecó recebe a Tree Parade. Nove árvores com 1,5 metro em fibra de vidro serão pintadas por alunos da Apae e de escolas municipais e estaduais da cidade. Elas serão expostas no dia 21 de setembro, Dia da Árvore.

Tairine Pixinin, 14 anos, aluna da Escola Alípio José da Rosa.

O projeto, que é uma intervenção artística inspirada na Cow Parade, busca através da arte promover a busca pela sensibilização e preservação ambiental.

- A ideia é chamar a atenção da população para a preservação das florestas e de todo o ecossistema – disse a bióloga Priscila Rech, uma das responsáveis pelo projeto.

Na Escola Básica Municipal Alípio José da Rosa, que fica na Linha Faxinal dos Rosa, interior de Chapecó, cerca de 70 alunos do quinto ao nono ano estão envolvidos no projeto.

Segundo a professora de artes da escola, Carina Stakonski, alguns alunos participaram na parte do desenho e outros na pintura da árvore que tem como tema Chapecó: preservar onde se vive.

- Esse projeto paralelo é um desafio, pois além de tirar o aluno da sala, estimula ele a criar – disse Carina.

Na copa da árvore foram feitos 24 pequenos desenhos que retratam pontos turísticos, artistas locais, a história e tradições da cidade. Além de quarenta e duas formigas que representam as pessoas que desbravaram e são responsáveis pelo desenvolvimento de Chapecó.

A aluna Tairine Pixinin, 14 anos, gostou muito da ideia de pintar e pensa em se aventurar novamente com os pincéis.

- Eu já pintava, mas eram os panos de prato da minha mãe – contou a estudante que fez um curso no Clube de Mães da comunidade.

Alex Marafon, 14 anos, colega de Tairine, também gostou de pintar. Para ele foi bem divertido participar do projeto como esse.

A exposição será no calçadão da rua Benjamin Constant, no Centro de Chapecó, no dia 21 de setembro, Dia da Árvore. Na data será realizada também uma caminhada de conscientização. A partir do sábado, 22, as Trees serão expostas no Paseo Avenida.

A Tree Parade é desenvolvida pela Ong SOS Terra, Projeto Mata Ciliar, do Consórcio Iberê, e Fundema de Chapecó, com apoio de empresas locais. Todas as árvores foram patrocinadas e, após a exposição, o destino delas será definido pelos empresários.

- Elas podem ser leiloadas ou até mesmo doadas para as escolas participantes – finalizou Priscila.


Escolas participantes:

- Apae;

- Escola Básica Municipal Alípio José da Rosa;

- Escola Básica Municipal Victor Meirelles;

- Escola Parque Cidadão Leonel Brizolla;

- Escola Básica Municipal Diogo Alves;

- Escola Básica Municipal Florestan Fernandes

- Escola Básica Municipal Rui Barbosa;

- EEB Bom Pastor;

- EEB Marechal Bormann.




Comente aqui
31 ago09:26

Primeiras árvores da Tree Parade são entregues

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Cinco árvores, que integram o Projeto Tree Parade foram entregues na tarde da quinta-feira em Chapecó. Além da Apae, as árvores foram entregues nas escolas estaduais Bom Pastor, Marechal Bormann e Rui Barbosa e na escola rural Alípio José da Rosa, que fica na Linha Faxinal dos Rosas.

Agora os alunos têm até a metade do mês de setembro para elaborar os projetos e pintar as árvores em fibra de vidro, que medem 1,5 metros.

Depois do trabalho feito nas escolas as árvores serão expostas, a partir do dia 18 de setembro, no Calçadão de Chapecó em comemoração ao dia da árvore, celebrado no dia 21 de setembro.

A Tree Parade, que é uma intervenção artística, busca através da arte promover a busca pela sensibilização e preservação ambiental. O projeto é desenvolvido pela Ong SOS Terra, Projeto Mata Ciliar, do Consórcio Iberê de Chapecó, Fundema, Sesc Chapecó, Coriarte, Scalvi, RBS TV Chapecó, Rádio Atlântida Chapecó e clicRBS Chapecó.

Empresários interessados em patrocinar uma árvore podem entrar em contato através do telefone 49 9986-2455.


Comente aqui
13 jul16:28

Plano de Arborização é realizado em Chapecó

As árvores da região central de Chapecó estão recebendo poda ou sendo substituídas, conforme a situação de cada planta. O trabalho faz parte do Plano de Arborização desenvolvido pela Fundação do Meio Ambiente (Fundema), juntamente com um comitê formado também pelas Secretarias de Planejamento e Agricultura e o Horto Municipal.

O Plano foi desenvolvido a partir de um estudo que verificou a situação das árvores localizadas entre as ruas Mato Grosso e Índio Condá e Florianópolis e São Pedro, exceto na Avenida Getúlio Vargas, onde está sendo executado projeto próprio para este espaço. Algumas árvores serão removidas devido ao comprometimento avaliado por critérios técnicos.

- Foi analisada a vida saudável de cada árvore e serão retiradas aquelas que não conseguem mais produzir a oxigenação por estarem muito comprometidas. No lugar delas serão plantadas outras árvores, da mesma espécie, para promover uma revitalização – explicou o Diretor Presidente da Fundema João André Patussi.

De acordo com Patussi, 600 árvores precisam ser removidas. No lugar delas serão plantadas outras 1.800. O plantio já iniciou e deve ser concluído até o final do mês de agosto. As árvores que não forem removidas passarão por uma poda técnica para melhor manutenção da planta. O trabalho é realizado nos canteiros centrais e também nas calçadas.

O contato com a Fundação pode ser feito através do 3319-1150.


Comente aqui
26 mar14:46

São José do Cedro trabalha no embelezamento das ruas

A Administração de São José do Cedro desenvolve, durante todo o ano, o trabalho de embelezamento das ruas do perímetro urbano do Município. De acordo com o secretário de Administração, João de Andrade, o trabalho envolve o plantio de árvores nativas, o cuidado com os canteiros da avenida, as praças e a entrada da cidade.

João destaca que este trabalho é feito durante o ano todo porque a manutenção das plantas precisa ser constante.

- Além do trabalho de paisagismo, sempre mantemos as ruas pintadas, o que inclui as faixas de travessia de pedestres e sinalização, além dos meios-fios e o recolhimento de lixo. Tudo isso para proporcionar aos moradores e visitantes um visual bonito de São José do Cedro – disse.


Comente aqui
12 out16:49

Conscientização Ambiental

Em quatro dias foi recolhida uma tonelada e 400 quilos de latinhas de alumínio, essa cifra expressa a grandiosidade da Exposição-Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó – Efapi 2011, que prossegue até domingo, dia 16, no parque de exposições Tancredo Neves. Além dos shows, diversões, exposições, mostras e negócios o evento remete a ações voltadas a preservação do meio ambiente.

Para conscientizar os visitantes da feira sobre a importância das mudanças de hábitos da população em relação à destinação de resíduos os protetores ambientais realizam panfletagem e divulgação do projeto. Doze alunos se revezam, sendo quatro por dia, para circular no parque e explicar a proposta para as pessoas.

Após a realização da expo-feira os protetores, Polícia Ambiental e Fundação do Meio Ambiente (Fundema) plantarão árvores. Segundo o soldado da Polícia Ambiental, Luciano Bergonzi, ainda não está definido a quantidade e nem o local.

- A prioridade será uma área que necessita recuperação. As espécies serão nativas, algumas frutíferas, entre outras – disse.

Programa

A iniciativa é da 5ª Companhia de Polícia Ambiental, com sede em Chapecó e atuação em 41 municípios da região. O programa “Protetores Ambientais” existe há 18 anos em Santa Catarina. Na região foi implantado em 2007 e formou cinco turmas beneficiando mais de 100 alunos, sendo a última no mês de setembro deste ano e duas em Chapecó.

A ação é voltada aos adolescentes de 12 a 14 anos escolhidos de forma aleatória nas escolas. Primeiramente é feita a divulgação da abertura de nova turma, depois as inscrições e seleção. Durante dez meses são trabalhos temas como fauna, flora, bio-diversidade, atividades potencialmente poluidoras e licenciamento ambiental. Também são desenvolvidas atividades extra-classe como trânsito e abordados temas sobre drogas, doenças sexualmente transmissíveis e viagens de estudo. A carga horária é de 120 horas.

O soldado da Polícia Ambiental enfatiza que depois do programa são observadas diferenças nos municípios que desenvolvem atividades de cunho ambiental e conscientização das comunidades.

- Em Chapecó quatro alunos da comunidade de Faxinal dos Rosa estão auxiliando na atividade de cercamento do lajeado São José. Além, de reduzir o número de ocorrências ambientais -comenta.

Para 2012 estão previstas duas novas turmas, uma em Chapecó e outra em Itá.


Comente aqui
02 set14:07

Concórdia faz plantio de mil árvores

Um trabalho inédito sobre emissão de gases de efeito estufa foi realizado durante a Expo Concórdia, realizada de 23 a 31 de julho desse ano. Na manhã desta sexta-feira os resultados foram divulgados.


O resultado foi apresentado na manhã desta sexta-feira.


A pesquisa das fontes de emissão de combustão móvel, consumo de energia elétrica e de resíduos orgânicos e recicláveis, foi executada pelo escritório verde da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus de Curitiba.


De acordo com o vice-prefeito de Concórdia e presidente da comissão central organizadora da Expo Neuri Santhier, a emissão de gás carbônico, nos oito dias de feira, foi de 183 toneladas.


Com isso é recomendado o plantio de 1139 árvores para que haja a compensação, após 20 anos, das emissões através da incorporação de gás carbônico nos materiais renováveis.


O plantio será no sábado, dia três, às 14h30min, no Parque de Exposições. O Grupo de Escoteiros da cidade participam do ato.


Comente aqui
09 ago10:14

Temporal causa destruição em cidades do Meio-Oeste Catarinense

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

 

 Os municípios de Capinzal e Piratuba foram os mais atingidos na região

Um temporal durante a madrugada causou diversos estragos nas cidades de Capinzal e de Piratuba, ambas no Meio-Oeste catarinense. Bombeiros de toda a região auxiliam os atingidos durante esta terça-feira.

Em Capinzal, os bairros Parisoto e Santa Maria foram os mais atingidos. A chuva e o vento forte destelharam casas, derrubaram árvores e alguns locais também foram alagados.

Ainda não se sabe quantas pessoas tiveram prejuízos com as chuvas e nem se há desabrigados. Além destas duas cidades, Zortea também foi atingida.

Comente aqui