Atacado

24 ago10:46

Segue internado em Chapecó o menino de três anos atacado por cão

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O menino de três atacado por um cão da raça Chow Chow segue internado em quarto do Hospital Regional do Oeste (HRO) em Chapecó. O quadro do menino, que passou por duas cirurgias e está acompanhado dos pais, é estável.

Três médicos, sendo um oftalmologista, acompanham o caso. O ataque do animal, que estava com a família a menos de seis meses, foi na quarta-feira, dia 22, na Linha Battistelo, interior do município.

O primeiro atendimento foi realizado pelo Corpo de Bombeiros que encaminhou o menino, com ferimentos na face, nariz e olho esquerdo, para o Hospital da Criança.

Como o caso era grave ele foi transferido e passou por cirurgia, ainda na noite da quarta, no HRO. A segunda cirurgia foi no começo da tarde da quinta. Ele saiu da UTI no final da tarde da quinta-feira.


Comente aqui
23 ago16:48

Saiu da UTI menino de três anos atacado por cão em Chapecó

[atualizado 17h06]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Saiu da UTI o menino de três anos atacado por um cão da raça Chow Chow na tarde da quarta-feira em Chapecó. Ele passou por nova cirurgia no começo da tarde e está internado em um quarto do Hospital Regional do Oeste (HRO). O quadro dele é estável.

O ataque do animal, que estava com a família a menos de seis meses, foi por volta das 17h30 da quarta-feira, dia 22. A família que mora na Linha Battistelo, interior do município, procurou ajuda do Corpo de Bombeiros no posto que fica no bairro Engenho Braun. No local o menino, que apresentava ferimentos na face, nariz e olho esquerdo, recebeu os primeiros atendimentos e foi encaminhado para o Hospital da Criança.

Como o caso era grave ele foi transferido para o Hospital Regional onde passou por cirurgia ainda na noite da quarta.




Comente aqui
23 ago12:01

Menino de três anos foi atacado por cão em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O estado de saúde do menino de três anos, que foi atacado por um cão no interior de Chapecó, é estável. Ele segue internado na UTI do Hospital Regional do Oeste de Chapecó e deve passar por mais uma cirurgia na tarde desta quinta-feira.

O ataque do animal doméstico, de porte médio, foi por volta das 17h30 da quarta-feira, dia 22. A família que mora na Linha Battistelo, interior do município, procurou ajuda do Corpo de Bombeiros no posto que fica no bairro Engenho Braun. No local o menino, que apresentava ferimentos na face, nariz e olho esquerdo, recebeu os primeiros atendimentos e foi encaminhado para o Hospital da Criança.

Como o caso era grave ele foi transferido para o Hospital Regional onde passou por cirurgia ainda na noite da quarta.

Na tarde desta quinta-feira ele passará por novos exames e cirurgia.



Comente aqui
30 abr18:17

Agricultor é atacado por três cães no Meio-Oeste de Santa Catarina

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

Três cachorros atacaram um agricultor de 43 anos na comunidade de Caroveira, no interior de Irani, no Meio-Oeste catarinense, na tarde de domingo. Artemio Habas teve ferimentos nas duas pernas, mas passa bem.

O ataque ocorreu por volta das 15h, quando ele foi até a propriedade de um amigo acertar uma dívida. Os animais, de grande porte e mestiços da raça pastor alemão, teriam avançado nas pernas de Artemio quando ele desceu da moto.

A vítima contou que tentou se livrar das mordidas dando chutes nos animais. Mas, desmaiou durante o ataque e foi salvo por um vizinho da propriedade, que afastou os cães e acionou os bombeiros. Por pouco, a veia artéria da perna do agricultor não foi rompida.

— Desci da moto e fui atacado. Não me lembro de muita coisa porque desmaiei. Eu sempre ia à propriedade e os cachorros ficavam soltos, mas nunca tinham reagido com violência — diz.

Conforme o bombeiro Joel de Lima, os cachorros que atacaram Artemio não eram vacinados contra a raiva, que pode ser transmitida aos seres humanos através da mordida. Ele alerta que os donos devem prevenir os animais de doenças e mantê-los presos.

Ele explica que principalmente no interior, quando os moradores têm costume de deixar os cachorros soltos para ajudar na segurança das propriedades, os cuidados devem ser redobrados para evitar acidentes.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
21 out09:23

Pitt Bull ataca e deixa menino de 13 anos ferido no braço e na cabeça em rua de Chapecó

Um adolescente de 13 anos foi atacado por um cachorro da raça Pitt Bull no início da tarde de quinta-feira em Chapecó. O menino foi encaminhado ao hospital com lesões no braço direito e na cabeça.

Por volta das 13h, a Polícia Militar foi acionada por uma jovem de 23 anos, moradora da rua Pascoal Cortelini, no Bairro Palmital. A mulher relatou aos policiais que estava cuidando de um Pitt Bull pertencente ao irmão. O homem não estava em casa.

De acordo com a jovem, o animal teria aproveitado uma folga na cerca do imóvel e fugiu para a rua. O adolescente de 13 passava pelo local e acabou atacado pelo cão, que mordeu várias vezes a vítima.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encaminhou o menino ao Hospital Regional de Chapecó. Os donos do cão responderão a um Termo Circunstanciado por omissão de cautela na guarda de animal.

O menino foi medicado e já está em casa.


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui