Audiência

04 jul11:53

Começa a faltar dinheiro em alguns caixas eletrônicos

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

No terceiro dia de greve dos empregados no transporte de valores em Santa Catarina alguns caixas eletrônicos estão sem dinheiro. O último abastecimento foi realizado no domingo, dia 1º de julho. Nesta tarde será realizada, às 14 horas, uma audiência no Ministério Público em Florianópolis, entre representantes das empresas de transportes de valores e o Sindicato dos Empregados em Transportes de Valores de Santa Catarina (Sintravasc).

O diretor do sindicato em Chapecó, Ademir Dall Bello, que esta na capital, espera que a reunião seja positiva e caso as reivindicações não sejam atendidas a greve deve continuar.

- Não queríamos paralisar as atividades e causar problemas para a população, mas essa é única solução – disse.

Em Chapecó, alguns caixas eletrônicos externos da Caixa Econômica Federal estão com falta de nota. Nos caixas das agências, até o momento, o atendimento está normal, pois eles podem ser abastecidos pelos funcionários.

Já na Grande Florianópolis, desde a terça-feira, um cartaz na entrada das agências orienta que os clientes realizem transferências de valores e procurem as lotéricas para efetuar saques maiores, pois foi estipulado um limite de saque, no valor de R$ 1 mil por cliente, na boca do caixa. A Assessoria da Instituição disse ainda que está conseguindo administrar bem a situação e não está com grandes problemas.

De acordo com o Sintravasc a paralisação ocorre em Florianópolis, Criciúma, Blumenau, Tubarão, Itajaí, Joinville, Joaçaba, Lages e Chapecó. São 1,5 mil trabalhadores parados desde a segunda-feira, dia 2. Os trabalhadores reivindicam10% de aumento de salário, vale alimentação nas férias e plano de saúde integral.


Comente aqui
21 jun08:59

Secretaria da Agricultura participa de audiência pública em Maravilha

Nesta quinta-feira, dia 21, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca participa de audiência pública em Maravilha para debater a aplicação de recursos para amenizar os efeitos da estiagem, principalmente no Oeste catarinense. A audiência acontece às 14h na Câmara de Vereadores e conta com a presença do secretário adjunto de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies.

As audiências públicas serão realizadas também em Videira, no dia 28 de junho, e Xanxerê, no dia 5 de julho. Os recursos são oriundos do Programa Caminhos do Desenvolvimento, que abrange também investimentos em estrutura rodoviária, ampliação do serviço de internet e combate aos efeitos da chuva na Região do Vale do Itajaí. O Programa, autorizado pela Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, parte da contratação de um empréstimo de R$ 611 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Para minimizar os efeitos da estiagem no Estado serão destinados R$ 60 milhões que podem beneficiar até 50 mil famílias.

Durante as audiências, os problemas e sugestões para aplicação dos recursos serão discutidos junto aos agricultores, sindicalistas, engenheiros, empresários, lideranças comunitárias e políticas. Além disso, técnicos da Secretaria da Agricultura, Epagri e entidades e órgãos civis irão participar dos encontros.

>> Chega a 150 o número de municípios em situação de emergência em SC

Santa Catarina contabiliza cerca de R$ 700 milhões em prejuízos por causa da estiagem nas 148 cidades atingidas, abrangendo 800 mil pessoas.


Comente aqui
04 jun16:12

Audiência pública debate implantação do curso de Medicina na UFFS

A pedido da deputada Luciane Carminatti, a Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembléia Legislativa realiza nesta segunda-feira, dia 4, uma audiência pública para discutir sobre Investimentos efetivos e futuros, Políticas de permanência dos estudantes e Implantação do curso de Medicina na Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS/Campus Chapecó.

A audiência acontece às 19h, no Clube Industrial e conta com a participação da reitoria da UFFS, representantes do Movimento Pró-Universidade, estudantes, integrantes da ACIC, lideranças locais, regionais e estaduais.

A deputada ressalta que a audiência é importante no sentido de debater a consolidação da UFFS, para pensar o futuro da universidade e o desenvolvimento regional.

- A Universidade Federal da Fronteira Sul será a principal matriz de desenvolvimento de Chapecó e do Oeste nos próximos anos, por isso, a audiência terá o objetivo de expor os investimentos já realizados – justifica Luciane.

A parlamentar salienta que as prefeituras do Oeste, frequentemente, colocam a necessidade de ter mais médicos na região para atender a população, por isso, Chapecó se tornando referência na área da saúde conseguirá atender a demanda da região.


Comente aqui
30 mai16:07

Audiência pública debate implantação do curso de Medicina na UFFS de Chapecó

Será realizada na segunda-feira, dia 4 de junho, uma audiência pública para discutir sobre Investimentos efetivos e futuros, Políticas de permanência dos estudantes e Implantação do curso de Medicina na Universidade Federal da Fronteira Sul– UFFS/Campus Chapecó.

A audiência, a pedido da deputada Luciane Carminatti, a Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembléia Legislativa, acontece às 19h, no Clube Industrial e contará com a participação da reitoria da UFFS, representantes do Movimento Pró-Universidade, estudantes, lideranças locais, regionais e estaduais.

A deputada ressalta que a audiência é importante no sentido de debater a consolidação da UFFS, para pensar o futuro da universidade e o desenvolvimento regional.

- A Universidade Federal da Fronteira Sul será a principal matriz de desenvolvimento de Chapecó e do Oeste nos próximos anos, por isso, a audiência terá o objetivo de expor os investimentos já realizados e queremos mobilizar a sociedade para que tenhamos, em Chapecó, um Centro de Saúde com o curso de Medicina – justifica Luciane.

A parlamentar salienta que as prefeituras do Oeste, frequentemente, colocam a necessidade de ter mais médicos na região para atender a população, por isso, Chapecó se tornando referência na área da saúde conseguirá atender a demanda da região.


Comente aqui
21 mai15:29

Chapecó sedia ciclo de debates para combater violência contra a mulher

A Bancada Feminina da Assembleia Legislativa de Santa Catarina juntamente com o Ministério Público realiza neste mês audiências públicas em sete regiões do estado, com o objetivo de debater o enfrentamento à violência contra a mulher.

Na segunda-feira, dia 21, Chapecó sedia uma das audiências públicas, no auditório da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), antigo Colégio Bom Pastor. A deputada Luciane Carminatti coordena nesta tarde a audiência de Chapecó. Segundo ela, estes encontros são importantes no sentido de debater a situação por região sobre a violência contra a mulher.

- Vamos fazer um levantamento dos índices de violência em cada região e encaminhar propostas para se concretizar as políticas públicas para mulheres – disse.


Comente aqui
07 mai11:12

Audiência pública discute situação do Aeroporto de Chapecó

A Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina, a pedido da deputada Luciane Carminatti realiza nesta segunda-feira, dia 7, audiência pública para discutir a situação do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso e a previsão de investimentos futuros. As obras no Aeroporto iniciaram há 15 dias no local.

O debate acontece em Chapecó, a partir das 14h, no auditório do Lang Palace Hotel. Está confirmada a presença do diretor de Operações da ANAC, Carlos Eduardo Magalhães da Silveira Pelegrino e do secretário de Infraestrutura de Santa Catarina, Deputado Valdir Cobalchini. Além de lideranças regionais, entidades e comunidade.

A deputada Luciane disse que já foram investidos R$ 25 milhões para a construção do terminal de passageiros e do cercamento do local e uma das propostas da audiência é discutir sobre as exigências não cumpridas quanto à localização do terminal e do contorno ao aeroporto. – Precisamos saber e pensar em longo prazo, para não haver novamente o fechamento do aeroporto – disse.

O aeroporto de Chapecó recebe cerca de 26 mil passageiros por mês, um número bem significativo e que justifica a importância para o Oeste de Santa Catarina, Noroeste do Rio Grande do Sul e do Paraná.


Comente aqui
04 mai14:46

Secretarias de Chapecó, Seara, Quilombo e Xanxerê participaram de audiência do Orçamento Regionalizado

As Secretarias de Desenvolvimento Regionais de Seara, Chapecó, Quilombo e Xanxerê escolheram, na tarde desta quinta-feira, dia 3, suas prioridades para o orçamento estadual de 2013, durante a audiência pública do Orçamento Regionalizado, na Câmara Municipal de Chapecó.

O encontro foi programado pela Comissão de Finanças e Tributação e pela Coordenadoria do Orçamento Estadual da Assembleia Legislativa. As lideranças regionais debateram a importância de se elencar as principais reivindicações de cada localidade, tornando mais efetiva à participação pública na administração estadual.

As prioridades elencadas para o orçamento de 2013 da SDR de Seara são: Contorno Viário Sul de Seara; revitalização do trecho da SC-283 entre Seara e Concórdia; e pavimentação da SC-465, trecho Ipumirim – BR-282.

A Regional optou por manter para o orçamento do ano que vem prioridades elencadas na audiência realizada em 2011.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Regional de Seara, Gládis dos Santos, é importante que exista sintonia entre o Poder Legislativo e Executivo e que ambos juntem forças para que as obras sejam executadas.


Comente aqui
13 abr11:14

Importação de leite é tema de audiência pública em Pinhalzinho

Acontece em Pinhalzinho nesta sexta-ferira uma audiência pública para discutir o controle da importação de leite e derivados que entram no Brasil a partir do Uruguai e da Argentina.

A iniciativa é do deputado estadual Mauro De Nadal através da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa e conta com o apoio da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina – Fetaesc.

A audiência será no Salão Paroquial Católico de Pinhalzinho. Conforme explica o deputado, o Uruguai e a Argentina estão colocando leite no mercado brasileiro com preços muito baixos o que dificulta a concorrência do produto nacional.

- O leite é um produto diferenciado por que todo mês faz chegar dinheiro nas nossas pequenas propriedades. Além de fundamental para diminuir o êxodo rural e estimular a sucessão familiar no campo – afirma De Nadal.


Comente aqui
24 fev17:58

Fetraf-Sul e Via Campesina querem audiência com o Governo do Estado

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na tarde desta sexta-feira, dia 24, durante o terceiro anúncio de ações emergenciais para conter a estiagem no Oeste, integrantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar – Fetraf-Sul e Via Campesina realizaram manifestação na entrada do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó.

No ato eles entregaram para o Secretário da Agricultura e Pesca, João Rodrigues, uma pauta de reivindicações. – Já havíamos encaminhado uma solicitação de audiência no dia 12 de janeiro, mas não tivemos retorno – disse o coordenador adjunto da Fetraf-Sul Alexandre Bergamin.

>> Governo libera R$ 6 milhões para conter a estiagem no Oeste

O Secretário confirmou, após breve conversa com os integrantes, que vai receber a diretoria da entidade às 17h da segunda-feira, dia 27 em Florianópolis.

Entre os assuntos da pauta está a anistia do programa “Troca-troca” da safra 2010/2011, 50% de subsídio para a safra 2012/2013 e ainda uma ajuda de 50% na construção de cisternas. Bergamin disse ainda que se o agricultor quiser mesmo acessar o Juro Zero será necessário esse subsídio de 50%. – Alguns produtores estão cogitando procurar trabalhos alternativos, fora da propriedade para sustentar a família até a próxima safra – disse.


Comente aqui
16 nov15:04

Municípios da Faixa da Fronteira terão Audiência Pública

A Comissão de Relacionamento Institucional, Comunicação e Relações Internacionais da Assembléia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) promove uma Audiência Pública para debater a Qualidade de Vida dos cidadãos e dos municípios da Fronteira. O ato está marcado para às 9h desta quinta-feira, dia 17, na sede do Lions Clube em Dionísio Cerqueira.

Conforme o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, Flávio Berté, a Audiência Pública da Alesc é importante, no sentido de ampliar os debates em torno da realidade vivida pelo cidadão que mora na Faixa da Fronteira.

Berté explica que a Regional tem auxiliado na divulgação do evento, que deve ter a participação de várias lideranças. – O grande sonho é transformar o conceito de limite num conceito de lugar onde as pessoas vivem. Esse é o maior desafio vivido pelos municípios de Faixa de Fronteira que será debatido no evento – disse Berté.


Comente aqui