Aumenta

02 abr16:31

Preço da gasolina sobe em Chapecó

O preço da gasolina registrou alta de 0,11% em Chapecó no mês de março. A variação é apontada pelo curso de Ciências Econômicas da Unochapecó, através do Projeto de Acompanhamento de Preços Regionais. O boletim que acompanha a evolução dos preços da gasolina comum no mercado de combustíveis em municípios de Santa Catarina passou a ser divulgado pela Unochapecó em fevereiro. Objetiva conscientizar o consumidor para que esteja atento às diferenças de custo que pode encontrar.

A pesquisa, que envolve 22 municípios e 385 postos de combustíveis, mostra que com a variação positiva da gasolina comum em março, Chapecó apresentou preço médio de revenda maior que o da capital, de R$ 2,770, enquanto em Florianópolis foi de R$ 2,769. Já o município catarinense que apresentou maior preço médio de revenda foi São Miguel do Oeste, cobrando R$ 2,878 por litro, e o menor preço médio foi registrado no município de Biguaçu, com R$ 2,597. Dos municípios pesquisados, somente sete apresentaram alta.

Conforme o coordenador da pesquisa, professor Guilherme de Oliveira, em março os municípios que apresentaram indícios de cartel no mercado da gasolina comum catarinense foram Jaraguá do Sul, com o coeficiente de variação de 0,00611, e Itajaí, com 0,00831, ambos com número de postos pesquisados relativamente grande.

A pesquisa é inédita em Santa Catarina, pois nenhum outro instituto ou universidade a realizam. O levantamento engloba os municípios de Araranguá, Balneário Camboriu, Biguaçu, Blumenau, Brusque, Caçador, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Laguna, Mafra, Palhoça, São José, São Miguel do Oeste, Tubarão, Videira e Xanxerê.

A pesquisa apresenta dados quanto ao número de postos pesquisados, preço médio de revenda da gasolina comum por litro, preço mínimo, preço máximo e desvio padrão médio entre os postos de combustíveis dos municípios catarinenses envolvidos no levantamento.


1 comentário
21 fev10:33

Chance de chuva aumenta em SC após o Carnaval com a chegada de frente fria

Depois do Carnaval, onde predominou o calor, o sol forte e as altas temperaturas, o tempo deve mudar a partir desta quarta-feira em Santa Catarina. A previsão indica que a chegada de uma frente fria combinada com a umidade vinda da Amazônia deve provocar o aumento da presença de nuvens e aumentar a possibilidade de chuvas, pelo menos até a próxima segunda-feira.

>> Acompanhe as informações sobre o tempo no Blog do Puchalski

A imagem de satélite desta manhã já mostra uma frente fria chegando ao Rio Grande do Sul, representadas por nuvens coloridas ao sul do Estado.

De acordo com o meteorologista do Grupo RBS Leandro Puchalski, esta frente fria deve avançar pelo mar entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina a partir da próxima quarta-feira.

—Esta condição traz muitas nuvens, menos sol e chance de chuva em momentos do dia em todas as cidades na quarta-feira. As temperaturas sobem, mas já um pouco menos do que nos dias anteriores — explica.

Puchalski explica ainda que a sequência de dias instáveis deverá trazer nesse final de fevereiro volumes elevados de chuva, sobretudo a partir do próximo fim de semana.

— Se confirmada essa previsão, poderemos ter volumes de chuva no Oeste catarinense como há um bom tempo não ocorre, inclusive com tendência de dar um gradativo alívio na estiagem — adianta o meteorologista.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui